29/11/2012

Resenha: Lendas Sagradas - Gilson Pinheiro

Edição: 1
Ano: 2011
Gênero: Ficção, literatura brasileira
Páginas: 448
Editora: Novo Século
Classificação: 5/5
O livro Lendas Sagradas, de Gilson Pinheiro, nos conta a história do médico Luigi, que vive em Perugia, Itália, com a sua esposa Giulia e sua filha Lorena, e se passa no final do século XX. Uma tragédia sela para sempre o destino da pacata família italiana: a filha do casal é sequestrada  pelos membros da Ndrangheta, a temível Máfia Calabresa, e é brutalmente assassinada. O crime chocou a bucólica cidade, não só pela gravidade da situação, como também pela impunidade dos responsáveis.


Passam-se 15 anos e a revolta de Luigi não cessa. Hoje ele é um homem separado e amargurado, que viu escorrer pelo cano toda a felicidade e alegria que encontrou no seio do lar. Solitário, contando apenas com a companhia de seu cachorro, ele dedicou os últimos anos de sua vida na criação do Cilindro da Verdade, um Inibidor de Impulsos Cerebrais que desvenda a mente do ser humano, trazendo à tona os mistérios e segredos mais profundos. Tal invenção passa a ser utilizada pelo Poder Judiciário da Itália, visando revelar crimes e assassinatos e se mostrando bem eficaz.

Luigi confeccionou o Cilindro da Verdade tentando solucionar o crime que abalou sua vida, mas o projeto vai muito mais além. Durante um experimento com pessoas portadoras da Síndrome de Down, verdades ainda mais ocultas vieram à tona, contradizendo fatos bíblicos, e inclusive, a famosa aparição de Nossa Senhora para os três pastorinhos, em Fátima, Portugal.

Um empresário de sucesso do ramo da comunicação, Gualtiero, resolve patrocinar o projeto de Luigi, e propõe ao mesmo que ele revele as descobertas feitas a respeito da Bíblia em um livro, intitulado Lendas Sagradas, o qual promete ser um grande best-seller, alcançando o mesmo patamar de outras obras famosas, como até mesmo, O Código Da Vinci, de Dan Brown.

A Santa Sé, assim que toma conhecimento dos fatos heréticos, aos quais associa ser uma empreitada de Satanás para abalar a fé da humanidade, resolve enviar o Cardeal Hendrik para persuadir Luigi a não publicar a obra. O encontro do clérigo com o médico se revela algo surpreendente, e traz à luz fatos históricos que, segundo o Cilindro, foram completamente distorcidos ao longo dos séculos, se tornando completamente incontestáveis para a Religião Católica, já que destroem todo o contexto do cristianismo até aqui.

Lendas Sagradas é um livro inteligente, bem estruturado e com personagens muito bem confeccionados e tecidos na trama. O tema é polêmico, já que desmitifica grandes apanhados bíblicos, como as histórias de Sodoma e Gomorra, Sansão e Dalila, dentre outras. Fica claro que Gilson Pinheiro utilizou em grande escala de seu conhecimento como historiador para criar um enredo interessante e bem elaborado, pesquisando a fundo a temática abordada, com afinco e destreza. 

Luigi é um homem que tinha uma vida plena e feliz ao lado de sua família, vivendo em constante harmonia e felicidade. Depois do sequestro de Lorena, que a vitimou fatalmente, viu tudo ao seu redor ruir. Ver a impunidade daqueles que assassinaram friamente sua filhinha querida, foi o que mais lhe abalou, lhe despertando um ódio profundo, voraz. Tentando fazer justiça com as próprias mãos, mas de uma forma inteligente e limpa, ele se dedica com afinco ao Cilindro da Verdade, buscando punir os responsáveis.  Sua criação se torna ainda mais abrangente, rasgando véus e descortinando histórias primordiais.

"Foi então que cheguei a uma melancólica conclusão: a morte é uma vicissitude inerente a todos os seres vivos, mas os filhos deveriam ser imunes a ela, pois são gerados para garantir a perpetuação das espécies, e não poderiam abandonar o corpo físico, antes da ausência terrena dos pais. É inútil contestar a lei divina que rege o universo, pois nós, humanos, podemos compreender apenas uma fração dos seus desígnios".
Os embates religiosos entre o Cardeal Hendrik e Luigi foram bem arquitetados, repletos de elementos convincentes de ambos os lados, e detalhados de uma forma inteligente e esclarecedora. Arrisco dizer que tal debate se tornou o ápice da história e me deixou completamente empolgada e ávida.  O desfecho final me deixou estarrecida, tamanha a profusão que os fatos tomaram.

Narrado em terceira pessoa, de forma sucinta e clara, Lendas Sagradas é um livro muito interessante e que desperta curiosidade abrupta em seu leitor. A diagramação da obra está muito boa e a capa, além de bonita, combinou bastante com o tema tratado. Recomendo sim, com toda a certeza!

33 comentários:

  1. Ótima resenha nessa, Parabéns! Não conhecia a obra e me interessei muito. Realmente um desejo de descobrir o que se passa entre as páginas desse livro foi despertado em mim, com o decorrer da leitura da sua análise. Curti muito!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. quero ler este livro parace bem movimentado :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa!
    Eu não imaginava que esse livro pudesse ser tão bom. Fiquei completamente curioso e quero muito lê-lo agora.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Oie!!!
    Nossa que livro diferente, fiquei muito curiosa com essa história, sua resenha tb arrasou neh, que conta os mistério sem dizer o que foi descoberto rsrs
    Pq eles faziam os tentes em portadores da síndrome de down?? Achei isso meio cruel, mas deve ter uma explicação neh
    Fiquei muito interessada nesse livro, adorei o código da Vinci.
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Parece bem bom, fiquei interessada em ler.

    shelikesrockn-roll.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Esse é um dos temas que adoro, mesmo se não há romance... Cara, sou louca por tudo que especula e estuda fatos e artefatos religiosos! Adorei a resenha... Sou fã de filmes e livros como O Código da Vinci, Anjos e Demônios e Stigmata... Stigmata é o meu preferido... Vai pra lista com certeza...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Nessa,

    Mais um livro que fico conhecendo aqui no seu blog e gostei bastante...não sou fã da capa, mas a história me parece legal...parabéns pela resenha....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  8. Oi Van*
    Adorei sua resenha!! O tema deste livro é interessante! Ainda não conhecia o livro!
    Essa capa é diferente, mas gostei!!

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oie amiga.
    Amei a resenha.Não conhecia esse livro,mas agora me interessei em ler.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia esse livro, mas parece ser muito bom, parabéns pela resenha Nessa, fiquei bem curiosa!

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  11. Hum....que beleza de resenha e me interessei pelo livro não conhecia esse escritor ;)

    bjinhos

    ResponderExcluir
  12. Ultimamente estou lendo muitos livros relacionados a Itália, acho que esse vai ser mais um...Ótima resenha, Nessa! Parabéns!
    Xoxo
    http://foolishhappy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Parabéns pela resenha, Nessa! Vou procurar esse livro, parece ser muito bom mesmo! =D

    Beijão
    www.desigusson.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Nessa!

    Adorei a resenha e fiquei bem curiosa para conhecer o livro, adoro livros onde dá para perceber que o autor realmente pesquisou sobre o assunto tratado e sendo algo polêmico me deixa com mais vontade ainda.

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  15. Oi Nessa,

    Ótima resenha, mas não acho que esse seja o tipo de livro que me agrada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi vanessa, gostei da resenha, até que enfim leio algo relacionado com esse livro, sempre via ele em marcadores e tal, mas nunca de fato li algo sobre ele. A narrativa parece ser interessante, mas não me interessei muito, talvez eu leia, mas não agora. A capa realmente é muito doida.

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com

    ResponderExcluir
  17. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  18. Nao conhecia esse livro e pela resenha parece ser ótimo!
    Parabens!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  19. Ainda não tinha ouvido falar nesse livro, mas parece ser ótimo, adoro teorias da conspiração, quando bem explorado o estilo pode gerar ótimoas história; nas mãos de um autor habilidoso, o que parece ser o caso, esse tipo de trama se torna totalmente empolgante. Bela resenha, realmente despertou o meu interesse pela história.

    ResponderExcluir
  20. Oi Nessa,

    Já tinha visto o livro por ai, mas sem ler a sinopse e algumas resenhas.
    Sua resenha me deixou bastante curiosa por essa leitura.
    Beijos
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi, oi!
    Achei muito interessante a premissa do livro e fiquei empolgada com seu contentamento perante ela. Acho que leria sim.
    Parabéns pela resenha; gostei muito!
    Tem um meme no meu blog (Sete Vidas) pra vc:
    http://sete-viidas.blogspot.com.br/2012/12/meme-eu-e-os-livros.html
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  22. Gostei da abordagem do livro, adoro esses debates religiosos. Mais um para estante.

    ResponderExcluir
  23. Esse é o tipo de livro que gosto de ler. Sua resenha deixou-me curiosíssima e agora vou ter que ler o livro de qualquer jeito. Vou ver se encontro na livraria e se não achar, vou procurar na internet.

    ResponderExcluir
  24. Parece ser um livro em diferente... apesar de não ser o do tipo de livros que eu leio, fiquei bem curiosa para saber mais sobre o livro. ja esta na minha lista de leitura.. =)
    Ótima resenha..

    ResponderExcluir
  25. Oi Nessa!

    Esse livro me lembrou um pouco Anjos e Demônios e também A Conspiração Franciscana, pois ambos se baseiam em fatos convincentes para esclarecer alguns mistérios da Igreja Católica. Sou um pouco preconceituosa com esses tipos de livros, às vezes acho que não é muito bom mexer demais nesses assuntos em uma era em que as pessoas estão encontrando dificuldade em crer em algo que esteja além de sua compreensão... Talvez o fato de eu ser católica também me deixe um pouco turrona, hehehe, mas igual, gostei do livro, vou tentar ganhar... gosto de ler de tudo igual, já comecei várias leituras com o pé atrás e acabei gostando um monte -- e o dois que citei antes são exemplos disso.

    ResponderExcluir
  26. Boa resenha, fiquei curioso, tbm vou por na minha lista

    ResponderExcluir
  27. Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas....

    ResponderExcluir
  28. Não tinha ouvido falar ainda, mas parece bom. Vou procurar ele depois.

    ResponderExcluir
  29. Nossa, gosto de livros sobre Mafia *---*
    acho super interessante explorar o tema e gosto muito de livros nacionais ;D

    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  30. Gostei da resenha. Livro de autor brasileiro com bons ingredientes: máfia, perda de ente querido, vingança, questionamentos vários a respeito da vida. Gostei.

    ResponderExcluir
  31. O livro cheio de mistérios, parece ser muito bom! Estou querendo ler.

    ResponderExcluir
  32. Adoro contos de ficção e esta história de criar um Cilindro da Verdade é sensacional! Estou muito curioso para ler esta obra! Abraço!

    ResponderExcluir