21/12/2014

Resenha: A Escolha - Kiera Cass

Título original: The One
Gênero: Romance/Distopia
Páginas: 352
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
Em A Escolha, terceiro volume da série A Seleção, da americana Kiera Cass, vivenciamos ainda mais emoções do que nos livros anteriores. Não só o romance desponta com força total, jorrando forte adrenalina na trama, como também presenciamos cenas impactantes, de deixar o coração na mão. Os ataques rebeldes estão cada vez mais intensos, assim como os sentimentos de America e o poder de decisão de Maxon, visto que o dia da escolha de sua noiva se aproxima.

America tinha tudo para ser uma das candidatas mais improváveis da Seleção. Além de pertencer a uma das castas mais baixas, ela se inscreveu pela total e espontânea pressão de sua mãe e  também para se afastar de Aspen, seu ex-namorado que lhe deixou de coração partido. Mas, conforme vai firmando amizade com o príncipe Maxon, ela percebe que seus sentimentos afloram cada dia mais pelo rapaz. Porém, quando a escolha do príncipe parece certa e clara, determinadas circunstâncias fazem com que os dois se afastem.

Um destes obstáculos é Aspen, que agora trabalha como guarda no palácio e está disposto a tudo para reconquistar o coração de America. Por mais que a moça nutra um certo afeto pelo rapaz e fique até mesmo balançada, o seu amor por Maxon é ainda maior, bem como o seu desejo de se tornar princesa.

As indas e vindas de America pelo palácio - sobretudo quando se encontra sorrateiramente com Aspen -, acabam a afastando de Maxon, que agora parece estar prestando um pouco mais de atenção em Kriss, uma das fortes candidatas da Seleção. Mais outras duas concorrentes continuam na competição - Celeste e Elise - que, aos seus modos, farão tudo o possível para angariar o coração do príncipe. E, para piorar a situação da moça, o rei a odeia e não mede esforços para boicotar o relacionamento dela com o seu filho.

Agora, para conseguir realmente o que deseja, America precisará cortar os laços de uma vez por todas com Aspen, bem como conquistar o povo de Illéa e angariar aliados políticos que defendam suas causas. E suas causas são o mais conflitantes possíveis, como ser contra ao sistema de castas, o que gera uma grande polêmica por todo o reino, bem como sua estratégia para lidar com os ataques rebeldes...

"Havia um príncipe e quatro garotas, três das quais voltariam para casa com pouco mais que uma história interessante sobre como passaram o outono."

A Escolha seria o final perfeito para a saga de Kiera Cass, mas para o deleite (ou não) dos fãs, a autora resolveu estender um pouco mais a série. Não só a aguardada escolha ocorre, como também fatos que deixam o coração do leitor na mão. A história é carregada de adrenalina, do início ao fim, seja no que concerne ao romance - o cerne principal do livro - bem como nos perigos que norteiam os personagens e os sacrifícios que ocorrem ao longo da trama. A autora soube sintetizar e elucidar os tópicos do enredo de modo sincronizado e uniforme, aguçando, capítulo após capítulo, a curiosidade do leitor. Narrado em primeira pessoa por America, de forma envolvente e fluída, o livro se mostrou uma excelente e inebriante leitura.

America sempre foi uma personagem forte e agora está ainda mais destemida, lutando com todas as fibras do seu ser por aquilo que acredita e julga ser justo. Ela é impetuosa, guerreira e não tem medo de lutar pelos ideais, o que não a coloca em um patamar tão elevado na visão do rei. Seu romance dentro da trama adquire ares mais intensos e ao mesmo tempo, primaveris, condizendo bem com a proposta do livro.

"Seus lábios, molhados, encontraram os meus, queimando. Senti suas mãos se agarrarem às minhas costas, como se ele fosse desmoronar se nos afastássemos. Apesar do barulho da chuva, o mundo todo parecia em silêncio. Eu sentia que não havia Maxon suficiente, não havia pele, espaço, tempo suficiente."

Maxon continua ainda mais irresistível. Passei a admirar o personagem graças ao volume A Elite e desde então não tenho me frustrado com suas atitudes e decisões. Aqui, ele nos prova ainda mais o seu caráter e força. Aspen, por mais que tenha cometido um imensa tolice ao longo da história, também possui inúmeras qualidades e um coração de ouro. Devido a sua postura, também acabou ganhando bastante o meu afeto.

"America, meu amor, você é luz do sol filtrada pelas árvores. É o riso num momento de tristeza. É a brisa em um dia de verão. É a clareza quando só há o caos."

Em síntese, A Escolha é o supra sumo da saga de Kiera Cass e nos reserva fortes emoções, do início ao fim. O romance adquiriu novas proporções, os personagens foram ainda mais bem desenvolvidos e os conflitos e perigos se intensificaram com força total. A capa continua belíssima e a diagramação está excelente, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e ilustrações de pequenas coroas no começo de cada capítulo. Recomendo, com certeza!

Confiram as resenhas anteriores da série A Seleção:

►A SELEÇÃO
►A ELITE
►CONTOS DA SELEÇÃO

10 comentários:

  1. Oi Vanessa!
    Adorei a resenha, mesmo não tendo lido os outros livros não me senti prejudicada ao conferir sua opinião! Tenho muita vontade de conferir essa série, que é tão elogiada.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa!
    Menina, vou te confessar algo: eu li a última página do livro só para saber com quem a America ficaria, rs. Depois que descobri quem era, eu li o livro inteiro kkkkkkkkk
    Bjks!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa, tudo bem?

    Ah, confesso que a America ficou tão mimimi em A Elite que eu desisti da serie e nem tenho mais vontade de ler. Mas que bom que vc curtiu

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu ainda não li nenhum livro da série, entretanto, ela parece ser ótima.

    Beijos, www.rayramii.com

    ResponderExcluir
  5. Nessa para mim que ainda não li nada da série sua resenha foi um presente, caprichada e sem contar demais! agora sim estou ainda mais curiosa
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa. Tenho muita vontade de ler essa série, mas quando soube que a autora iria lançar outros livros, desanimei um pouco. Ainda assim, pretendo fazer a leitura da Seleção ainda no primeiro semestre de 2015.
    Beijos
    All My Life in Books - Aguardo sua visita!

    ResponderExcluir
  7. Gostei da resenha! Foi bem sincera e conseguiu transmitir tudo o que sentiu durante a leitura. Li só o primeiro volume dessa série, pelo simples motivo de que era óbvio como tudo ia acabar, e isso me desanimou um pouco, ainda mais por não gostar de triângulos amorosos.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Escola Noturna", vem conferir!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a sua resenha, estou na metade do primeiro livro da série, até agora gostei bastante

    beijo

    Estranha no Paraiso | Facebook | Instagram | Twitter | SORTEIO

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Vi muitas pessoas reclamando que esse livro não explorou a sociedade distópica, mas eu acabei gostando bastante da leitura. A Escolha me deixou com o coração na mão e muitos acontecimentos foram inesperados e surpreendentes. Continuo com raivinha da America, mas gostei bem mais da personagem nesse livro.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Nessa,

    Os comentários em torno dessa série são ótimos e tenho vontade de ler também, ótima resenha...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir