20/07/2012

Resenha: Pollyanna - Eleanor H. Porter

Título original: Pollyanna
Gênero: Literatura infantojuvenil
Páginas: 192
Editora: Martin Claret
Classificação: 5/5
O livro de Eleanor H. Porter nos conta a história de Pollyanna, uma garota órfã de 11 anos, que passa a morar com a sua tia, Miss Polly Harrington, na pequena cidade de Beldingsville, na Nova Inglaterra. Miss Polly é uma mulher fechada e até mesmo amargurada, e não consegue demonstrar afeto por ninguém, nem mesmo por si própria. Ela é a única parente viva da garota, e não contesta sua tutela, apesar de tratá-la com severidade e rigidez.

Pollyanna é uma garota cheia de vida e irradia luz e alegria por onde passa. Ela consegue enxergar o ponto positivo de todas as coisas, por mais calamitosa que seja a situação. Otimista extrema, a palavra tristeza não existe em seu vocabulário, e assim como a água, ela contorna todos os obstáculos a sua frente, superando todas as negatividades na sua busca certeira pela felicidade.

Nem os castigos de sua tia e sua rigidez conseguem afastar o bom humor da garota, e sua alegria é contagiante. Com o seu "jogo do contente", ela conquista todos ao seu redor, além de ensiná-los uma verdadeira filosofia de vida . Nancy, a empregada de Miss Polly, é uma das primeiras a serem contagiadas pela sua presença, e sente uma transformação intensa em sua vida. Com o passar do tempo, toda a cidade de Beldingsfield se rende a doçura e magia de Pollyanna.

Pollyanna é um clássico da literatura infanto-juvenil de 1913, e nos apresenta uma das primeiras heroínas infantis. Uma história surpreendente e mesclada por amor, amizade e transformação, de forma intensa e linguajar claro.

Pollyanna é uma garotinha sensacional. Humilde, bondosa e generosa, faz de tudo para brotar o sorriso no rosto de alguém, independente de quão árdua seja essa tarefa. Em tudo ela encontra motivos de felicidade e agradecimento, e encanta o leitor com seu jeito alegre e angelical. Ela consegue transformar água em vinho com sua doçura e persistência.

Um livro lindo, emocionante e que exala otimismo em cada página. A autora conseguiu construir uma história incrível, dotada de muito sentimentalismo e positividade. É impossível não refletir junto com Pollyanna acerca da vida, e quando menos esperamos, lá vamos nós nos entretendo com o "jogo do contente" também. Leitura mais do que recomendada!

18 comentários:

  1. Vanessa!
    Esse livro que permeia minha vida desde criança, que me fez ver qual o real objetivo da vida.

    FELIZ DIA DO AMIGO!!

    "AMIGO, palavra tão fácil de se escrever e pronunciar, mas tão difícil de ter. AMIGO, é aquele que nos ampara nos momentos difíceis, é aquele que nos crítica nos erros e fraquezas, é aquele que não engana, que não elogia para não explorar. AMIGO, é aquele que sente a nossa ausência e chora quando choramos."

    Vim desejar alegria, felicidade e muito amor no coração e um final de semana iluminado, cheio de carinho e felicidade!!
    “Crer, é tornar possível o impossível.”
    Carinho não tem preço, doe-se.
    Blogueiras Unidas 1275!
    Luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Cadê o recomendo com certeza? Marca registrada sua rsrsrs
    Ótima resenha o livro passa exatamente o que vc descreveu, eu li esse livro criança e lembro que tentei por um tempo fazer o jogo do contente , mas só deu certo por um tempo! rs Depois eu li Pollyana Moça que gostei muito!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu quero ler, gostei muito da resenha Nessa, e quero fazer o "Jogo do contente" também rsrrss.
    Parabéns pela resenha Nessa, adorei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Desde um tempinho já que tenho vontade de ser esse livro, parece ser realmente ótimo, só encontro resenhas super positivas dele, e o quanto as pessoas se sentem bem depois que o lê.

    Beijos, Izabela :)

    Caderno de Resenhas

    ResponderExcluir
  5. Oi Van! O livro parece legal, parabéns pela resenha!

    Bj!

    ResponderExcluir
  6. Oi nessa!
    Eu li esse clássico a muito muito tempo, quase nem lembro mas da estória, mas gostei bastante!
    Parabéns pela resenha!

    Tem selinho pra você lá no blog.
    BeijoS
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Esse foi um dos meus primeiro livros que li na vida, depois do Pequeno Príncipe e Uma rua como aquela kkkkkkkk tem esse e o Polianna Moça, que me iniciou em romances históricos, kkkkk são lindos os livros... Deu vontade ler de novo!!!!

    ResponderExcluir
  8. Ola nessa gostei muito desse livro eu recomendo.

    ResponderExcluir
  9. Oie, Van :)
    Amiga esse é um dos livros mais preferido de todos os tempos! rs
    O livro é simplesmente perfeito /0/
    Amei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oie amiga.Parabéns pela resenha.
    Faz algum tempo que quero ler esse livro.E depois dessa resenha quero muito ler.
    Está na minha listinha com certeza.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Nessa,

    Não conhecia esse clássico e eu goto muito de clássico e de literatura juvenil...gostei da sua resenha e já vai para a minha estante...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Meu jeito de encarar o mundo mudou depois de ler esse livro, passei a jogar o jogo do contente sempre que posso. Realmente o livro é uma explosão de otimismo a cada página. Também fiz uma resenha desse livro no meu blog.

    www.comchocolatequente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. quando eu tava na 4ª série a professora leu esse livro pra nós. Ñ lembro mt bem da história, mas lembro q o livro era mt bom!!!!

    ResponderExcluir
  14. Martin tá ahazando com isso. *O8


    Bacio, Selene Blanchard
    MODA E Eu
    Modaeeu.blogspot.com
    Espero sua visita

    ResponderExcluir
  15. Oi amiga, tempo que não passo por aqui...

    Pollyanna é uma história linda. Impossível não conquistar o leitor. Preciso de mais livros assim. Vai para a pilha da releitura. =D

    ResponderExcluir
  16. Essa história é tão linda *-*'
    Parabéns pela resenha Vanessa.
    Beijos

    http://descobrinasentrelinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Primeiramente, parabéns pela resenha!
    Mas eu não sei se lerei esse livro. Não gosto de protagonistas como a Pollyanna, boazinhas demais.
    Mas gostei de saber seu ponto de vista.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  18. Ah este livro é muito fofo! Li na minha adolescência!! Ou seja, faz tempo... Mas nunca me esqueci... Excelente resenha!

    ResponderExcluir