07/03/2013

Resenha: A Menina que Fazia Nevar - Grace McCleen

Título original: The Land of Decoration
Gênero: Literatura infantojuvenil, romance
Páginas: 312
Editora: Paralela
Classificação: 5/5
O livro A Menina que Fazia Nevar, de Grace McCleen, nos conta a história de Judith McPherson, uma garotinha de dez anos. Judith leva uma vida pacata e simples ao lado de seu pai, e as únicas pessoas que os visitam são os irmãos da congregação cristã da qual fazem parte. Ela não teve a oportunidade de conhecer sua mãe, e isso lhe faz muita falta. Na escola, ela é frequentemente maltratada e humilhada por Neil Lewis, além de ser alvo de gozações dos demais colegas. Quando chega em casa, a garota se refugia em sua maquete de sucata, a qual intitulou Terra Gloriosa. Formada por objetos que a olhos nus são meramente lixo, Judith consegue idealizar um panorama utópico, e visualiza entre anéis de lata, grampos, retalhos de tecido, dentre outros apetrechos, um verdadeiro paraíso, no qual acredita que reencontrará sua mãe em um belo dia.

Apesar de ainda ser uma criança, Judith é um verdadeiro exemplo de fé. Ela consegue enxergar o divino, Deus, em quase todas as coisas e nisso encontra sua inspiração para arquitetar ainda mais a sua Terra Gloriosa. Ela constrói bonecos remendados de pano e prepara para cada um deles histórias felizes e repletas de esperança. O que a doce garota não poderia imaginar era que o seu passatempo favorito talvez não fosse apenas uma simples maquete...

"Eu sei como é a fé. O mundo no meu quarto é feito dela. Com fé bordei as nuvens. Com fé recortei a lua e as estrelas. Com fé colei tudo junto e fiz todas essas coisas cantarolando. Porque a fé é igual à imaginação. Ela vê uma coisa onde não há nada, dá um salto e de repente você está voando."
Em um determinado dia, Judith cobre a Terra Gloriosa com espuma de barbear, e, como num passe de mágica, no dia seguinte a cidade amanhece coberta por gelo. Ela interpreta tal façanha como um milagre. Não algo avassalador e de imensas proporções, mas como um pequeno e importante milagre.

Outros sinais mostram para Judith que os seus feitos na Terra Gloriosa são poderosos. E como todo poder, este também vem carregado de suas responsabilidades. Assim que toma conhecimento do que pode fazer, o primeiro pensamento da garota é tentar se livrar dos ataques e agressões que sofre por parte do temível Neil Lewis. Toda ação traz uma reação e isso não será diferente na vida de Judith, que colherá os frutos de sua semeadura...

"A semente de mostarda é a menor das sementes, mas, quando ela cresce, os pássaros dos céus vêm pousar em seus galhos. Um grão de areia vira uma pérola, e as orações que começam com pouco ou quase nada têm que ser ditas, porque, se há um mínimo de alguma coisa, ela já começa a crescer e, se há mais que o mínimo, algo grandioso vai acontecer, algo que já estava lá desde o início, de um jeito bem pequeno."
A Menina que Fazia Nevar é apaixonante! Um livro carregado de ternura e com momentos de muita tensão, que nos deixa, acima de tudo, uma lição imprescindível e importante. Narrado em primeira pessoa, acompanhamos a visão que Judith tem sobre o mundo, juntamente com a sua inocência e a sua esperança voraz.

Judith é uma garota extremamente inteligente e que consegue enxergar além. Além dos conceitos impostos pela sociedade, além do mundo físico, além do caos contemporâneo, além da imaginação. A Terra Gloriosa é a sua válvula de escape de um mundo frio, consumista e egoísta, que se preocupa muito mais com a aparência do que com o realmente ocorre no seu interior. E essa garota brilhante surge para nos mostrar o que é ter fé, como adquiri-la em Verdade e Espírito. Sim, muitos alegam ter fé porque frequentam uma determinada instituição religiosa esporadicamente, porque entre quatro paredes se lembram de Deus e cumprem o seu papel perante os demais irmãos de sua religião, mas quando estão em casa, na rua, no seu trabalho, se esquecem do que aprenderam durante o final de semana na igreja, e não exercem a sua fé. São pessoas amargas, deterioradas pelos problemas da vida, mas que todo domingo estão batendo o cartão na sua prelazia religiosa, apesar de não fazerem uso da fé em seu cotidiano. O pai de Judith se encaixa bem nesse termo. Ele lê uma passagem da Bíblia todos os dias para a sua filha, frequenta avidamente a sua congregação, mas é alguém que não consegue demonstrar o seu amor, que não consegue dialogar, enfim, é uma pessoa amargurada, seca e infeliz, assim como demais pessoas que eu e você conhecemos, não é mesmo?

"Vivo dizendo para mim mesma que as coisas pequenas são grandes e as coisas grandes são pequenas, que as veias correm que nem rios, que os cabelos crescem feito grama, que um monte de musgo parece uma floresta para um besouro, e que, do espaço, os contornos dos países e das nuvens parecem as cores de uma bolinha de gude. Penso em como o formato de uma nebulosa de oxigênio e hidrogênio parece o respingo de uma gota de leite, quando os lados se erguem em forma de coroa. Penso nas imagens de pedras, de pó e de galáxias no espaço, elas não parecem mais que flocos de neve em uma nevasca, e os buracos negros são como pérolas em conchas fundas, superaglomerados parecem espuma de banho - parecem favos de mel, as células de uma folha, as ranhuras do nariz de um zangão. Penso que as espirais de uma nebulosa e as cavernas de uma chama brilham com a mesma luz e que os olhos se avivam e se enchem ao olhar para as duas, do mesmo jeito."
Brilhantemente construído, A Menina que Fazia Nevar possui uma bela e arquitetada narrativa que encanta, emociona, e sobretudo, nos leva a refletir. Judith enfrenta sérios problemas que assolam a nossa geração, como o bullying, a falta de diálogo em casa, a reclusão, dentre outros, que assim como as suas mazelas, passam despercebidos pela sociedade. Acompanhar a sua visão acerca do mundo, tanto no que concerne ao meio ambiente como na atmosfera religiosa é enriquecedor e comovente. A capa do livro é muito bonita, numa tonalidade creme e com alguns dos elementos que fazem parte da Terra Gloriosa e a diagramação está excelente, sem quaisquer erros. Um livro tocante, profundo e que com certeza, se você ainda não acredita, te fará acreditar em milagres. Recomendo, com certeza.

Booktrailer:




38 comentários:

  1. Boa noite Nessa,

    Mais uma excelente resenha aqui no blog, um livro realmente interessante e que gostaria de ler....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie :)

    Como sempre uma ótima resenha né Nessa ? Bem depois da sua resenha não me resta dúvidas que vou ler esse livro com certeza , acho que ele se parece um pouco com a menina que roubava livros um livro que eu amei de paixão então ...Beijos !

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  3. Awn, fiquei encantada com sua resenha, quero muito ler esse livro agora!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Aiiiii, essa é a primeira resenha que leio deste livro. Mas eu estava de olho nele pelo nome... Adorei a resenha! Vou ler com certeza... Não sabia do se tratava... Mas achei minha cara!

    ResponderExcluir
  5. Acho que preciso ler esse livro urgente,tenho fé,mas preciso voltar a acreditar em milagres.


    Você já tinha falado sobre os encantos do livro e sua resenha confirmou bela e claramente tudo o que você achou da leitura.

    Vou atrás dele com urgência!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mas gente! Que resenha ótima, nessa! Amei! Agora preciso urgentemente desse livro. Acho que já seu mais uma coisinha que posso pedir - mesmo que BEM atrasada - de presente de aniversário!
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nessa, vou ser sincera: não li o livro para saber se é brilhante como vc escreveu..mas posso afirmar que a sua resenha, sim!! Ficou muito bem construída e BRILHANTE.
    Beijocas
    http://marlicarmenescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. nossa eu nao dava muito por esse livro,mas agora fiquei encantada *-*

    ResponderExcluir
  9. Oie amiga.
    Nossa.. que resenha linda, parabéns está excelente.
    Você transmitiu tão bem o que a história narra e todo seu sentimento por esse livro que fique bastante animada para ler.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá Nessa!
    Olha, estou encantado com esse livro... A história, a premissa, tudo parece prender e instigar o leitor. Quero muito ler e já vou comprar! Tentarei o mais rápido, pois amo histórias onde desenvolvem a FÉ no nosso Deus!

    Bjs amore!
    http://escondidosnolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Me encantei pelo livro, que historia linda agora quero lê-lo ansiosamente!

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa,
    Estou bem curiosa para ler esse livro e a capa é super bonita.
    Parabéns pela bela e bem cuidada resenha ;)
    Beijinhos
    Renata
    http://www.escutaessa.blogspot.com.br/
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  13. Olá Nessa, sua resenha é realmente forte e impactante , parabéns graças a sua dedicação e amor em nos passar a sua vivência na leitura de grandes obras aqui bem colocadas em suas resenhas neste maravilhoso blog,minha admiração cresce cada vez mais por sua pessoa. Parabéns vc merece.

    ResponderExcluir
  14. Parabens pela resenha, Vanessa! Estou ansiosa pra ler esse livro pois parece ser muito bacana!

    Bjokas
    Flavia - Livros e Chocolate

    ResponderExcluir
  15. Uau, resenha de tirar o fôlego, Nessa. Amei! Quero muito ler este livro, está na minha lista de aquisições (assim como mais uns 500 hahaha).
    Xoxo
    http://foolishhappy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Sem comentários, linda a resenha, nem sei o que escrever, foi tão apaixonante a visão que você nos passou do livro, que dá vontade sair correndo e começar a ler a história.

    Parabéns amiga, adoreiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  17. Adorei!!
    Fiquei encantada com o livro após sua resenha!
    Parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Estou com muita vontade de ler o livro da Grace, confesso que não conhecia a autora, mas a capa me conquistou!

    ResponderExcluir
  19. Olá ... Adorei sua resenha ,ate deu vontade e curiosidade de ler o livro. Eu assisti primeiro o Booktrailer antes de ler sua resenha e lembrei da minha infancia quando eu ficava no meu quarto com todos meu brinquedos no chão do meu quarto...Parabéns pela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  20. De primeiro o que mais me chamou a atenção foi a capa (linda, linda!) e depois o título, mas mediante a tantos comentários e resenhas positivas (como a sua) sobre a história, nem preciso dizer o quanto este livro já ganhou meu coração sem eu saber muito sobre o que a história trata.

    Eu adoro personagens infanto-juvenis e toda sensibilidade que vem nesses livros.
    Já quero ler!

    Dani / @daride

    ResponderExcluir
  21. Oi Nessa!

    Gostei do "tom" de realidade que o livro nos traz,podemos ver muitas Judiths por aí e sem falar que a história de leva a refletir. Os livros que nos fazem refletir são aqueles que acrescentam algo em nossas vidas tb.

    Bjos
    www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  22. Que fofo! Quero muito ler! A resenha me deixou com mais vontade ainda ;)

    Abraços

    ResponderExcluir
  23. Ótima resenha, anciosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  24. Muito boa sua resenha! Parabéns!

    ResponderExcluir
  25. A primeira vez que vi este livro me encantei pela capa, mas a sinopse não chamou minha atenção. Mas depois de ler resenhas como a sua vi que o livro é maravilhoso, estou super curiosa para lê-lo. Adoro livros com narrativas emocionantes, estou torcendo para ter a oportunidade de ler este livro lindo!

    ResponderExcluir
  26. Acho a capa bem bonita. Li outras resenhas sobre esse livro e gostei muito. sua resenha só veio reforçar a vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  27. Oi Nessa,

    Eu estou louca para ler esse livro. Da primeira vez que vi ele, a capa já me chamou a atenção, muito linda... Ótima resenha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Nunca iria imaginar que se tratava do assunto que li nesta resenha o livro, fiquei encantada, e quero mais do que nunca ler este livro.

    ResponderExcluir
  29. Tocante , suave e comovente , não há como não querer ler, pena que a capa não retrata isso tão bem :)

    ResponderExcluir
  30. Sua resenha está ótima.
    Agora estou ainda mais louca por esse livro!
    Acho que é muito importante, além de nos divertir, também aprendermos com o que lemos, E parece esse o caso =)
    Bjss
    @moniqueQuimbely

    ResponderExcluir
  31. Que resenha maravilhosa, apenas aumentou a minha vontade, que já era imensa, de ler esse livro... O Booktrailer é muito bom também, nem sabia que tinha. A capa é uma gracinha e foi uma das coisas que me chamou a atenção para o livro. Espero ler em breve e espero que seja tão bom como você disse k :D

    ResponderExcluir
  32. Me apaixonei pelo livro logo que li a sinopse e agora, com esta resenha, fiquei mais encantada e curiosa. Adoro histórias vistas sob a ótica de uma das personagens, especialmente quando é uma criança. Gosto de ver como lida e resolve seus conflitos e medos.

    ResponderExcluir
  33. Olá Nessa!

    Ain, como posso descrever a vontade que tenho de ler esse livro? Sabe aquele livro que você tem certeza que irá mudar sua vida e que você quer tê-lo agora, independente de qualquer coisa? Então, é mais ou menos assim que me senti depois de ler sua resenha :)
    A capa é perfeita, a sinopse é perfeita, o booktrailer é perfeito, então o livro deve ser mais ainda! Parabéns pela resenha, ficou ótima.

    Beijo, Joyce
    http://rosa-amarelo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Ai que lindo o book trailler e a resenha amei,amei pretendo ler.

    ResponderExcluir
  35. Oi Nessa.
    Ótima resenha. O livro parece ser muito bom, fiquei super curiosa para lê-lo.

    Beijos, beijos =D

    ResponderExcluir
  36. Oi Vanessa!
    Que resenha maravilhosa... to encantada com este livro.
    A cada resenha que leio sobre ele sinto que preciso ler.

    Beijoos

    Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  37. Eu adoro infanto-juvenis. Parece ser uma história bem triste, espero que com um final feliz. Concordo com você, eu vi o livro na livraria e a capa é linda.

    ResponderExcluir