09/09/2012

Resenha: A Mulher de Preto - Susan Hill

O livro A Mulher de Preto, de Susan Hill, nos conta a história do jovem advogado Arthur Kipps. Arthur foi enviado pela empresa em que trabalha para a cidade de Crythin Gifford, com o intuito de cuidar dos documentos e de outros papéis importantes da recém-falecida Alice Drablow. Alice era uma viúva solitária e idosa, que vivia na afastada e soturna Casa do Brejo da Enguia. 

Conforme passa a trabalhar na Casa do Brejo da Enguia, Arthur vai presenciando fatos estranhos e sobrenaturais. Também percebe que a população de Crythin Gifford evita tocar no assunto e se amedronta bastante. Muitos segredos pairam sobre o local, em sua maioria, macabros. 

O medo toma conta de Arthur quando ele presencia o fantasma de uma mulher pálida, de semblante duro e vestida de preto, no enterro de Alice Drablow. Essa é a primeira das visões que o jovem advogado tem com o fantasma, de aspecto sombrio, e que demonstra uma sede implacável de vingança.

A Mulher de Preto foi um livro que me causou bastante interesse, principalmente após assistir o filme, mas que não superou em absolutamente nada as minhas expectativas. Esperava uma história de terror, dessas que te causam arrepios durante a leitura, e não encontrei nada disto no livro de Susan Hill.

Arthur é um rapaz recém-formado e que tem nas mãos uma ótima oportunidade para exercer a sua profissão, e de quebra, conquistar seus superiores. Sua chegada na cidade de Crythin Gifford acontece de uma forma  estranha. Os habitantes do local o tratam de um modo nada amistoso e procuram não cooperar em nada para com o seu trabalho.  Quando ele começa a analisar a papelada de Alice Drablow, percebe vários segredos envolvendo aquela família, e muita mágoa entre os envolvidos. Conforme ele começa a colher mais provas, passa a se angustiar com o fantasma da mulher de preto, que o assombra a todo instante.

A história é muito bem detalhada, mas não passa disso. As cenas vão sendo descritas de uma forma  envolvente, mas que quando alcança o desfecho do ato, não convence. O cenário e o momento são propícios para o terror, mas o mesmo não acontece. O fantasma da mulher de preto não causa medo, arrepio, nada...

No filme, consegui sentir um pouco mais de suspense e levar até alguns sustos, mas o final do longa foi bastante decepcionante também. Mesmo assim, creio que o filme assusta bem mais do que o livro. A única parte no enredo de Susan Hill que achei macabra foi o final, e, entretanto, se desenvolveu de forma tão rápida e apressada que acabou não salvando a trama.

A Mulher de Preto é um livro razoável, mas para quem espera um bom enredo de terror, não é uma boa pedida. Aconselho que leiam os livros de Stephen King, dentre eles, O Cemitério Maldito e O Iluminado, e realmente se arrepiem. Há quem tenha gostado do livro, e por isso, na dúvida, leia a obra e tire suas próprias conclusões.

Confiram o trailer do filme A Mulher de Preto:



19 comentários:

  1. Como todo mundo que me conhece sabe, esse gênero não me chama muito atenção apesar de estar em alta no mercado. Mas sua resenha como sempre foi muito bem escrita. Parabéns. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. eu vi o filme obrigada, morri de medo e achei muito ruim o final ç.ç

    ResponderExcluir
  3. As vezes um livro de terror, não causa tanto medo do que um filme, em relação a filme vc tem a visão, em livro vc usa bem mais imaginação, claro se comparar com Stephen King é praticamente uma covardia, ele é praticamente o mestre de livros do gênero.

    Mas realmente esse tipo de leitura não é muito das minha preferidas.

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti ao filme e até gostei, mas achei bem fraquinho em comparação com outros filmes do gênero. Quero ler o livro e todas as resenhas que vi até agora foram mais negativas do que positivas.

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  5. Haha, não sabia que era um livro :O tenho o filme aqui em casa, mas nunca assisti :/
    otima resenha Nessa!

    beijos,
    Letícia - Céu de Letras

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa, assisti o filme e tb não gostei do final. Pena que o livro não supera as expectativas de quem espera um bom terror de arrepiar.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa!
    Assisti ao filme, então não tenho vontade de ler o livro.
    E, pela sua resenha, notei que realmente não vale muito a pena... :/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Que saquinho, eu estava em dúvida se deveria ou não comprar esse livro, até porque estou atrás de um pouco de terror ultimamente... sabe, nada muito aterrorizante (ou não durmo direito depois, rs) mas que dê uns arrepios! Achei que seria esse, mas pela sua resenha não foi dessa vez =\

    Ótima resenha!

    Beijão
    www.desigusson.com

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei muito do livro. Lembrou Shirley Jackson e Sara Waters. O medo atinge cada um de uma maneira diferente e para mim, a fina linha que separa sanidade e loucura ou o poder destrutivo dos sentimentos mesmo depois da morte, assusta o suficiente.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Gostei muito de sua resenha!!
    Já faz um tempinho que eu quero ler este livro, parece ser bom!!
    Gosto dessa capa, eu acho ela diferente!!

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2012/09/novas-parcerias.html

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Já me falaram que esse livro não era muito bom mesmo. Não sei se leria. Fiquei um pouco receoso, confesso.
    Mas gostei muito da resenha.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Oi..

    Eu vi que tem um filme desse livro, mas ainda não li e muito menos vi o filme.. E pela a sua resenha considero que o livro deve ser bom, mas não sei se eu leria ele.

    ResponderExcluir
  13. Poxa eu detestei o final!!!!! Me senti perdendo tempo, apesar disso acho que ele convenceu no papel de um homem mais velho.
    Bjocasss

    ResponderExcluir
  14. Oi Nessa,
    Não sei não se quero ler esse livro, com tantos lançamentos e livros vindo ai, esse parece que não vai prender minha atenção. E amei sua opinião sincera, é assim mesmo que se resenha uma obra.

    Beijoaks elis!!!
    http://amagiareal.blogspot.com.br/ Me visita?

    ResponderExcluir
  15. Eu sou totalmente medrosa para filmes de terror e suspense, mas pelo que você disse em sua resenha, não parece ser algo que realmente nos assuste. Uma pena!
    O livro já não fazia o meu estilo, depois de ler sua resenha, acho que não vou perder meu tempo com ele nesse momento. Talvez mais pra frente, quem sabe.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  16. Oie querida =)
    acredita que assisti esse filme?
    sim, assisti já que foi escolha da minha afilhada em uma trade de DVD rs
    E para minha surpresa não fiquei com medo, bem só em um momento, mas por conta do grito que ela deu e não pelo filme kkkkkkkkk
    Enfim, como não me assustei quero ler o livro |õ|
    beliscões

    ResponderExcluir
  17. eu até queria ler o livro mas depois de sua resenha desanimei
    otima resenha *-*

    ResponderExcluir
  18. Assisti o trailer e achei bem meu estilo, sempre aposto nos livros, por serem mais completos.
    Bom, mas como você disse ser razoável, creio que a leitura será adiada por enquanto.
    Não deixarei de ler, mas a expectativa será menor agora.
    Valeu
    Ni
    @Ciadoleitor

    ResponderExcluir