09/06/2014

Resenha: Bridget Jones Louca pelo Garoto - Helen Fielding

Título original: Bridget Jones Mad About the Boy
Gênero: Romance/Chick-lit
Páginas: 440
Editora: Companhia das Letras
Classificação: 4/5
Comprar: Submarino
Em Bridget Jones Louca pelo Garoto, terceiro volume da série Bridget Jones, da britânica Helen Fielding, notamos as características que destacaram tanto a autora quanto sua protagonista: humor, romance e muitas cenas hilárias. Porém, o fato dela ter matado um dos meus personagens favoritos da trama, de quem não revelarei o nome, me deixou bastante chateada e até mesmo, indignada.

 A história se passa catorze anos após os fatos que se sucederam em Bridget Jones No Limite da Razão e nos traz uma personagem um pouco diferente de outrora. Bridget continua estabanada como sempre e com a sua personalidade um tanto extravagante, e apesar de não ter amadurecido tanto, percebe-se algumas diferenças em sua conduta e postura. Agora ela é mãe de duas crianças lindas e bem sapecas: Billy e Mabel Darcy.

Além de lutar contra a balança e o cigarro, Bridget agora tem outras preocupações, tais como chegar pontualmente no colégio das crianças, conciliar sua vida profissional e se atualizar no mundo virtual (leia-se Twitter e WhatsApp). 

Depois de anos sem se envolver com alguém, Bridget acaba redescobrindo os prazeres da vida amorosa na meia-idade, e como sempre, se entrega a isso de corpo e alma. Ela também arrisca seus primeiros passos nas redes sociais, e claro, não deixa de cometer inúmeras gafes e confusões, nos propiciando momentos de muita diversão e descontração.

Bridget Jones Louca pelo Garoto nos traz uma protagonista um pouco mais velha e com responsabilidades novas, as quais ela tenta intercalar com a sua costumeira rotina. A história continua muito divertida e contemporânea, se focando nos dramas da mulher moderna de forma hilária e coesa, porém, o fato da autora ter matado um dos personagens mais queridos da trama foi imperdoável. É claro que tudo se inicia a partir deste fator, mas acredito que teria outras vias para que o enredo se desenvolvesse, primordialmente com a presença deste protagonista. Narrado em primeira pessoa por Bridget no formato de diário e de modo fluído e cômico, a obra é um ótimo entretenimento, porém se tornou inferior aos volumes da série já lançados.

Bridget não perde o ar da graça que a consagrou e continua divertida, excêntrica e aprontando muitas confusões. Seja no colégio das crianças, seja ao lado do garotão que se tornou sua nova companhia amorosa, a diversão é garantida. Gostei da autora ter focado em algo que gera bastante polêmica, ou seja, a diferença de idade em um relacionamento amoroso, e ter enumerado todos os prós e contras que isso envolve. Achei que os fatos foram bem ressaltados no livro, além de terem soado muito próximos ao real,  o que conferiu uma modernidade ainda maior ao enredo.

Bridget, apesar de estabanada e maluquinha, tenta ser uma boa mãe para os seus filhos. É claro que ela apronta muitas confusões e tem um comportamento completamente louco perante alguns fatos, mas é impossível não notar o seu amor incondicional pelos seus pupilos. Outro personagem que aparece no enredo é Daniel, que apesar da idade, continua do mesmo jeito de outrora, ou seja, galinha, safado, cínico e com um certo problema de alcoolismo.

Em síntese, Bridget Jones Louca pelo Garoto é um livro divertido e que cumpre o seu intuito de entreter o leitor, com as mesmas características marcantes e hilárias de outrora, mas acredito que ele poderia ter sido ainda melhor. A morte de tal personagem foi totalmente desnecessária e acabou tirando boa parte do clima de romantismo da trama, além de ter me deixado completamente frustrada. A capa é muito bonita e nos traz uma Bridget mais madura (fisicamente falando) e com alguns elementos que agora fazem parte de sua rotina, e a diagramação está favorável, com fonte em bom tamanho e poucos erros de ortografia. Apesar das ressalvas, não deixo de recomendar.

Confiram as resenhas dos volumes anteriores da série Bridget Jones:

►O DIÁRIO DE BRIDGET JONES
►BRIDGET JONES NO LIMITE DA RAZÃO 

9 comentários:

  1. Companhia das Letras é a editora? ta neh! kk
    Gostei da resenha, mas parece que não gostou do livro. Eu assisti os 2 filmes e possivelmente terá o terceiro por causa do livro. Sinceramente não tenho vontade nenhuma de ler os livros da série. É um tema que para eu já está muito bom que fique só nas telinhas!


    bjos
    https://leituradeouro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa!
    Acredita que ainda não li nenhum livro? Nem assisti ao filme ahahah
    Bjks!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa, tudo bem?
    Não acredito que mataram meu personagem preferido!!!!!!! Eu ainda não li os livros, eu vi os dois filmes e gostava tanto dele!!!!!! Uma pena. Apesar disso, os livros parecem ser muito bons, divertidos, quando eu tiver uma oportunidade vou ler sim.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie,
    nossa só li o primeiro e segundo. Estou meio atrasada nessa série, mas o livro parece ser legal, mesmo tendo essa morte desnecessária.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Acredito que possa ser uma boa leitura principalmente por ter os elementos centrais de uma boa história, adoro diversão nas páginas de um bom livro
    Espero que Bridget continue tão doida e divertida

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não gosto muito do gênero, mas vejo muitos elogios sobre o livro.
    Adorei a resenha. Quem sabe, em breve, eu leia o livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho

    ResponderExcluir
  7. Oie Nessa =)

    Tenho os dois primeiro livros dessa série, mais ainda não consegui ler. Já assisti aos filmes e gostei bastante, mas confesso que estou um pouco receosa em relação a esse livro... acho que assim como a grande maioria das pessoas eu vou ficar chateada com a direção que a autora deu para a história.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  8. Tá aí, esses são livros que preciso ler urgentemente! Amos os filmes, preciso conhecer a escrita da autora!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  9. Oie amiga
    Já li os dois livros anteriores e assisti aos filmes é amei. Amo a Bridget e suas trapalhadas, mas não vou ler esse livro.Não consigo acreditar no que a autora fez, não vou conseguir ler. Eu prefiro não saber o final, do que ler o livro sem meu personagem favorito. Completamente desnecessário fazer isso.. Nesse momento eu não vou, mas quem sabe num futuro distante. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir