13/11/2013

Resenha: Dois Rios - T. Greenwood

Título original: Two rivers
Gênero: Romance/Ficção
Páginas: 448
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
Dois Rios, da californiana T. Greenwood, foi eleito o Melhor Livro de Ficção pela San Diego Book Awards e se trata de uma história precisa e bem construída, que consegue cumprir a sua missão de entreter o leitor até a última página.

Conhecemos a história de Harper Montgomery, um viúvo taciturno e solitário que decidiu morar na bucólica e pequena cidade de Dois Rios para propiciar uma qualidade de vida melhor para sua filha Shelly. Ele vive no minúsculo município há 12 anos, desde que perdeu sua esposa, Betsy, de uma forma bem trágica e dolorosa. A morte de Betsy é apenas uma das agravantes de sua dor. Ainda jovem, ele também perdeu a mãe de um jeito muito brutal e, alguns anos depois, presenciou um grave crime e foi omisso quanto a isso, o que lhe deixou cheio de remorso e culpa.


Porém, acontece um acidente de trem e com ele Harper adquire a chance de se redimir dos seus erros de outrora, cuidando de Maggie, uma jovem grávida de 15 anos que não tem para onde ir. A presença de Maggie em Dois Rios se mostra mais do que mera coincidência e revela uma forte ligação com algo de seu passado...

Confesso que comecei a ler Dois Rios com um pé atrás, já que o livro anterior da autora, Um Mundo Brilhante, não me agradou por completo, pelo fato do protagonista principal ser demasiadamente egoísta e covarde, mas para a minha alegria, acabei me surpreendendo bastante com a sua escrita. A história é dinâmica, bem construída e conseguiu prender a minha atenção do início ao fim, com um suspense avassalador e que vai se descortinando capítulo após capítulo. Narrado em primeira e também em terceira pessoa, intercalando o passado com o presente, conhecemos uma trama rica e surpreendente, que nos revela a trajetória de um homem em busca de perdão e redenção, e acompanhamos a sua vida e o quanto o destino foi cruel para com ele, lhe tirando as duas mulheres mais preciosas de sua vida - sua mãe e sua esposa. No pano de fundo da história, destacam-se o movimento dos direitos civis e também a Guerra do Vietnã, propiciando ainda mais humanidade e realismo ao enredo.

"As pessoas dizem que nos definimos por nossas escolhas; algumas delas são fáceis, breves, enquanto outras são mais difíceis. Estas últimas são aquelas que nos deixam acordados à noite, que nos forçam a pesar os prós e os contras, a examinar o que é certo e o que é errado. Elas exigem que analisemos as opções, esmiucemos as possibilidades e suas consequências. Mas e a escolha que se faz em uma fração de segundo? E aquela que se faz sem o luxo da contemplação, aquela que se faz pela intuição ao invés da razão? Ela fala mais alto para quem realmente somos?"
Harper é um personagem extremamente humano, com todos os seus erros e acertos. Sempre foi um ótimo pai para a sua filha, apesar de ter penado bastante ao criá-la sozinha, sem uma mãe. Ele convive cheio de remorso e culpa, por ter presenciado um crime no passado e não ter feito nada a respeito. Isso lhe tira a paz dia e noite, e martela em sua cabeça como uma sentença mortal. Porém, em um fatídico dia, ele tem a oportunidade de ajudar uma jovem moça, sem beira nem eira, e assim, amenizar os seus erros do passado. O que ele não esperava era que Maggie não fosse uma simples estranha resgatada de um acidente de trem e sim uma peça importante do seu passado, tendo uma incrível ligação com a sua vida.

Conviver com remorso é uma das coisas mais cruéis que podem acontecer em nossa vida, e a dor de Harper foi tão bem retratada, que se torna quase que palpável durante a leitura. Mesmo tendo ciência da sua omissão no passado, não consegui culpá-lo perante a isso, até mesmo pelo momento em que tudo aconteceu e por quão arrasado ele estava perante os fatos. Mas a questão é que Harper nunca mais foi o mesmo desde o dia do crime, e se culpa de uma forma voraz, o que acaba lhe causando uma angústia sem fim. A sua benevolência para com Maggie se mostra um verdadeiro bálsamo para as suas feridas e também mexe com o passado de uma forma que ele jamais poderia julgar.

"Às vezes, eu sentia que os detalhes mundanos de nossa vida eram as únicas coisas que me amarravam ao mundo. Eles me davam um senso de propósito. Se não fosse pela torneira gotejando, os sanduíches, as contas, talvez eu não soubesse o que fazer com minhas mãos."

Em suma, Dois Rios foi uma leitura surpreendente e emotiva, repleta de redenção, amor e segundas oportunidades. O suspense foi muito bem mesclado a trama, tornando-a ainda mais atrativa e interessante, e despertando a curiosidade do leitor ao máximo. Assim como um quebra-cabeças, a cada capítulo temos a disposição uma peça após outra, que juntas, revelam um desfecho incrível e emocionante. A capa do livro é muito bonita e chama bastante a atenção para o conteúdo da obra e a diagramação está excelente, com fonte em bom tamanho e uma revisão de qualidade. Recomendo ☺

Confiram o booktrailer de Dois Rios:


24 comentários:

  1. Oiii!!
    Não tive boas experiência com o outro livro da autora, Um Mundo Brilhante. Espero não me decepcionar com esse, ultimamente tenho visto muitos elogios a está obra!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  2. Olá,Nessa!
    Estou louca para ler este livro,já li algumas resenhas sobre o mesmo,mas a sua conseguiu me forçar a le-lo antes do ano terminar.
    Beijos!
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa!
    Ao contrário de você, eu AMEI Um Mundo Brilhante. Estou lendo Dois Rios bem aos poucos, para sentir toda a emoção dele. Estou amando!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa :)

    Meu deus tem tanta gente me indicando esse livro que ele já está na lista de livros que com certeza irei comprar. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, de todos os lançamentos do mês de setembro, esse foi o que menos me chamou a atenção, não tenho vontade de ler =(
    Beijos
    http://souseuastral.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nessa quando se fala de um livro lançado pela NC é difícil ele não ser bom, mas cá entre nos esta capa não esta muito legal, mas o que vem ao caso não é isso e sim a historia, e lendo sua resenha fiquei curiosa com este mistério da garota de 15 anos, cujo se liga ao do Harper. E fora que o passado dele também me intrigou bastante.
    Bom, agora é esperar para ler, e assim descobrir, não é!

    Parabéns pela resenha!

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  7. Oi Van,
    vi mta gente falando desse livro, mas confesso que ele não me chama mto atenção.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa*

    Depois de ler algumas resenhas deste livro eu comecei a ficar interessada nele.

    Beijos*

    ResponderExcluir
  9. ai Nessa você conhece meus medos com essa autora, mas só em saber que Harper não é igual ao Ben ja me motiva a ler!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nem lembrava que essa autora também escreveu Um Mundo Brilhante. Apesar de ter gostado da sua resenha, continuo sem vontade de ler o livro.

    Espiral dos Sonhos

    ResponderExcluir
  11. Oie tampinha <3
    Nossa já queria o livro pela capa, linda!
    E depois dessa resenha quero mais que nunca, espero ter a oportunidade de desvendar esse quebra cabeça o mais rápido possível.
    Beliscões carinhosos da Máh ~~♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  12. Oi linda! Tenho lido muitas resenhas desse livro com boas indicações como a sua
    gostei do enredo, vou tentar ler sem dúvidas s2
    Um abraço!
    Pandora
    http://pansmind.blogspot.com.br
    www.punkystore.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Nessa!

    Gostei muito dessa mistura entre emoções e suspense. A capa é linda mesmo e a premissa do livro me chama a atenção. Vou anotar na lista. Adorei a resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Vanessa,
    tudo bem?
    Ufa! Fiquei sem fôlego! ótima resenha!!! Parece ser uma história bem intensa. Fiquei com pena dele, mas ao mesmo tempo receosa, porque o destino o uniu a essa menina?
    Vou ler com certeza!!!
    Beijinhos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. O livro parece ter uma história muito interessante, mas não sei se o leria.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  16. Adoro um suspense, porém esse não me chamou muita atenção...
    Obrigada pela resenha! :)

    ResponderExcluir
  17. Olá Nessa

    Também não faz muito o meu estilo de leitura, apesar de ter achado a história bem diferente. Vou indicar pra namorada de costuma gostar mais deste estilo.

    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie Nessa =)

    Eu não gosto de ler livros que tanto a sinopse como a capa me dão aquela sensação que vou me emocionar com o livro. Gosto de me surpreender, e mesmo que esse tenha um toque de mistério, acredito que a carga dramática dele seja maior então ele não é bem o tipo de leitura que eu escolheria no momento.

    Acho que já esgotei a minha cota de lágrimas literárias do ano rs...

    Parabéns pela resenha!


    Beijos e um ótimo feriado;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  19. Quero muito ler, parece excelente, intenso e realista, bem como eu gosto!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  20. A novo Conceito arrasa nas Capas!
    Eu não tinha visto esse! Gostei!
    Bjus FloR!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Nessa!
    Esse livro já está na minha lista de desejados, quero muito ler e a tua resenha só fez com que eu tivesse mais vontade ainda de lê-lo, tu transmitiu a essência do livro sem dar spoilers. E a Novo Conceito mais uma vez arrebentando nas capas!

    Beijos
    Books And Movies
    http://leiturae7arte.blogspot.com.br/
    @BooksAndMovies_

    ResponderExcluir
  22. Oi Van!
    Menina, eu deixei de lado o livro,pois achei que não iria gostar da história. Mas estou vendo que me enganei =D
    Vou subir ele na pilha, rs.
    bjs!

    ResponderExcluir
  23. Oi Nessa, ótima resenha, fiquei morrendo de vontade de ler depois dela.haha.
    Gosto muito de histórias neste estilo e ser é surpreendente e emotiva também, já entrou na lista de livros para ler.
    Beijos
    All My Life in Books

    ResponderExcluir
  24. Oie amiga
    Nossa, é a primeira resenha que leio desse livro. Eu tinha visto a capa e a sinopse antes, mas não tinha lido nenhuma resenha. O livro parece ser tão emocionante e triste.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Jéssica
    http://www.leitorasempre.com/

    ResponderExcluir