24/02/2018

Resenha: Um Instante de Felicidade - Federico Moccia

Título original: Quell'attimo di felicità
Gênero: Romance italiano
Páginas: 352
Editora: Planeta
Classificação: 4/5
Comprar: Saraiva
O livro Um Instante de Felicidade, do italiano Federico Moccia, nos traz um romance envolvente sob o ponto de vista masculino, norteado por pontos turísticos, música e uma culinária primorosa. Conhecer o amor pelos olhos do personagem Nicco se mostrou uma experiência bem abrangente e interessante e apesar de alguns pontos da história terem deixado um pouco a desejar, o saldo final da leitura foi bem positivo.

O jovem Nicco se encontra no rito de passagem da adolescência para a vida adulta e enfrenta essa fase com muito mais sofrimento do que os seus demais amigos. Isso porque o seu pai acabou de morrer - lhe deixando o legado de homem da casa - e a sua namorada Alessia colocou um ponto final no relacionamento dos dois, sem maiores explicações.

18/02/2018

Resenha: Você Tem Meia Hora - Camila Nascimento Silva

Edição: 1
Ano: 2011
Gênero: Romance/Chick-lit
Páginas: 436
Editora: Subtítulo
Classificação: 5/5
O livro Você tem Meia Hora, da carioca Camila Nascimento Silva, nos traz um chick-lit divertido e envolvente sobre amizade, amor e recomeços. Contando a história de uma aeromoça que termina com o namorado e decide recomeçar a sua vida em Londres, o enredo é norteado por momentos de descontração e conseguiu me propiciar uma excelente leitura.

Durante a noite de réveillon, a romântica e sensível Bia termina o seu namoro de três anos com Arthur, com quem morava junto há exatamente dois anos e pretendia se casar em breve. Sem muitas explicações, ele resolve romper com a aeromoça, que amarga uma terrível fossa. Prestes a completar trinta anos, Bia acredita que não irá conseguir se casar um dia, pois acha que nessa idade, tudo que teria que dar certo na vida de uma mulher já deveria ter dado.

15/02/2018

Resenha: A Irmã da Sombra - Lucinda Riley

Título original: The Shadow Sister
Gênero: Romance
Páginas: 512
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
Em A Irmã da Sombra, terceiro volume da série As Sete Irmãs, da irlandesa Lucinda Riley - autora com mais de 8 milhões de livros vendidos -, acompanhamos a fascinante história de Estrela D'Aplièse. Ao contrário dos demais livros, a história se inicia a partir do momento em que Estrela está lidando com a dor do luto pela morte de Pa Salt, o que tornou o enredo menos repetitivo e mais emocionante. Diferente de suas irmãs, a história sobre o seu passado remete à própria Inglaterra, norteada por literatura, amor, perdão e superação.

Após a morte do pai adotivo, Estrela D'Aplièse se encontra em uma verdadeira encruzilhada. Para seguir as pistas que remontam a sua origem, ela precisa sair de sua zona de conforto e abrir mão da segurança de sua vida atual. Intrigante e bastante introspectiva, ela sempre se apoiou na sua irmã Ceci - tal como se ela fosse uma espécie de muleta -, seguindo-a para onde quer que ela fosse. Quando as duas resolvem dividir um apartamento em Londres, logo Estrela se sente desconfortável por notar que a residência não tem o mesmo contato com a natureza e a tranquilidade do lar onde ela cresceu. Insatisfeita e extremamente curiosa, ela decide se desgarrar da irmã e seguir as pistas que se referem ao seu nascimento.

13/02/2018

Resenha: Quando Eu Parti - Gayle Forman

Título original: Leave me
Gênero: Romance
Páginas: 308
Editora: Record
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro Quando Eu Parti, da autora Gayle Forman, nos traz um romance maduro e bem delineado sobre uma mulher que se vê sufocada com a sua vida atual e decide se reinventar. Diferente das demais tramas da autora - que seguem a linha young adult -,  Quando Eu Parti nos traz uma história adulta e permeada por dramas, com uma leve pitada de chick-lit. 

Depois de passar por um ataque cardíaco motivado por "n" fatores, Maribeth Klein começa a analisar sua cota de problemas, que vão desde a omissão do marido, o seu relacionamento com a ex-amiga e posterior chefe Elizabeth e a convivência com os seus filhos gêmeos hiperativos. Após passar por uma angioplastia delicada, ela não imaginava que o seu caso fosse mais complexo do que imaginava, principalmente depois de descobrir uma perfuração em uma das artérias e uma lesão grave em uma outra. Após a implantação de duas pontes de safena, a mulher de 44 anos de idade chega a conclusão de que não irá se recuperar caso permaneça com a sua família e levando a mesma vida de sempre e decide arrumar as malas e partir.

10/02/2018

Resenha: O Plano é o Amor - Neiva Meriele

Edição: 1
Ano: 2015
Gênero: Romance cristão
Páginas: 192
Editora: Giz Editorial
Classificação: 4,5/5
Comprar: Saraiva
O livro O Plano é o Amor, da gaúcha Neiva Meriele, nos traz um romance cristão muito bem escrito e repleto de valores e ricas reflexões. Detalhando minuciosamente um casamento e todas as suas provações e alegrias, acompanhamos uma linda história de amor, fé, perseverança e perdão.

Giovana realizou um grande e esperado sonho: se casar com Ricardo, o grande amor de sua vida. Entretanto, quando ela pensava que estava vivendo a fase mais feliz de sua vida, eis que tudo acaba se transformando em um grande pesadelo. Passando por boas e poucas nas mãos de Neli - a tia-mãe de seu esposo -, Giovana se vê constantemente testada e até mesmo sem forças e fibras para levar adiante o seu sonhado plano de felicidade.

05/02/2018

Resenha: A Melodia Feroz - Victoria Schwab

Título original: This Savage Song
Gênero: Distopia/Fantasia
Páginas: 384
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro A Melodia Feroz, primeiro volume da série Monstros da Violência, de Victoria Schwab, nos traz uma distopia interessante e um tanto original sobre monstros e suas vertentes. Repleto de analogias e recheado de adrenalina, o enredo se mostrou bastante promissor, enérgico e criativo.

Vivendo em lados opostos de uma cidade dividida entre os pólos Norte e Sul, August Flynn e Kate Harker pertencem a facções distintas em meio a uma onda tenebrosa de violência. Ambos são filhos dos líderes destes territórios inimigos e possuem objetivos bem diferentes entre si. Enquanto Kate sonha em ser tão cruel e implacável quanto o pai, o caçador de monstros Callum Harker, August almeja ser como seu pai, Henry Flynn: um homem bondoso e defensor dos inocentes, independente do formato que eles ostentam. Entretanto, August é um sunai, ou seja, um monstro que nasce de grandes desastres e é capaz de roubar a alma de suas vítimas com uma leve nota musical.

01/02/2018

Resenha: Enquanto Bela Dormia - Elizabeth Blackwell

Título original: While beauty slept
Gênero: Romance
Páginas: 368
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Enquanto Bela Dormia, de Elizabeth Blackwell, nos traz uma releitura do conto de fadas A Bela Adormecida sob o ponto de vista de uma das serviçais do reino. Escrito com magia, requinte e delicadeza e orquestrado em um belo e detalhado cenário medieval, o enredo conseguiu me envolver do início ao fim e se mostrou uma história majestosa e incrivelmente surpreendente.

Depois de muitas tentativas infrutíferas de engravidar, a rainha Lenore resolve recorrer à magia da tia do rei, Millicent. Pagando um alto preço pela realização de seu desejo, em pouco tempo ela concebe Rosa, uma menina linda e saudável. Entretanto, o reino se torna escuro e sombrio quando Millicent é expulsa do castelo pelo rei e jura se vingar. Tentando proteger a filha do ódio de sua arrogante tia, os pais resolvem trancafiar Rosa sob os muros do palácio, aos cuidados deles e de Flora, a tia bondosa do rei.

28/01/2018

Resenha: Um Carretel de Linha Azul - Anne Tyler

Título original: A spool of blue thread
Gênero: Romance
Páginas: 384
Editora: Tusquets Editores
Classificação: 3/5
Comprar: Saraiva
O livro Um Carretel de Linha Azul - finalista do Man Booker Prize e best-seller do New York Times -, da americana Anne Tyler, nos traz a história de quatro gerações da família Whitshank, apresentando seus segredos, facetas e ambições, dos tempos antigos até os dias atuais. Apesar de ser um bom livro e de ser inegável o quanto Anne Tyler escreve bem, confesso que esperava muito mais da obra. A julgar pela sinopse instigante, eu imaginava me deparar com segredos sórdidos de família ou até mesmo ter as minhas convicções acerca dos personagens lançadas por terra e infelizmente isso não aconteceu. Sim, a trama delineia alguns segredos do Whitshank e de suas gerações, entretanto  nada avassalador ou que chegue a causar uma certa surpresa no leitor.

A grosso modo, os Whitshank são uma família de classe média comum de Baltimore, com pais que levam uma vida pacata na varanda da antiga casa e quatro filhos que os visitam de tempos em tempos. A propriedade da família foi construída na década de 30 pelo patriarca da família, Júnior - um homem extremamente ambicioso e manipulador - e herdada pelo seu filho, Red. Mesmo atravessando gerações, tanto pai quanto o filho são aficionados pelo zelo do lar, lutando de todas as formas possíveis para que a casa não sofra a menor das deteriorações.