11/03/2013

Entrevista: Gilson Pinheiro, autor de Lendas Sagradas e Batalha dos Anjos

Boa tarde pessoal! O escritor Gilson Pinheiro, autor dos livros Lendas Sagradas e Batalha dos Anjos concedeu uma entrevista exclusiva para o Nessa News. Confiram!

SOBRE O AUTOR:

Natural de Belo Horizonte,  o músico, escritor e historiador Gilson Pinheiro atualmente trabalha na prefeitura de sua cidade como Gerente Regional da Assistência Social. 

Em 2011, lançou os seus dois primeiros romances: Lendas Sagradas e Batalha dos Anjos, pela editora paulista Novo Século.

Recentemente, está trabalhando em mais uma obra, com o nome provisório de Alma Perdida, com lançamento previsto para ainda este ano.


ENTREVISTA:


Quem é Gilson Pinheiro?

Sou historiador, mineiro simples da capital e gosto de música, filmes e futebol. Também sou um pouco desconfiado como São Tomé: preciso ver para crer. Acredito que a honestidade seja a mais nobre virtude e a presunção o maior defeito.

Como surgiu a ideia de se tornar escritor?

Quando criança escrevia poemas de amor nos dias das mães. Certa vez um destes poemas foi parar num jornal de circulação local. Por ser músico, também gostava de compor desde a adolescência. Sou curioso e sempre cultivei o hábito da leitura e de deter-me em romances, principalmente os psicografados, por tratar-se de histórias verídicas.

Qual foi a sua inspiração para escrever Lendas Sagradas e também. a sua obra mais recente, Batalha dos Anjos?

Eu sempre gostei de pesquisar assuntos espirituais - apesar de não ter o costume de frequentar templos religiosos. Este é um tema que desperta interesse dos leitores e que impõe polêmica e reflexão, ingredientes necessários para um bom romance.

Você enfrentou muita dificuldade para publicar seus livros?

O meu primeiro romance, intitulado "O Retrógrado", não consegui publicar, pois enviei o original para as grandes editoras do Brasil. Comecei a entender como era difícil entrar no mercado literário, dominado por autores estrangeiros e os renomados nacionais. O fato de não ter conseguido publicar meu primeiro romance, serviu como um estímulo para melhor lapidar as obras seguintes.

Quais são os seus autores favoritos?

José Saramago, Paulo Coelho, Dan Brown, J. J. Benítez. Também admiro as crônicas de Luis Fernando Veríssimo e as poesias de Carlos Drummond de Andrade.

Quais são os seus livros prediletos?

Gosto de romances psicografados por tratar-se de histórias verídicas. Outros livros que considero épicos: As Intermitências da Morte (José Saramago), O Demônio e a Srta. Prym, O Alquimista (Paulo Coelho), O Código Da Vinci (Dan Brown), O Vendedor de Sonhos (Augusto Cury) e a série Cavalo de Troia (J. J. Benítez). Admiro a biografia de Charles Darwin, autor do livro A Origem das Espécies, publicado em 1859.

Em seus trabalhos, principalmente em Lendas Sagradas (Editora Novo Século - 2011) fica bem visível o embate entre ciência e religião. O seu conceito acerca desse tema é semelhante ao abordado na ficção ou não?

Procurei escrever Lendas Sagradas com imparcialidade, para desenvolver o diálogo entre o cientista e o cardeal - protagonistas do romance -, deixando para o leitor escolher com qual personagem mais se identificaria. Acredito que ciência e religião são lacunas que se complementam.

Gilson, sabemos que você faz parte do grupo Turnê Literária, juntamente com outros autores nacionais. Conte-nos um pouco mais a respeito do projeto.

O projeto Turnê Literária foi idealizado em 2012, iniciando com oito autores nacionais que viajavam pelo Brasil, em eventos literários, para divulgarem suas obras e debaterem sobre a literatura atual. Infelizmente, este ano tive de abandonar o projeto, pois não consegui conciliar minha agenda profissional com a da Turnê Literária.


Quais são os seus projetos futuros?

Este ano devo lançar meu terceiro romance, intitulado "Alma Perdida". O protagonista é vítima de um feitiço Hoodoo e a cada dia acorda num corpo diferente, em qualquer lugar do mundo, vivendo as mais variadas aventuras. Estou começando a escrever mais um romance, que se chamará "Diário de um Desertor". O livro será baseado na guerra civil da Síria e contará o drama de um soldado desertor que lutará no Exército Livre Sírio.

Deixe um recado para os leitores do Nessa News:

O hábito da leitura desenvolve  a concentração e nos proporciona prazer. Aqueles que são ávidos de conhecimento tornam-se mais seguros e difíceis de serem manipulados. Quanto mais nos aproximamos da verdade, maior é o universo que vislumbramos explorar.



Maiores informações sobre o autor acesse: www.gilsonpinheiro.com

10 comentários:

  1. Gostei muito da entrevista, Nessa! Fui em um evento do autor qd esteve auqi no Rio. Foi interessante!

    Beijoooooos

    Gleice
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  2. Oie amiga.
    Parabéns pela entrevista, gostei muito.
    Eu tenho os livros do Gilson e em breve vou ler.
    Beijos

    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista. Não conhecia o autor e nem a obra...

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa!
    Ainda não conhecia o autor, mas gostei da entrevista.
    Fiquei interessada em ler os livros dele. Vou procurar saber mais sobre eles.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Nessa bacana sua entrevista ,é graças a elas que nos leitores podemos conhecer melhor os escritores e suas obras parabéns

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha lido a resenha do livro Lendas Sagradas, e tinha gostado do contexto que foi mostrado na resenha, mas me interessei mais ainda pelo livro Batalha dos Anjos, muito interessante a entrevista com o autor e pelos autores preferidos dá pra ter uma noção do estilo do autor. Obrigada pela entrevista

    ResponderExcluir
  7. Oie =)
    conheci o escritor na Tuner literária que aconteceu em Sp ele é bem simpático, mas ainda não tive a curiosidade de ler o livro dele o que não quer dizer que um dia não estarei lendo ^^
    belisxões

    ResponderExcluir
  8. Oi, nessa! Adorei a entrevista!
    Assim como o autor, gosto bastante do Veríssimo e do Drummond de Andrade. São ótimos escritores!
    Ah, e fiquei curiosa para conhecer Lendas Sagradas, livro que ganhei em seu blog. O autor é como eu: gosta de pesquisar assuntos espirituais, mas não costuma visitar templos religiosos. Curiosidade nos define!
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Nessa,

    Gostei muito da entrevista, o livro Lendas Sagradas parece ser interessante, é bom saber um pouco mais sobre os autores e suas influências...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir