11/02/2011

TEXTO: Era Tão Leve Que Se Foi... - Antônio Brás Constante

Boa noite pessoal! Segue mais um texto do autor parceiro do blog, Antônio Brás Constante. Um ótimo final de semana para todos! Beijinhos!




ERA TÃO LEVE QUE SE FOI...
(Autor: Antonio Brás Constante)

Leve como a pluma, roupagem de alguma ave que agora em liberdade, segue sozinha a voar. Levada na incerteza do vento a lhe carregar;

Mas leve ainda é o vento, andarilho invisível, que corre o mundo, os campos, os mares. Corre leve soprando sua brisa para todos os lugares, no rosto dos que sonham;

Os sonhos inexistentes ao mundo, escondidos em mentes inconscientes, esperam o adormecer para enfim despertar;

Os sonhos nos levam como plumas carregadas pelo vento. Nos levam tão leves até onde os pensamentos conseguem alcançar;

Os sonhos eram meus olhos nos seus olhos, leves como as plumas, os ventos, os pensamentos, levando dentro de meus sonhos o seu lindo olhar... Que se foi...

8 comentários:

  1. Gente, que lindoooooo esse texto!
    Os sonhos nos levam como plumas carregadas pelo vento. Nos levam tão leves até onde os pensamentos conseguem alcançar; Essa parte eu amei!! Beijoss

    Luiza,
    Express Coffee

    ResponderExcluir
  2. Ah que texto lindo Vanessa, amei! Alegrou a minha noite.

    Bjs, Iza :)

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz que tenham gostado do texto meninas! Ele é um sopro de brisa suave para abrirmos esse final de semana com chave de ouro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Vanessa, indiquei um meme que fiz, para você responder.
    http://migre.me/3RMn1

    Beijo! (:

    ResponderExcluir
  5. Achei mega fofo o texto e ADOREI a imagem que você escolheu para acompanhar, ficou perfeita *-*

    Beijocas!
    Juh Oliveto
    Livros & Bolinhos ~

    ResponderExcluir
  6. Fico feliz que tenha gostado do texto Juh!
    Beijos!

    ResponderExcluir