01/07/2013

Resenha: Louca para Casar - Madeleine Wickham

Título original: The Wedding Girl
Gênero: Romance
Páginas: 352
Editora: Record
Classificação: 5/5
O livro Louca para Casar, de Madeleine Wickham, vulgo Sophie Kinsella, nos conta a história de Milly. Milly é uma moça de 28 anos que está acertando os últimos detalhes para o seu casamento com o jovem e rico Simon, filho do renomado milionário Harry Pinnacle. Ela é perdidamente apaixonada pelo rapaz  e está fazendo de tudo para que o matrimônio seja mais do que especial, digno de um conto de fadas. Sua mãe, Olivia, não poupa esforços para que a filha tenha tudo o que mereça, e se empenha a todo instante na busca pelos melhores preparativos para a festa, incluindo itens bem excêntricos. Tudo parece perfeito e encaminhado se não fosse uma notícia bombástica: a noiva já é casada...

Há dez anos atrás, enquanto estava na Universidade de Oxford, Milly conheceu o casal de gays Allan e Rupert, e o trio se tornou inseparável. Para ajudar seus amigos a permanecerem na Inglaterra, ela acabou aceitando se casar com Allan, com direito a vestido de noiva, véu, grinalda e tudo o mais o que tinha direito. Porém, com o passar do tempo, os amigos perderam o contato e nada mais foi dito a respeito do enlace. Tudo permaneceu no mais absoluto segredo até a chegada do fotógrafo Alexander, que registrou a primeira união de Milly com sua câmera e também é o responsável pelas fotografias de sua cerimônia com Simon.

Milly entra em pânico só de imaginar qual será a reação de Simon quando se deparar com tal situação. Ela decide procurar Rupert - que agora é casado com uma mulher e frequenta a igreja - e suplica por sua ajuda para conseguir o divórcio e se casar com seu grande amor.

"Eu me casei quando estudava em Oxford. Eu tinha 18 anos. Mas não...Não significou nada. Ninguém sabia. Ninguém sabia. E pensei que ninguém jamais descobriria...Eu pensei... Ah, que diferença faz?"
Louca para Casar nos traz uma história divertida e irreverente. Narrado em terceira pessoa, o foco não fica apenas em Milly e em suas peripécias para conseguir o divórcio mas também nos dramas e dilemas pessoais dos personagens secundários, que por sua vez, foram muito bem colocados na trama. Apesar de não ser um chick-lit, temos alguns momentos hilários durante o livro, que me divertiram bastante.

Milly, há dez anos atrás, possuía um espírito aventureiro e nunca imaginou que ao ajudar os seus amigos  poderia prejudicar o seu futuro. Sua atitude foi movida puramente pela amizade que sentia por eles, revelando ser uma grande virtude de sua parte. Tudo já estava trancafiado no baú do esquecimento até que Alexander reconhece a moça, e narra com exatidão detalhes de sua primeira cerimônia. Ela fica em polvorosa e decide procurar Allan e Rupert imediatamente, já que dali há quatro dias se realizará o seu suposto casamento com Simon. Ao contrário de muitas pessoas, não achei a protagonista fútil. Ela não é dona de uma personalidade absolutamente firme, porém mostra alguns dos seus valores ao longo da história.
"Segredo é algo que você tem que manter escondido. Mas o casamento parecia...algo que tinha acontecido em um mundo diferente. Algo que nunca existiu de fato neste mundo (...)"
Simon não me agradou muito. Não o achei esse príncipe encantado pelo qual a Milly suspirava, e sim um sujeito mimado, em alguns momentos egoísta e que tem como foco na vida competir avidamente com seu pai milionário. A mãe da noiva, Olivia, me soou como alguém bastante superficial, que se importa mais com o ter do que propriamente com o ser, além de ser extremamente melindrosa. Suas atitudes estão a afastando cada vez mais de seu marido, James, e eles passam por uma crise tensa em seu relacionamento. Isobel, a irmã mais velha da protagonista, conseguiu me cativar. Admirei muito sua independência e o modo de se sobressair dos problemas. Ela está grávida e mantém o nome do pai em segredo, e o seu grande dilema na história é se decidir se realmente terá essa criança. Apesar de se encontrar submersa em seus próprios conflitos pessoais, ela se propõe a ajudar a irmã, mostrando o quanto é uma mulher forte e de fibra.

Em suma, Louca para Casar é um bom e divertido romance, que com certeza irá entreter os leitores. Como disse anteriormente, um dos pontos fortes da história foi o englobamento dado aos demais personagens na trama, que enriqueceu o livro e não o deixou totalmente focado na Milly. Gostei muito da capa e a diagramação está perfeita, assim como nos demais livros da Record. Recomendo ☺

16 comentários:

  1. Adorei sua resenha como sempre maravilhosa, Nessa realmente é um bom romance divertidíssimo este livro com certeza muitas pessoas iram se identificar com essa história. bjs

    ResponderExcluir
  2. A capa é linda! E o romance parece ser bem gostosinho e divertido. Não faz muito o meu gênero, pelo menos não agora... Que estou mais ligada em coisas hot, históricas e e tal... Mas leria ele em um outro clima.

    ResponderExcluir
  3. Acho bem legal quando os autores decidem não enfocar só no personagem principal deixando que os outros personagens tenham o devido destaque. O livro parece ser ótimo, adorei a resenha!

    Beijo:*
    Naty.

    ResponderExcluir
  4. Oie amiga
    Já li o livro é gostei muito.
    A respeito dos pontos negativos concordo com você: Simon não era aquela coisa toda, sabe, eu esperava mais dele. Olivia também, nossa que mãe é aquela.Muito superficial mesmo.
    Isobel também me cativou,ela foi uma das que mais me agradaram na história. Milly também foi bem divertida e gostei muito dela.
    Até mesmo Harry me divertiu em algumas cenas.
    A capa é linda mesmo.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi flor,
    Gostei bastante da sugestão achei essa capa super fofa e não conhecia a historia pela sua resenha deu para ter uma ideia melhor e achei bem legal pois adoro livros divertidos e esse parece ter muito disso.
    bjss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie,
    menina eu quero ler esse livro, esta todo mundo falando bem dele. Sério que o príncipe encantado é um chato?

    Bom, tirando esse detalhe o livro parece ser legal :D

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Nessa,

    Já li criticas positivas desse livro e gostaria de lê-lo...parabéns pela resenha....abraços.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amei a dica
    Esse livro é a minha capa
    Pelo menos o titulo

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Nessa estou doente pelo livro!!! eu adorei a resenha, alias eu adoro Sophie Kinsella seja escrevendo como pseudônimo ou assinando por si mesma, esse livro parece ser mais um hilariante romance da autora que sempre arrasa. Eu gostei da capa nacional achei bem mais bonita que as originais que vi em outros blog's! Estou doida pra ter esse romance aqui na estante e me deliciar!estou doida pra gargalhar com a história de Alexander e Milly.a Record fez um lindo trabalho de divulgação e com certeza essa publicação é mais um sucesso!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Nessa, li a resenha e gostei do modo como você a escreveu. Olha, eu até leria o livro se alguém me emprestasse ou, até mesmo, me desse de presente porque comprar para ler não ia rolar!
    Não sei, acho que apesar da história ser interessante, conforme você mesma salientou, não me senti impelida a adquirir um exemplar. Mas aceito doações kkkkkkkkkkk
    Beijocas e sucesso!

    http://conformealetra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, amiga!
    Amei a resenha! Meus parabéns!
    Fiquei muito interessada no livro. Parece muito bom e um ótimo entretenimento. É uma pena que o Simon não seja tão bacana assim.
    Beijo!
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Nossa, sua resenha ficou maravilhosa!!
    Eu não tinha dúvidas que esse livro era bom mesmo, já que eu sou suspeita para falar, já que amoooo a autora.
    Fico feliz por ser um livro tão bom, preciso logo dele!!

    http://www.lostgirlygirl.com/

    bjos

    ResponderExcluir
  13. Jurava que Louca para Casar era um Chick Lit o.O Não gostei do mocinho ser um mimado u.u gosto de ler sobre mocinhos maravilhosos em livros (Já basta os que vejo no dia a dia ahahaha nos livros quero é emoção e suspirar muito, meu lado brega romântica aparecendo kkkkk) porém sou fã da Kinsella, e espero me divertir e gostar de Louca para Casar :D

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Vanessa,
    O livro parece ser bem divertido para ler. Anotei o nome dele na minha listinha. Quero ver se compro ele para ler.Adorei sua resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Oiee Tampinha =)
    escrevendo bonito ( vukgo) UII!! fui até no pai dos burros como eu rsrsrsrs}
    que bom sabe que é um livro capaz de nos divertir, isso que é legal, viajar e se divertir em um leitura. gosto disso. beliscões

    ResponderExcluir
  16. e eu escrevi errado, a preguiça aqui e estar toda torta na cama ajuda ( Vulgo** )

    ResponderExcluir