02/09/2014

Resenha: Veneno - Sarah Pinborough

Título original: Poison
Gênero: Romance/Fantasia
Páginas: 224
Editora: Única
Classificação: 4/5
Comprar: Submarino
O livro Veneno, primeiro volume da trilogia Encantadas, de Sarah Pinborough, nos traz a história da Branca de Neve e os Sete Anões com os seus valores completamente invertidos. A rainha, Lilith, não é tão má quanto aparenta e Branca de Neve nem tão boa e pura quanto todos imaginam. Mesclando ainda cenas bem apimentadas e um desfecho completamente fora do convencional, é uma trama bem criativa, mas que acabou pecando em alguns aspectos.

Em um reino distante, um velho rei precisa se ausentar para a batalha e deixa seu castelo e sua filha sob os cuidados de sua esposa, uma mulher sexy e extremamente bela, que casou por motivos não oriundos do amor e que é capaz de tudo para vencer os obstáculos que surgem em sua jornada.

Branca de Neve não queria que seu pai fosse para a batalha, principalmente porque não aguenta mais viver sob as provocações de sua madrasta. Ela quer ser livre, aproveitar sua juventude e se divertir o máximo possível ao lado de seus amigos anões ao invés de usar corpetes apertadíssimos e ter de se comportar como uma dama.

Se Branca de Neve se comportasse como uma verdadeira princesa e não tivesse um estilo de vida selvagem, ela não seria problema nenhum para Lilith. Aproveitando a ausência de seu marido, a rainha resolve ensinar algumas regras de etiqueta para a enteada, e claro, mostrar quem é que manda naquele reino. Mas as coisas fogem completamente do controle e uma verdadeira disputa de forças emerge para todos os lados...

Veneno é um livro criativo, despojado e que mostra que os contos de fadas também podem ser adultos. Gostei muito do que vi em suas entrelinhas, porém, esperava um aprofundamento maior em alguns quesitos, como por exemplo, nas personalidades da Rainha Má e de Branca de Neve. Achei que a autora poderia ter explorado mais essas personagens na trama, visto que são elas que regem boa parte da história, e acabei achando que os coadjuvantes tiveram mais destaque. Narrado em terceira pessoa, de forma fluída e concisa, é uma obra bem original e até mesmo, divertida, mas que tinha potencial para ser ainda melhor.

Eu esperava mais pró-atividade da Branca de Neve. Tudo bem que ela tem um estilo de vida diferente, preza sua liberdade, gosta de nadar nua e tudo o mais, mas achei que lhe faltou algo. Imaginava que ela fosse mimada ou até mesmo guerreira e que entrasse em verdadeiro conflito com sua madrasta e nesse aspecto ela me soou bem maleável. Já quanto a Lilith, no começo do livro pensei que ela fosse me cativar, visto que conhecemos sua história e até mesmo nos sensibilizamos com sua jornada. Porém, suas intrigas com a enteada são quase que infantis e ao longo da trama, ela acaba perdendo bastante de sua essência e, por conseguinte, sua participação.

Quanto ao romance da história, ele realmente deixará os leitores de boca aberta. Eu, particularmente, nunca havia imaginado nada parecido e me surpreendi bastante com o caçador e o príncipe encantado e as suas desenvolturas dentro do enredo. Quem espera algo água com açúcar, pode esquecer... Sarah Pinborough soube inovar de um jeito todo excêntrico e surreal a parte amorosa por aqui, trazendo cinismo e até mesmo algumas cenas bem fortes para o enredo.

Resumidamente, Veneno é um livro bem diferente e que ganha pontos justamente pela sua originalidade e criatividade. Confesso que esperava um pouco mais da trama, visto todo o merchandising feito ao seu respeito, e apesar de não ter nutrido minhas expectativas em 100%, foi uma boa leitura. A capa é muito bonita e a diagramação está impecável, com fonte em bom tamanho, várias ilustrações de arabescos pelos capítulos e revisão de qualidade. Recomendo.


Confira o booktrailer de Veneno:




10 comentários:

  1. Oi Nessa, tudo bem?
    Que pena que os personagens principais não foram bem desenvolvidos. mesmo assim, a criatividade dessa autora faz valer a pena, não vejo a hora de ler essa trilogia, eu já tenho, acredita que ainda não li? Fiquei bem interessada para saber que inovação foi essa em relação ao príncipe encantado e o caçador, risos...
    Sua resenha ficou ótima, mesmo não tenho gostado 100% do livro, está super bem argumentada.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa,
    achei a mesma coisa. O livro é tão diferente que ganha só por isso.
    Gostei dele, vou ler os outros da série :D

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas fiquei com bastante curiosidade!

    Adorei o seu blog e já estou a seguir!!!

    beijinhos,
    Daniela

    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa,
    Adoro releituras de clássicos e esse livro esta na minha estante esperando para ser lido. Espero gostar dele tanto quanto você, apesar de ele não ter lhe chamado 100% de atenção parece ser um bom livro.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. eu gosto de recontos, mas assim como você tenho medo de nutrir muitas expectativas e acabar não me sentindo satisfeita 100%!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Acho legal qndo recontam uma história já conhecida, mas tem que ser bem feito pra não ficar muito artificial... Pena que esse aí não foi exatamente o que vc esperava, mas se gostou dele mesmo assim então deve valer a pena, hehe!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  7. eu gsto desse livro, o final é inusitado, mas pra mim o melhor é o segundo!

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa =)

    Eu adoro releituras, e este livro está aqui só esperando para ser lido. Gostei da sua resenha pois deixa claro os pontos negativos e positivos do livro, e apesar de alguns contras que você pontuou na resenha, estou bem curiosa para ler. Ótima resenha =)

    Beijos,
    Livy
    No Mundo dos Livros

    ResponderExcluir
  9. Essa semana mesmo uma amiga minha tava lendo o livro na aula, e a cada choque, ela me contava e eu ficava mais assustada ainda. Realmente, o que mais essa história tem é inovação e criatividade, mas acho que a autora acabou viajando demais kkk

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "Cidade do fogo celestial" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  10. Oii!!
    Se o livro é criativo já ganhou pontos comigo. Tenho curiosidade em ler!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir