10/04/2013

Resenha: A Seleção - Kiera Cass

Título original: The Selection
Gênero: Literatura infantojuvenil
Páginas: 368
Editora: Seguinte (Companhia das Letras)
Classificação: 4/5
 O livro A Seleção, de Kiera Cass, se passa em uma época futurista,  na qual os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e logo após ao país de Illéa, formado por uma sociedade que é dividida em castas, cada uma delas designando uma classe social diferente. Em Illéa ocorre a Seleção, uma espécie de reality show, que reúne trinta e cinco garotas, entre 16 e 20 anos, de todas as partes do mundo, para decidir quem se casará com o príncipe. É uma oportunidade de ouro para as garotas menos favorecidas terem uma qualidade de vida melhor e futuramente,  uma delas se tornar a rainha.

Mas não é isso o que America Singer pensa. Vinda da casta Cinco, formada por artistas, ela não quer disputar a coroa. Porém, é convencida pela sua mãe a se inscrever para a Seleção e acaba se tornando uma das trinta e cinco garotas da competição. Para ela, isso é um verdadeiro martírio, pois estará longe do seu grande amor, Aspen, pertencente a casta Seis e também de sua família, envolta em uma disputa sem precedentes e cercada por ataques rebeldes do Norte e do Sul.

"Fiquei acordada mais um pouco, pensando em Aspen e no quanto eu o amava e me sentia amada por ele. Era uma sensação especial, que não tinha preço. Nenhuma rainha no trono poderia se sentir mais importante  que eu."
Quando America conhece pessoalmente o príncipe Maxon, percebe que o enxergava de uma forma errônea. Maxon é bondoso, refinado, carismático e muito bonito, nada daquilo que ela poderia imaginar. Os dois fazem uma espécie de acordo e, aos poucos, America vai mudando suas convicções e idealizando um futuro diferente daquele que tinha em vista.

"Algo em sua hesitação fez com que eu me sentisse linda. Sem precisar de palavras, pude compreender como ele estava emocionado mas também assustado com o momento. E por trás de tudo via sua adoração por mim."
A Seleção é um conto de fadas contemporâneo, daqueles que te fazem suspirar em cada cena romântica. Um livro muito bem escrito e estruturado, onde enxergamos desigualdade social, fome, violência, e claro, amor. Narrado em primeira pessoa pela America, de uma forma bem descontraída e fluída, nos encantamos com a história, vibramos em muitas cenas, e também nos revoltamos com determinados fatos. Fica evidente o talento de Kiera Cass e toda a sua maestria em tecer uma história tão interessante e bela, porém, não gostei muito do núcleo masculino da trama.

America é uma personagem extremamente forte e guerreira. Ela fala o que pensa, não tem papas na língua e luta com cada fibra do seu ser por aquilo que acredita. Avessa aos sonhos de muitas garotas de Illéa, ela nunca quis ser princesa, mas sim ter uma vida um pouco mais confortável ao lado do rapaz que ama, Aspen.   Quando conhece Maxon no palácio, percebe que o julgava muito mal e acaba notando o seu coração bondoso, iniciando-se assim uma bela amizade entre ambos. Porém, os sentimentos da jovem ruiva vão evoluindo e tomando outras proporções.

Aspen não conseguiu me conquistar e abominei completamente as suas atitudes. Ele e America traçaram vários planos para o  futuro, e ele simplesmente vira pra ela e diz que a moça deve se candidatar para a Seleção, pois assim terá uma vida melhor, e nada parecida com a que ele pode lhe proporcionar. What? Como alguém que diz amar loucamente uma pessoa a entrega de bandeja para outro? Que amor é esse? Não consegui entender, ou melhor, nem quero entender, e tal atitude ficou totalmente sem nexo para mim.

Maxon, por sua vez, é fofo, gentil, educado, lindo, dentre outras virtudes, mas o achei muito contido neste livro. Ele presencia com frequência os ataques rebeldes ocorridos no palácio, e até sabe distinguir uma facção da outra - Norte e Sul - porém, não sabe que o seu povo passa fome. Quando America revela tal situação para ele, soa como algo surreal. Sim, ele é extremamente bondoso, mas não tem uma visão nem um pouco ampla sobre o que ocorre por fora dos muros do castelo, passando uma impressão de comodismo.

"-Minha mãe e meu pai se casaram assim e são muito felizes. Tenho a esperança de alcançar a felicidade, de encontrar uma mulher que toda a Illéa possa amar, alguém que possa ser minha companheira e me ajude a receber os líderes de outras nações. Alguém que seja amiga dos meus amigos e minha confidente. Estou pronto para encontrar a minha esposa."
Gostei muito de A Seleção, apesar de não ter simpatizado com alguns protagonistas. A narrativa, como disse anteriormente, é ótima e consegue prender o leitor de uma forma mágica e gostosa. A capa do livro é linda e a diagramação está excelente, sem quaisquer erros e com uma fonte em bom tamanho. Recomendo.

17 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Nessa, o seu blog é tudo de bom ...continue assim.Abraços

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa! Gostei muito da resenha, parece um ótimo livro para relaxar. Gostei muito do seu blog, está lindo parabéns!

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa :)

    Estou doido para ler A Seleção um livro super comentado que deve ser muito bom por sinal , é horrível quando a gente não gosta de alguns protagonistas né ? beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
  4. A resenha ficou ótima, estou ansiosa para lê-lo, ele tem uma capa linda. E já teve o lançamento de Elite....rsrsrs a capa é linda também!

    ResponderExcluir
  5. Oi Amiga!
    Posso dizer que quero ainda mais ler esse livro? Pois é, agora necessito urgentemente!
    Pelo o que você citou, acredito que não gostarei do Aspen também.
    Espero muito mesmo ler logo "A Seleção" para matar minha curiosidade e comentarmos sobre o mesmo. (:
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  6. Olá Nessa,

    Só leio ótimas criticas desse livro e dessa série, gostaria muito de ler...parabéns pela resenha....abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Quero muito ler esse livro. Primeiro foi a capa que me conquistou mas depois de ver tantas boas re3senhas eu preciso de ler. Pena que ainda não tenha chegado a Portugal mas estou a torcer para que chegue logo *-*
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei muito desse livro....concordo com você sobre o conto de fadas contemporâneo onde temos uma personagem forte e decidida e um príncipe fofo....
    Não vejo a hora de ler a Elite .....e espero entender um pouco mais sobre essas facções...achei que ficou faltando mais informações sobre esse assunto !!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi Nessa!

    Meu lado feminista me impede de ler A Seleção,kkkk. Garotas que são selecionadas para que um príncipe possa escolher dentre elas a sua esposa,acho que é de mais para mim.

    Bjos

    www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  10. Estou louca para ler esse livro, parece ser muito bom, e a capa é linda, gosto bastante de distopias.

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo (inclusive você), está falando tão bem do livro que não tem como não dá uma chance =)
    Apesar de não gostar de distopias e esse é o meu maior problema :p
    Adorei a resenha =)

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  12. Oie amiga.
    Que resenha linda.
    Se antes eu queria ler, agora quero DESESPERADAMENTE.
    Só leio comentários positivos da história, apesar de alguns personagens
    tenham te incomodado, a história ainda continuou super boa.
    Parabéns pela resenha amiga.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi Vanessa, este livro me surpreendeu, uma história que eu não apostava minhas fichas, mas que me conquistou.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Ai, Nessa, que linda a resenha! Mesmo! Eu ouvi falar bem desse livro, mas sua resenha me convenceu de que eu devo lê-lo! Gosto de livros assim e estou curiosíssima! Assim que tiver um tempo sobrando, pretendo comprar um exemplar pra mim. *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Amei ler esse livro. Agora pretendo ler A Elite e ver como termina a escolha que o príncipe maxon terá que fazer. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  16. Nossa,tenho uma curiosidade e vontade imensa sobre este livro.
    E sempre que leio uma resenha sobre ele só me atiça mais.
    Gostei muito de como você detalhou assuntos que talvez para alguns passasse longe de comentar.
    Bom e sobre o Aspen ter falado para ela ir em frente,por causa do futuro,bom sei lá,as vezes o amor nos obriga a tais atitudes.Bom não sei exatamente,mas somente lendo que talvez eu descubra o porque dele ter feito isso.
    Bom...gostei muito da resenha.Parabéns!

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho esse livro, e amei, não é o meu favorito mais gostei bastante da história!

    ResponderExcluir