24/09/2012

Resenha: Paixão Sagas 2 - Abby Green e Robyn Grady

O livro Paixão Sagas 2 nos traz duas histórias distintas entre si: Noiva Roubada, de Abby Green e Dupla Conquista, de Robyn Grady e pertence a coleção Fama e Poder.

Em Noiva Roubada, de Abby Green, conhecemos a história de Sebastian Wolfe, dono de uma influente rede de hospedaria. Pertencedor de um rico patrimônio, não consegue se envolver emocionante com ninguém, devido a feridas de seu passado. Ele presencia a (quase) cerimônia de casamento da estrela indiana de Bollywood, Aneesa Adani, em um de seus hotéis. Mas ao contrário de muitas noivas, aparentemente felizes e emocionadas, Aneesa carrega um semblante pesado, como se estivesse prestes a ser levada para um matadouro. Quando o casamento está quase sendo consumado, ela foge do altar e acaba buscando abrigo justamente no quarto luxuoso de Sebastian. Ele se sente fortemente atraído pela atriz indiana e resolve escondê-la em sua cobertura, e assim, aproximá-la irresistivelmente de seu coração.


Nesta primeira história, achei que faltou um pouco mais de desenvolvimento no enredo. Os personagens não conseguem conquistar, além de possuírem temperamentos muito fracos e nada marcantes. Sebastian oscila de humor a todo momento, ora querendo a companhia de Aneesa, ora a rejeitando de forma grosseira e rude. Ela, por sua vez, carece de personalidade, aceitando suas meias desculpas sem pestanejar. Algumas das citações da narrativa também foram muito forçadas, exageradas, como por exemplo esta: "Quando ele removeu a cueca, fogos de artifício explodiram atrás dos olhos de Aneesa...". e " Seu coração batia aterrorizadamente..." (se referindo a uma cena de pura excitação entre o casal), pelo menos, na minha opinião.

Já em Dupla Conquista, de Robyn Grady, vislumbramos a história do piloto automobilístico Alex Wolfe. Amante de uma boa adrenalina e ilustre campeão, encara tudo como um desafio e não aceita derrotas, fora e dentro das pistas. Porém, durante um acidente, acaba sofrendo uma forte lesão no ombro, que se não for devidamente reparada, pode destruir sua carreira. Para isso, ele conta com a ajuda da fisioterapeuta Libby Henderson, que trabalha incansavelmente em sua recuperação. O que seria uma relação estritamente profissional acaba tomando outras proporções, fazendo com que Libby vivencie um dos maiores desafios de sua vida.

Nesta segunda história, percebemos uma trama mais amarrada e sólida. Os personagens tiveram suas características emocionais expostas de forma abrangente e precisa. Alex é romântico, cavalheiro e sabe tratar uma dama com todo o requinte necessário, mesmo tendo um passado atormentado por problemas familiares. Libby é uma mulher guerreira e um verdadeiro exemplo de superação. Juntos, eles formam um casal maduro e encantador, e com cenas de tirar o fôlego. 

Como puderam reparar, gostei apenas da história de Robyn Grady, que foi bem trabalhada, desde os personagens até o romance em si. Noiva Roubada foi muito água com açúcar e passou longe dos elementos que acho fundamentais em um bom enredo, como personagens bem centrados e uma narrativa envolvente. Mas vale a pena dar uma chance ao livro, principalmente pela história de amor de Alex e Libby que não decepciona.

19 comentários:

  1. Nunca li nenhum livro dessa editora
    Mas só pelas resenhas, fico na vontade

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. né quem sabe eu nao dou uma chance pro livro né ^^

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que uma valeu a leitura.
    Bjs, Rose:0

    ResponderExcluir
  4. Gostei das resenhas amiga, excelentes. Você expressa porque gostou da segunda história e não curtiu a primeira. E realmente que negócio é este de tirar a cueca e ver fogos de artifício? Afffão! Concordei... Se eu for ler vou pular a primeira história e ler somente a segunda que é bem minha cara!

    ResponderExcluir
  5. Adorei a sinopse e acrítica do livro, mas não o encontrei para compra-lo, vc poderia passar uma indicação ou link de um lugar para adquiri-lo? Desde já obrigada

    MEU BLOG: http://www.meuamorpeloslivros.blogspot.com.br/

    abraços

    ResponderExcluir
  6. Talvez para algumas pessoas essa nova coleção tenha agradado, eu detesto livros com 2 histórias e não compro de jeito nenhum.Posso até ler mas quando achar na-versão-não-pronunciável (gratis) rsrs.


    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A julgar pela capa, nunca leria esse livro..
    Como a narrativa não prende, aí é que fiquei menos interessada ainda rsrsrs

    Parabens pela resenha!

    Bjoka
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  8. Nunca li livros com esse tipo de história, esse livro seria romance de banca? É um gênero que anda me despertando a vontade de conferir.

    ResponderExcluir
  9. Nossaaa, olha quem está resenhando romances de banca... RS

    Brincadeira. Então, não sou fã dessa série paixão. Prefiro os históricos e aquela série grandes sucessos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Ivi! Você consegue comprar Paixão Sagas 2 no site da Harlequin Brasil: http://loja.harlequinbooks.com.br/
    E Fernanda, é um romance de banca sim, mas infelizmente, não um dos melhores. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. valeu... vou procurar agora mesmo!!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa, fico impressionada com a maneira que escreves a resenha. Consigo entender perfeitamente o que o livro nos conta...Infelizmente, não sou acostumada a ler livros assim mesmo ><

    Beijocas!
    http://foolishhappy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu estou lendo essa Saga da Família Wolf e estou gostando muito.
    Adorei a sua resenha !!

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Nessa,

    Não conhecia o livro, mas confesso que não faz muito o meu estilo romances muito melados, mas achei interessante, mas não gosto das capas...parabéns pela resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Bela resenha! O Sebastian me lembrou um pouco o Daniel de Fallen, pela oscilação de humor. Nunca li os romances da editora Harlequin, mas eles parecem ter uma essência diferente dos que estou acostumada .

    ResponderExcluir
  16. Livros da série Paixão é igual a Kinder Ovo, nunca sabemos que iremos encontrar, temos algumas autoras consagradas, mas na grande maioria por serem livros mais fininhos as histórias não são tão elaboradas mesmo, da grande maioria serve para distrair e aumenta a lista de livros lidos no skoob kkkkkkkkkkkkkkkk

    Agora "Quando ele removeu a cueca, fogos de artifício explodiram atrás dos olhos de Aneesa...". e " Seu coração batia aterrorizadamente..." kkkkkk só faltou uma deusa interior kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  17. ownn, que resenha amiga, deu vontade de está lendo um livro de banca agora, faz tanto tempo que fiz isso! assim que terminar os que estou lendo irie pegar um .. bjs

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Sempre há um romance água com açúcar. Mas a outra história parece ser interessante. Fiquei curioso.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  19. Odeio admitir isso, mas tenho meio que um preconceito com romances de banca. Eu olho e não sinto a mínima vontade de ler, por mais que todo mundo fale como são maravilhosos.
    Adorei sua resenha, flor. Muito bem feita.
    Beijos.
    http://vidadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir