06/12/2012

Resenha: Querido John - Nicholas Sparks

Título original: Dear John
Gênero: Ficção norte-americana, romance
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Em meados de 2000, na cidade de Wilmington, Carolina do Norte, John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis. A bolsa da garota acidentalmente cai no mar, e o rapaz mergulha para recuperá-la. Os dois engatam uma bela amizade, que cresce gradativamente e se transforma em uma magnífica história de amor. 

John já foi um jovem muito rebelde e sem propósitos em sua vida, até que, depois de concluir os estudos, resolve se alistar no exército. Ele conhece Savannah durante uma de suas licenças, e sabe que por mais que ame a garota, não será fácil manter um relacionamento ficando tanto tempo distantes um do outro. Porém, ela promete esperá-lo, e lhe dá todo o apoio e conforto para que ele cumpra seus deveres militares. Eles se comunicam frequentemente, através de cartas e telefone, mas a saudade continua imensa.

Depois de uma longa temporada no exército, John está prestes a retornar para casa e para os braços de Savannah. Porém, sucedem-se os atentados de 11 de setembro, e ele se vê envolto em uma dúvida cruel: permanecer em suas atividades, como um cidadão corajoso e patriota, ou voltar para a garota dos seus sonhos, que ama com cada fibra de seu ser. Quando ele retorna para Wilmington, descobre como o amor pode nos moldar e nos levar a uma transformação inimaginável.

Querido John é uma das inúmeras obras românticas de Nicholas Sparks e teve 5 milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos. Assistindo uma entrevista do autor para a Globo News, descobri que o livro foi inspirado em um de seus filmes favoritos, Casablanca. Temos um romance bem construído e emocionante, que nos mostra toda a plenitude do amor. Narrado em primeira pessoa pelo próprio John, conhecemos todos os seus anseios, emoções e dúvidas.

John se alistou procurando um objetivo concreto em sua vida desregrada. Ele foi abandonado pela mãe ainda criança e criado apenas por seu pai. Este, por sua vez, era um sujeito extremamente calado, falando apenas o necessário com o filho, e passando boa parte de seu tempo mergulhado em sua coleção de moedas. O garoto, buscando atenção, sempre foi rebelde e inconsequente. Em uma de suas licenças do exército, conheceu a doce e pura Savannah, uma moça centrada e que se dedica ao voluntariado com muita paixão. A atração entre os dois foi mútua, e quando menos esperavam, engataram um romance forte e verdadeiro. Porém, ele teve que retornar ao campo de trabalho, mesmo mantendo sua amada viva em seu peito e em suas memórias.

Querido John fala, sobretudo, de espera. O verdadeiro amor é capaz de esperar, de se manter imutável, passe o tempo que passar? Ou a distância corrói o mais puro e imaculado dos sentimentos? E a convivência, pode ou não fazer com que floresça uma paixão? Essas perguntas serão respondidas de forma magnânima e emocionante no livro de Sparks, nos levando a uma reflexão profunda e claro, muitas lágrimas.

Gostei muito do livro, e foi uma leitura espetacular. Confesso que não estava alimentando tantas expectativas com o enredo, já que assisti o filme e o mesmo não me agradou. Achei que a adaptação cinematográfica não transmitiu toda a emoção e sensibilidade que havia lido em algumas resenhas, e suas personagens foram extremamente superficiais, mesmo tendo atores ótimos como Channing Tatum e Amanda Seyfried. Não reclamo da atuação do elenco, e sim do roteiro, que não conseguiu passar 1/3 da essência da história. O livro, muito pelo contrário, se mostrou grandioso e profundo, e mexeu demais comigo, fazendo com que eu concluísse a leitura desidratada de tanto chorar. Temos uma visão clara e nítida das personagens, e conseguimos até mesmo entender os seus pontos de vista e vivências. A capa do livro é a mesma do filme e sua diagramação é simples, com letras em um tamanho agradável. Me emocionei bastante com o enredo e é claro que recomendo.

Confiram o trailer do filme:



18 comentários:

  1. Esse livro ele não matou ninguém, matou sim o final sem nexo, depois de tudo idas e vindas o negócio ficou sem resposta... prefiro o filme do que o livro, esse pelo menos tem um final.

    Mal de Sparkisson ainda mata você kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada um tem com certeza , a livre expressão de idéias e pensamentos , por iso não leve isso como uma crítica e sim como um motivo para voçe repensar a sua opinião , do meu ponto de vista o final do livro nos leva a uma ótima reflexão sobre o verdadeiro sentido de amar alguém ,e o filme apesar de ser ótimo não nos revela o quanto é a vontade de Jomh de ver Savanah feliz , mesmo que não seja a seu lado , òtima resenha Parabéns Vanessa! E

      Excluir
  2. Boa resenha, nessa! Também adorei o livro e o considero um de meus favoritos. Vou ver se faço a releitura dele, pois o li em dois dias para fins escolares e então nem pude aproveitar mais da história.
    Beijo,
    Jeni.
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Eu prefiro infinitamente o livro. Também não gostei do filme, apenas das atuações.
    Ah Vanessa, eu também chorei bastante! Foi o livro do Nicholas que eu mais amei e mais chorei. Lendo sua resenha fiquei com vontade de reler. rs
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é muito emocionante e muito bem escrito, mas as ultimas páginas me entristesseram, pois esperava um final feliz para o casal. Mas gosto tanto do livro quanto do filme, penso que um complementa o outro. Amo os Livros do Nicholas.

    http://aerafeminina.com

    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Nessa,

    Esse livro esta na minha lista de desejados e espero muito poder ler esse livro, gostei muito da sua resenha...parabéns....abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Vanessa, este foi mais um livro do autor que eu gostei bastante, me emocionei com seu final que de certa forma me surpreendeu.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Aiiiiiiiiiiiiii eu amo... Adorei a resenha! Adoro ese livro e esse filme! Um dos meus preferidos de Sparks!

    ResponderExcluir
  8. Oie amiga.

    Quero muito ler esse livro.Confesso que o filme também não me agradou muito e depois de sua resenha fico mais feliz que o livro seja maravilhoso.
    Vou ler em breve.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu amei esse livro....e me emocionei muito com os personagens.......
    Chorei horrores !!! Não assisti o filme, mas tenho curiosidade !

    ResponderExcluir
  10. Eu amo esse livro! Foi o primeiro do Nicholas Sparks que eu li e o que me faz ficar apaixonada pelo autor. Posso dizer que esse é o meu favorito dele. Chorei muito também! Ele é bem emocionante. Adoro o filme também, apesar de algumas diferenças com o livro.
    Adorei sua resenha! Muitas pessoas acham que esse é um dos piores do Nicholas. Fico feliz em encontrar mais alguém que amou ele.
    Beijos!
    http://lereaminhapraia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu amei esse livro....e me emocionei muito com os personagens.......
    assisti o filme é muito Bom

    ResponderExcluir
  12. Ah, Querido John é um dos romances mais lindos do Sparks, acho que é um que mostra um outro lado dessa coisa toda que chamamos de amor, a história é muito linda *-*

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  13. Gente essa história parece ser muito linda, minha amiga sempre me recomendou o filme, mas só quero ver quando ler o livro, e espero fazer isso em breve porque eu amei sua resenha, ela só aumentou ainda mais minhas expectativas.!!!
    Bgs'
    Sabrina Piano - Doces Leituras
    doces-leituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Hahaha ficou desidratada de tanto chorar adorei , sua resenha ficou muito boa estou com muita vontade de ler esse livro , mais confesso que os livros do Sparks não me atraem :( acho muito clichê não sei , mais depois da sua resenha vou dar uma chance a Querido John :D

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Li esse livro antes de assistir o filme, e confesso que dei graças a Deus. Particularmente eu achei o filme péssimo. Eles mudaram muito a historia, não foi fiel ao livro. #decepcionante.
    Como você disse; não trouxe a emoção que o livro passa.
    Ótima resenha, parabéns!!

    http://nathyoui.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Este livro é lindo mesmo...
    Sou apaixonada pelo Sparks, mas confesso que quando li Querido John pela primeira vez, fiquei um pouco entediada em alguns momentos da leitura e odiei, detestei o final. Chorei igual criança, mas não gostei nem um pouco do final.
    Mas depois de um tempo, eu reli o livro e entendi perfeitamente o final e ele se tornou um dos meus favoritos!rsrsrs
    E concordo, o filme, mesmo tendo atores lindos e perfeitos (sou fã do Channing e da Amanda), não passou a emoção do livro... Mesmo assim, eu gostei do filme, só não dá para comparar...rsrsrs

    Bjs.

    Yara.
    http://www.ilusoesescritas.com/

    ResponderExcluir
  17. li o livro em treis dia nao consigui para de ler emocionante.lagrimas e riso, mais lagrimas gostei do livro e recomendo pra quem gosta de romanci,drama.apesar de nao ter gostado do final.gostei como foi a relaçao do jonh com o pai nos anos seguintes bem escrita emocionante pena que o filme nao contou; como tambem coisas importantes dialogos entre os personagens ficou muito a desejar. nao estou criticando os atores e sim o roteiro.
    beijo...

    ResponderExcluir