25/12/2014

Resenha: O Iluminado - Stephen King

Título original: The shining
Gênero: Terror
Páginas: 464
Editora: Suma de Letras
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro O Iluminado, do mestre do terror Stephen King, nos traz uma história sobrenatural muito bem construída, além de ser dotada de uma originalidade ímpar. Acompanhamos uma família que se torna refém de uma força maléfica e tenebrosa e a luta de seu filho, Danny - um garoto paranormal e incrivelmente sensitivo -, para salvá-los em meio a uma guerra sem precedentes. A obra é uma das mais aclamadas de King ao redor do mundo e claro, merece todos os méritos que a norteiam.

O velho hotel Overlook foi palco de festas pomposas, regadas à bebida e sexo. Entre seus hóspedes figuraram homens poderosos, artistas aclamados e mulheres estonteantes. Considerado um dos mais belos e sofisticados hotéis de veraneio do mundo, também foi testemunha de grandes celebrações, bem como de inúmeras tragédias.

Em suas paredes estão arraigadas glórias e derrotas do passado, bem como uma força maléfica e descomunal, que marca presença em todos os cantos do hotel. Seja nos corredores, nos recônditos na penumbra ou nos inúmeros quartos abandonados, é possível sentir a sua energia pesada e tenebrosa. Quando Jack Torrance recebe uma proposta de emprego para trabalhar no velho Overlook, ele não hesita por um minuto que seja. Para ele, a oferta caiu como uma verdadeira dádiva dos céus, afinal essa é oportunidade de salvar o seu casamento e se livrar de vez do vício do alcoolismo.

Porém, a família sabe que não será fácil viver por ali. Quando ocorre tempestades de neve, o Overlook fica afastado do resto do mundo, já que se localiza no ápice de uma montanha. Por todo o inverno, Jack, Wendy e Danny ficarão sozinhos e isolados. O patriarca da família não percebe nada de errado ao redor do hotel, mas Danny - o iluminado entre eles - sente que há um mal poderoso à espreita. Algo terrivelmente assustador e maléfico, capaz, inclusive, de transformar totalmente uma pessoa, da água para o vinho.

"A lisonja é a graxa das engrenagens do mundo."

O Iluminado figura na listagem das obras-primas de Stephen King, ocupando o  mesmo patamar que O Cemitério, Carrie A Estranha, It A Coisa, entre outros livros do autor. Com uma história incrivelmente original, que mostra a luta do bem contra o mal e o quanto uma influência negativa pode transformar uma pessoa - infiltrando-se em suas entranhas e se alimentando de suas fraquezas -, o livro te prende do início ao fim, lhe causando terror, aflição e inúmeros sustos. Narrado em terceira pessoa - de forma rica e uniforme, sem poupar nenhum detalhe - , O Iluminado é uma sentença de morte; um palco atroz e voraz onde só sobrevive o mais forte.

Danny Torrance é um garoto muito especial. Ele é capaz de ouvir vozes do além e também de transportar-se no tempo. Ele é o que chamamos de iluminado, com todos os seus sentidos extrassensoriais. Agora, se isso é uma bênção ou uma maldição, só o Overlook e sua imponência assustadora poderão dizer. Me afeiçoei bastante a Danny ao longo da história, devido a sua pureza e forte senso de justiça. Apesar da rasa idade, ele é um personagem forte e dotado de uma bondade suprema, mesmo passando por duras penas e por assim dizer, uma infância traumática. Em muitos momentos, tive vontade de entrar dentro da história e de protegê-lo, tamanha a sua doçura e ingenuidade.

Jack Torrance sempre foi precedido pelos seus defeitos. Seu vício no alcoolismo o cegava totalmente, a ponto dele agredir o filho por coisas insignificantes. O seu fracasso no mercado literário lhe desencadeou uma série de problemas, fazendo com que ele buscasse um anestésico para sua existência no álcool. Após muitos episódios conflitantes, desta vez ele acredita que está finalmente livre de seu vício e agarra a oportunidade como zelador do Overlook com unhas e dentes. Mas o Overlook é um hotel esdrúxulo, totalmente fora do comum. Ele é uma chaga aberta de ressentimento e vingança, jorrando ódio e maldade por entre suas paredes, onde apenas os fortes conseguirão sobressair. Jack é um personagem meramente humano, com todos as suas fraquezas e virtudes, o que concedeu todo um senso de realismo ao enredo. Através dele, podemos enxergar o poder do bem e do mal, bem como suas oscilações e detrimentos e, acima de tudo, o quanto a influência negativa pode transformar alguém em uma verdadeira marionete.

Em síntese, O Iluminado nos traz uma trama de horror sem precedentes, envolvendo tanto o sobrenatural quanto a maldade meramente humana, presente desde tempos primórdios na história da humanidade. Por mais que aquilo que fuja do comum cause medo e pavor, as piores atrocidades sempre partem do pressuposto mais natural e sociável possível e é justamente isso o que King tenta elucidar em sua obra. Em 1980 foi feita uma adaptação cinematográfica do livro, dirigida por Stanley Kubrick e com Jack Nicholson em um dos papéis principais, considerado um dos melhores filmes de terror de todos os tempos, com atuações impecáveis e cenas memoráveis. A capa do livro é muito bonita e condizente com o enredo, bem como a palavra REDRUM presente na ilustração e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

Confira o trailer do filme de O Iluminado:



6 comentários:

  1. Oi Nessa, sua linda, tudo bem???
    Nossa, essa resenha causou um impacto em mim!!! "uma sentença de morte, um palco atroz...". Acho que nunca lhe disse antes, mas vou dizer hoje, seus textos estão cada vez melhores, sua escrita parece de profissional. Não sei em que área atua, mas poderia escrever um livro , tenho certeza de que seria um sucesso.
    Adorei a resenha!!!!!!
    Um Feliz Natal para você e sua família!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa!
    Ainda não criei coragem para ler algum livro desse autor kkk
    Bjks!

    ResponderExcluir
  3. Oie Nessa =)

    Sou que nem a Carla ai em cima, não tenho coragem de ler nenhum livro do King XD

    Beijos e um Feliz Natal!
    ;***

    Ariane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  4. Oi, eu fujo do Stephen, mas gostei dessa dica para presentear a mamys que ama um bom terror
    feliz natal flor, que o espirito de paz, saúde, sabedoria e felicidade estejam presentes em sua vida e nas dos seus entes, que o amor em Cristo permeie e enobreça ainda mais sua vida
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    Eu nunca tinha lido nada de horror até ler Nosferatu. Gostei muito e pretendo ler outros livros.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Livro do King é um uma coisa que eu quero distância hahahaha eu até posso ler um terror mas não dele kk arrepia só pelo titulo

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir