05/06/2011

RESENHA: Centúrias - Bruna Longobucco

O livro Centúrias, de Bruna Longobucco, nos conta a estória da adolescente Aylá, que tem uma vida bem agitada e até mesmo de nômade, já que sua mãe, Valentina, vive se mudando de uma residência para outra. Em uma dessas mudanças, Valentina parte junto com Aylá para a cidade de Pitfal, sua terra natal. Os ares de Pitfal, logo no primeiro momento, causam estranheza em Aylá, porém, com o passar do tempo, ela se encanta com a magia e os mistérios do local.


Aylá é fissurada em livros e logo descobre um refúgio na biblioteca de Pitfal. Em uma de suas idas, ela se surpreende com um moço alto, moreno, de cabelos lisos e pretos e profundos olhos azuis, Igor Telfort. Apesar de ambos não darem o braço a torcer, o romance se inicia de forma fulgaz e intensa.


Em meio a todo esse cenário, vem a tona uma guerra de grandes proporções entre dois clãs de bruxos: Centúrias e Dargais. O clã das Centúrias é composto por bruxas do bem, que pregam o amor e o respeito pela natureza. Já o clã dos Dargais pertence as sombras, provoca inúmeras maldades e querem corromper tudo o que é bom e belo.

Os animais, na trama, surgem de uma forma alegre e divertida, principalmente o casal de gatos Nékar e Tami, a coruja Itira e o cavalo Tornado, que podem se comunicar com os bruxos, desde que eles assumam a sua verdadeira natureza. A estória de Bruna Longobucco é cativante, autêntica e repleta de misticismo e bruxas. Um romance poético e muito fofo, com uma boa dose de sobrenatural. Recomendo a todos!

Um comentário:

  1. Eu adorei esse livro!

    Parabens pela leitura e pela resenha!

    beijoss

    ResponderExcluir