03/08/2011

RESENHA: Horizontes Vocação - Roberto Laaf

Em  Horizontes Vocação, segundo volume da trilogia Horizontes, de Roberto Laaf,  a vida conturbada da veterinária Ana Clara continua, em meio a muito realismo e violência urbana. No primeiro volume da saga, Ana tinha premonições com a sua melhor amiga e também veterinária Clarisse. Agora, o seu dom revela fatos macabros com o agente do governo Eduardo, um homem encantador e completo cavalheiro, que consegue fisgar o coração de Ana Clara.


Ana odeia o seu dom e deseja muito se ver livre disso. Porém, Eduardo a incentiva a usar a sua clarividência para o bem, ajudando a polícia, e assim, evitando homícidios. Ana fica relutante, mas no fundo, pensa muito a respeito.


Porém, não é só Eduardo que corre perigo - Clarisse ainda continua na mira de um assassino. Clarisse está namorando com o policial Wagner e incentiva Ana para que o seu romance com Eduardo finalmente aconteça. Os dois casais marcam um passeio pela Lagoa Rodrigo de Freitas, e acabam vítimas de um fogo cruzado entre bandidos, traficantes e policiais. 


Os sentimentos de crueldade, vingança, rancor, ganância e desprezo pela vida permeiam a estória, trazendo a realidade com todas as letras. Brigas entre milícias, troca de favores, queima de arquivo, enfim, coisas bem presentes no nosso cotidiano. Muitas cenas de violência estão presentes no livro, nem um pouco diferente daquelas que presenciamos nos meios de comunicação.


A trama de Roberto Laaf é bem amarrada e continua emocionante assim como o primeiro volume, Horizontes Revelações. Ana Clara se torna uma personagem ainda mais forte e corajosa, lutando incansavelmente por aqueles que ama. Recomendo a todos e estou super ansiosa pela continuação, Horizontes Processo Seletivo.

2 comentários:

  1. Fiquei ainda com mais vontade de ler os livros da trilogia depois dessa resenha.

    Lucy
    http://conformealetra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que legal!

    Não conhecia esse autor, nem os livros... Mas gostei! Vou prestar mais atenção quando cruzar com ele por aí!

    Beijos

    ResponderExcluir