15/10/2013

Resenha: Corações Feridos - Louisa Reid

Título original: Black heart blue
Gênero: Drama
Páginas: 256
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Onde comprar: Submarino
O livro Corações Feridos, da autora inglesa Louisa Reid, nos conta a história das irmãs gêmeas Hephzibah e Rebecca. Apesar dos laços de sangue que as unem, as duas são bem diferentes entre si. Hephzi é muito bonita e até mesmo impetuosa. Já Rebecca, por sofrer da Síndrome de Treacher Collins - que deformou totalmente o seu rosto - é mais retraída e silenciosa.

Apesar das diferenças de personalidade, as duas são super unidas. Brigam como quaisquer outras irmãs, mas se amam e se protegem na medida do possível. As duas guardam um terrível segredo: o pai das meninas, um pastor extremamente fanático, muda de figura dentro de casa, não sendo nem um pouco atencioso e sorridente como aparenta ser na igreja.

Roderick não permite que as meninas frequentem a escola e tenham amigos. Mesmo doentes, elas não são medicadas e se vestem com roupas usadas, doações da igreja. Por qualquer motivo, elas são agredidas e de forma muito feroz e violenta. Hephzi não aguenta mais essa vida, e quando consegue convencer a sua mãe para que ela e Rebecca sejam matriculadas em uma escola, começa a nutrir esperança de dias melhores. Ela sonha dia e noite com a sua liberdade e batalha ao seu modo para que isso aconteça. Porém, a sua utopia de paz e independência lhe cobra um preço muito caro: a sua vida.

Hephzi fracassou em sua missão e as consequências disso foram terrivelmente dolorosas. Mas e Rebecca? Será que ela está disposta a tentar ou não tem mais forças para resistir ao seu implacável pai?

Corações Feridos é um livro forte e tenso, que engloba em seu interior a violência doméstica e o falso moralismo religioso. O que se esconde atrás das paredes de várias residências pode ser terrivelmente assustador e grotesco, e a autora deu muita ênfase a isso, nos chocando com as inverdades da vida. Narrado em primeira pessoa por Hephzi e Rebecca, de forma alternada e intercalando passado e presente, acompanhamos as barbáries que essas duas irmãs enfrentam, de uma forma um tanto incômoda, justamente pelo sofrimento delas ser quase que palpável, e também vislumbramos o companheirismo e o carinho entre elas, apesar de todas as mazelas vividas.

"Gravei o dia de hoje em minha memória como mais um dia negro, e está lá, uma dura história inscrita em meu coração. As histórias que tenho escondidas dentro de mim: se você pudesse abrir-me, leria a verdade. Olhe para dentro, retire a pele, a carne e os ossos e encontrará uma biblioteca de sofrimentos. Talvez você me peça para explicar. Eu sou, antes de tudo, a curadora desse passado. Mas algumas coisas são terríveis demais para serem contadas, e essas palavras estão enterradas profundamente. Essas são palavras que eu nunca sussurrei nem mesmo à minha irmã, essas são palavras que não ouso pronunciar em voz alta. Eu gostaria de que elas não chorassem nas paredes do meu quarto ou me caçassem nos sonhos."

Hephzi não aguenta a vida que leva e sonha à todo custo se livrar desse sofrimento sem fim. Ela é forte e sempre que consegue, burla as regras que lhe são impostas. Quando descortina um novo mundo através da vivência no colégio, não pensa duas vezes em batalhar pela sua liberdade, e ainda tenta convencer a irmã do mesmo intento. Porém, a sua ousadia, por assim dizer, acaba resultando na sua morte.

"As pessoas são tão crédulas e, sempre que ele lhes conta que é pastor, é como se dissesse que é Jesus ou algo assim."
Já Rebecca, é mais contida. Ela consegue ser ainda mais humilhada pelo pai, que alega que a sua doença, a Síndrome de Treacher Collins, é uma maldição, uma terrível penitência pelos seus pecados, além de chamá-la de monstro e de outros nomes terríveis. Ela é o maior alvo de suas agressões, e ele é tão meticuloso em feri-la, que a golpeia em regiões do corpo que não ficam expostas, ocultando assim a sua fúria da garota. Rebecca já está conformada com a sua situação e não acredita que isso possa mudar, porém, com o falecimento de Hephzi, uma nova chama irradia em seu interior, lhe despertando o desejo de lutar, de se rebelar.

Apesar da forte carga dramática, Corações Feridos é um excelente livro. A escrita da autora é sucinta e clara e o tema foi abordado de forma intensa, nos chocando, incomodando e muitas vezes, emocionando. A capa é muito bonita e retrata bem o teor da história, e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e uma revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

Confiram o booktrailer de Corações Feridos:



19 comentários:

  1. Ah! Acho que eu vou gostar muito desse livro hem?
    Eu me amarro em um drama forte, livros do tipo sempre são minha cara! hahaha

    Resenha suuper bem escrita, adorei ^^

    Beiijos,
    Paula
    http://psicosedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nessa, esse livro parece lindo e bem intenso! Estou louca pra ler...

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Oi. Gostei da resenha. Eu não sei se vou aguentar ler um drama como esses agora, pois não estou na fase sabe? Mas gostei da história e fiquei curiosa para ler. Beijos.

    www.doceabril.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa!
    *me abanando*
    Estou sentindo que vou ficar com o coração na mão com essa história O.O
    Aiaiaiai preciso estar preparada!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Nunca vi nenhuma resenha negatuva do livro, o pessoal super elogia e você recomenda. Parece que é bom mesmo! Entretanto, não entendo bem o motivo, não tenho vontade de ler.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. A capa desse livro é ótima e a história parece ser bem interessante.
    Eu gosto de livros que trazem temas fortes, mas esse parece ser um pouco chocante e com bastante drama e eu não estou muito no clima para esse livro agora.
    De qualquer forma, adorei a resenha.
    Bjo

    ResponderExcluir
  7. Oie Nessa,
    li esse livro faz pouco tempo e achei muito triste, gosto de livros mais felizes rsrsrsrs

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. OI Van*

    Ai, acho que não é hora de eu ler este livro, ele é muito forte e esta capa não me agrada. Quem sabe em um outro momento.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  9. Quero muito ler esse livro.......a história parece ser ótima...adoro livros com dramas familiares!
    A capa do livro parece ser linda , adoraria tê-lo na minha estante!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia Nessa,

    Li esse livro e gostei demais...uma história muito triste que vale a pena ler.....abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oii!!
    Estou no começo da leitura, e ainda não me choquei com nada, espero gostar da leitura!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  12. eu pensava que o livro ia ter outra temática, uma outra pegada agora estou meio dividida pois apesar de ser um lançamento que eu babei quando vi, o gênero não é dos meus preferidos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Vanessa, tinha certeza que você ia gostar.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  14. Oi Vanessa,
    O livro parece ser muito bom, anotei o nome dele.
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Esse livro desde que li a sinopse quis lê-lo, justamente devido ao que você disse: retrata a violência doméstica e o falso moralismo religioso. Deve ser uma lição de vida e fazer qualquer um pensar.

    ResponderExcluir
  16. Oi flor,
    Espero conseguir ler logo esse livro pois ele me deixa cada vez mais curiosa.
    Bjsss
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá Nessa!Sabe que hoje eu li uma resenha deste livro e fiquei totalmente impressionada com a historia.Pela capa eu não diria ser algo assim tão marcante.Mas depois de sua resenha e aquela outra lida eu me pego totalmente angustia pela leitura.Quero muito saber mais da historia e ver o grande finale. Saber se tudo sairá bem,entende.
    Livros como esse são livros que acabo sendo marcada,sim,eu acabo que levando algo para mim,ao ler.E acredito que este livro ira me dar uma boa lição que poderei levar em minha vida.

    Parabéns pela resenha!

    PS:Rezei tanto para que você falasse mais do livro.hahahahahahaha

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  18. Oie amiga
    Eu já li outras resenhas desse livro é fiquei muito interessada na leitura.
    Parece ser uma história sofrida, triste e comovente.
    Pretendo ler.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Confesso que eu queria muito esse livro apenas pela capa hahahaha :X Mas as diversas resenhas positivas que vi me fizeram querê-lo pela história também *-* Só o nome de uma das personagens (que não me atrevo tentar pronunciar) é muito complicado né coitada hahaha
    Adorei a resenha

    Beijo

    ResponderExcluir