18/12/2010

ENTREVISTA: Ronaldo Luiz Souza, autor do livro Raízes e Asas

Boa noite pessoal! O escritor Ronaldo Luiz Souza, autor do livro Raízes e Asas, concedeu uma entrevista exclusiva para o blog Nessa News. Confiram!

SOBRE O AUTOR:

Ronaldo Luiz Souza é escritor nascido em Santos Dumont, MG. Publicou até o momento quase duas dezenas de contos em antologias de inúmeras editoras nacionais, sobre vários gêneros da literatura: do Drama ao Romance, da Fantasia à Ficção Científica e ao Terror.

As antologias podem ser adquiridas no site das editoras e estão relacionadas no Blog cantodetextosepalavras.blogspot.com

Contato com o autor: rolusouza@gmail.com

ENTREVISTA:

Qual foi a sua inspiração para escrever Raízes e Asas?

Eu queria escrever um livro que fosse tão simples, belo e comovente como O Pequeno Príncipe. A inspiração veio através de visões fragmentadas da história, que foram surgindo e se completando como um quebra-cabeças, e que descobri, buscavam dar respostas às questões que me incomodavam há anos: nas esquinas da vida, quando temos de escolher um caminho, sabendo que da escolha feita, abandonamos outros, e às vezes até mesmo queimamos as pontes que nos permitiriam regressar, e que mesmo o caminho escolhido à frente pode ou não ser o melhor caminho, o que fazer, como decidir nossas escolhas? Ir ou ficar? Em Raízes e Asas, de forma lírica e poética, os personagens aprendem que o melhor caminho é aquele em que trilham seus sonhos e que somente neste caminho desenvolvem sua plenitude e são verdadeiramente felizes.

Teve alguma banda ou alguma música específica que lhe deu algumas idéias sobre o enredo do livro?

Não, isto não ocorreu. Mas algumas vezes eu procurei relaxar a mente com músicas instrumentais para entrar no clima da história.

Quais são os seus projetos futuros?

Iniciei o projeto de outro livro, bem diferente de Raízes e Asas. Enquanto Raízes e Asas busca levar as pessoas a refletir e viver todo o seu potencial, o próximo livro será voltado para que nós, brasileiros, tenhamos orgulho de nossas raízes. Será um livro divertido e cheio de aventuras. E também escrito para agradar o público juvenil e adulto.

O livro Raízes e Asas terá uma possível continuação?

Sabe que já pensei sobre isso? Porque quando você escreve um livro sempre sobra material para outro, porque também pesquisamos bastante e as idéias surgem em quantidade. Esbocei uma possível história no mesmo universo de Branno, focando a história em outro personagem, fazendo paralelos com a história do primeiro livro. Mas o fato é que este empreendimento só seria viável com o sucesso do primeiro livro e se o público leitor de Raízes e Asas assim o desejasse.

O livro, em alguns pontos, aborda alguns termos, que eu diria religiosos. Esse fato é verídico e tem a ver com a religião que você segue?

A questão existente no livro é bem mais reflexiva, embora esbarre na espiritualidade dos personagens. A história propõe que decisões sejam o resultado de reflexões conscientes e que a felicidade seja encontrada na realização de nossos sonhos e construída de forma cooperativa. Somos parte de um planeta e uma sociedade. Não estamos sós. Nossos cientistas já descobriram que a teia da vida é muito mais complexa do que imaginávamos. Precisamos evoluir como espécie e como indivíduos. Não há mais espaço para o egoísmo, a violência e o capitalismo selvagem, depois que descobrimos que, de fato, colhemos o que plantamos (seja a radiação das bombas lançadas, o efeito estufa decorrente do desequilíbrio que provocamos no planeta, a corrupção decorrente da Lei de Gérson, a infelicidade social resultante da massificação excessiva, ou mesmo a destruição pessoal através do consumo de drogas). Nossas ações, conscientes ou não, refletirão em nossas próprias vidas. É preciso que estejamos conscientes e preparados para suportar as consequências de nossas decisões. Então, respondendo à sua pergunta, a questão espiritual dos personagens tem a ver com a própria vida de cada um deles e a superação de suas dificuldades. Não é decorrente de uma religião organizada.

Quais são os seus escritores prediletos?

Inúmeros. Alguns deles que me lembro agora: J.M. Simmel, Júlio Verne, Asimov, Arthur Clarke, Monteiro Lobato, Sidney Sheldom, Robim Cook, Huxley, Oscar Wilde, Olavo Bilac, Machado de Assis, Marcelo Rubens Paiva, Marion Zimmer Bradley, Tolkien, etc.

Quais são os seus livros prediletos?

Fim de Caso, a trilogia Senhor dos Anéis, O Fim da Eternidade, A Noite dos Tempos, Nós Robôs, Memória Póstumas de Brás Cubas.

Deixe uma mensagem para os seguidores do blog Nessa News.Leiam muito. E leiam também os autores nacionais contemporâneos. Há muitos livros instigantes de autores nacionais a serem descobertos. Nem sempre eles estão na mídia. Mas é possível encontrá-los pela internet. Divirtam-se com suas leituras. E como estamos em época natalina, Feliz Natal e Próspero Ano Novo a todos.

2 comentários:

  1. O livro "raizes de asas" parece ser bom :)
    gostei da entrevista! é bom conheçer um pouco mais sobre os escritores.

    bjs


    blogbibliomania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. O livro é ótimo Guilherme! Já li, fiz a resenha e aprovo 100%. Cheguei até me emocionar ao decorrer da história.
    Abraços!

    ResponderExcluir