01/04/2013

Entrevista: Nádia São Paulo, autora de O Mistério da Casa na Praia e Morte no Litoral

Boa tarde pessoal! A escritora Nádia São Paulo, autora de O Mistério da Casa na Praia e Morte no Litoral concedeu uma entrevista exclusiva ao Nessa News. Confiram!

SOBRE A AUTORA:
Nádia São Paulo nasceu em Salvador - BA. É formada em Gestão e Design de Moda pela UNIFACS, e trabalhou vários anos como bancária. Tem grande paixão pelas artes em geral e, desde criança, é leitora voraz dos livros de suspense e policial. Fato este que a levou a sentir uma grande necessidade de criar suas próprias histórias. É também autora dos romances Morte no Litoral - Um Crime Quase Perfeito e Assassinato no Baile de Debutantes. Em 2010, foi contemplada no edital de Apoio à Edição de Livros de Autores Baianos pela Secretaria de Cultura da Bahia, com o romance O Mistério da Casa na Praia.




ENTREVISTA:

Quem é Nádia São Paulo?

Nádia São Paulo é uma pessoa muito simples, sensível, e extremamente mística. Adora apreciar o mar, a chuva, o pôr do sol, o luar. Adora ir ao cinema, ler livros de suspense, mistério, terror, policial. Adora viajar, cantar, escrever, assistir filmes na tevê, e estar em companhia do marido e dos filhos.

Como surgiu a ideia de se tornar escritora?

Sempre tive uma imaginação muito fértil. Quando era criança, tinha mania de inventar histórias. Brincava sozinha interpretando todos os personagens que criava. Com uns 11 anos de idade, comecei a ler os livros de Agatha Christie e me tornei uma fã incondicional de suas histórias. E foi no final de 2007 que tudo começou. Logo após finalizar a leitura de sua autobiografia, me senti completamente envolvida com sua história de vida e, naquele momento, eu só queria fazer uma coisa na minha vida: ser uma escritora de romances policiais, suspense e mistério. Bastante emocionada com a autobiografia de Agatha Christie, no meio de todo aquele devaneio emocional, fechei os olhos e fiz uma oração pedindo para o espírito dela me inspirar a escrever uma história. Parece coisa de gente doida, né? Mas, coincidência ou não, naquela noite eu sonhei com uma casa de praia abandonada, cujo o filho da proprietária havia morrido afogado no local. Sobre o passeio empoeirado, estava escrito em letras garrafais um pedido de socorro. Foi assim que nasceu o meu primeiro romance, "O Mistério da Casa na Praia."

Qual foi a sua inspiração para escrever Morte no Litoral?

Morte no Litoral foi inspirado em uma notícia que ouvi na rádio Metrópole de Salvador. Eu estava caminhando no condomínio onde moro, quando a rádio noticiou a morte (por afogamento) de um turista vindo de Goiás. Era época de Réveillon, e ele estava em plena lua de mel. Mas esse foi apenas o ponto de partida para a elaboração do enredo dessa história. No decorrer da escrita, eu sou muito influenciada pelos acontecimentos do cotidiano, pela minha vivência como leitora, como espectadora e como ser humano.


Você enfrentou muitas dificuldades para publicar seus livros?

Sim! Ainda enfrento... O escritor iniciante quase não tem vez nas editoras com grandes poder de marketing e distribuição. O gênero que eu escolhi é tido como "subliteratura" no Brasil. Fora que sou uma mulher... Muitos acham que as mulheres não são boas escritoras de histórias de suspense policial, e por aí vai. Mas o importante é não desistir!


Quais são os seus autores favoritos?

Agatha Christie, Sidney Sheldon, Dan Brown, Arthur Conan Doyle, Paulo Coelho, André Vianco e Lucia Machado de Almeida.


Quais são os seus livros prediletos?

Vou colocar na mesma ordem dos autores: O Caso dos Dez Negrinhos, O Outro Lado da Meia Noite, tudo sobre Sherlock Holmes, O Alquimista, Sementes no Gelo e O Escaravelho do Diabo.


O seu livro, O Mistério da Casa na Praia (Novo Século - 2011) foi selecionado por um edital e publicado pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Conte-nos um pouco mais a respeito.

Pois é, graças a Fundação Pedro Calmon que, em abril de 2010 resolveu criar um edital de apoio a escritores baianos, eu pude finalmente tirar O Mistério da Casa na Praia da gaveta. Mesmo achando que não tinha chance de vencer, pois tinha a impressão de que meu gênero literário não era muito benquisto por secretarias de cultura, resolvi enviar a minha história para concorrer ao incentivador concurso e, para minha surpresa, fui contemplada para uma publicação de 2.000 exemplares do livro, com tudo pago pela SECULT BAHIA. Fiquei muito contente com esse atestado de qualidade literária.


Nádia, fale um pouquinho sobre outro título seu, publicado pela Editora Multifoco, O Assassinato no Baile de Debutantes.

Eu acho O Assassinato no Baile de Debutantes a minha melhor história. Ela é bem mais eletrizante do que as outras. Tem mais assassinatos, mais suspense, suspeitos, mais mistério...rs. A figura do Inspetor Xavier está mais atuante. Nessa história, além da ajuda da pequena sensitiva Naná, ele também conta com a ajuda do inocente e atrapalhado parceiro "Marquinhos". É uma história muito emocionante, pena que a editora não tenha o mesmo poder de distribuição das demais dos meus outros dois livros.


Quais são os seus projetos futuros?

Como os meus livros caíram bastante no gosto dos jovens (leitores de 12 à 17 anos de idade), pretendo me dedicar também a criação de histórias voltadas para esse público. Já tenho dois livros prontos, cheios de aventura e mistério: "Prisioneiros de Bronze" e "Liberdade Sangrenta". Mas continuarei escrevendo o meu adorado suspense policial. Espero muito em breve lançar o meu livro de contos "Reencontro Fatal" e um novo romance com o Inspetor Xavier, "O Segredo da Coruja".


Deixe um recado para os leitores do Nessa News.

A leitura é o exercício da mente. PORTANTO, LEIAM MUITO! PRINCIPALMENTE OS LIVROS NACIONAIS. Temos excelentes autores, e de todos os gêneros literários. Vamos fortalecer a nossa literatura. De preferência, COMECEM PELOS MEUS!!!...rs. Um grande beijo a todos, e muito obrigada a você Nessa, por já cumprir este papel de valorização dos autores nacionais.


14 comentários:

  1. Oi Nessa!

    Gostei muito da entrevista e até me identifiquei com a autora,tb adoro o pôr-do-sol e apreciar o mar.Legal saber que uma notícia na rádio bastou para lhe trazer inspiração e um pouco de realidade ao obra.

    Bjos
    www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da entrevista! Sempre bom conhecer mais dos autores!

    ResponderExcluir
  3. Oi, que simpática. Não conhecia a autora, mas gostei muito do seu trabalho.

    ResponderExcluir
  4. Olá Nessa,

    Não conhecia a autora, mais gostei muito da entrevista e gostaria de ler sua obra....parabéns pelo post...abç.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie amiga.
    Gostei muito das respostas da Nádia.
    Estou louca para ler Morte no Litoral e o Mistério da Casa da Praia.
    Beijão

    ResponderExcluir
  6. Oiiii Nessa
    Adorei a entrevista... Ainda não li os livros da autora, mas me interessei...

    Beijosss

    TeLa
    Penseira Literária

    ResponderExcluir
  7. Olá Nessa sua entrevista está maravilhosa adoro livros de suspense e este com certeza fará parte da minha coleção valeu.

    ResponderExcluir
  8. Oie Tampinha =)
    oiee, Nadia, primeiro de tudo não achei que São Paulo fazia parte do teu nome, rsrs, prazer!
    Essa é a primeira vez que leio a respeito da escritora e de seus livros, nossa sou um E.T?
    Mas, agora estou por dentro vou pesquisar e com certeza quero ler, mesmo sendo para um publico mais jovem, contudo gosto desse gênero |ô|
    Sim Nadia, os livros nacional estão show de bola, tenho gostado bastante!
    beliscões

    ResponderExcluir
  9. O que me chamou atenção nesse blog, foi justamente a entrevista com a talentosa escritora Nádia São Paulo, fico muito feliz, em ver a valorização de um trabalho nacional tão bom, li os três livros e recomendo, SÃO MARAVILHOSOS.
    Parabéns a Vanessa pela acertada escolha.

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de deixar registrado a minha satisfação de ter visto essa entrevista, com a talentosa escritora citada. Li seus três livros e recomendo são MARAVILHOSOS e principalmente SURPREENDENTES.

    Parabéns a Vanessa pela feliz escolha, e por dar espaço a a talentos como o de Nádia São Paulo, espero encontrar aqui, mas informações a respeito da escritora, data de lançamento do próximo livro, e tudo que se diz respeito a sua arte.

    ResponderExcluir
  11. Oi
    Gostei muito da entrevista e tenho dois livros da autora!
    Terminei a pouco tempo o livro "O Mistério da Casa na Praia" e gostei bastante ;) Em breve vou colocar a resenha dele lá no Escuta Essa ;)
    Parabéns pela entrevista
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa!
    Há quanto tempo não? Estava com saudades de vir aqui!
    Adorei a entrevista e simplesmente amo a escrita da Nádia ela é maravilhosa!
    Li dois livros e estou louca para ler o terceiro e outros que ainda virão!
    Um Beijão!

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ah, que fofa! Gostei muito dessa autora pelas respostas que deu na entrevista. E que entrevista, hein, nessa? Adorei! Fiquei toda arrepiada quando ela disse que fechou os olhos e "orou" para a Agatha C. inspirá-la a fazer um livro.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir