03/01/2015

Resenha: Drinques para Três - Madeleine Wickham

Título original: Cocktails for three
Gênero: Romance
Páginas: 352
Editora: Record
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro Drinques para Três, de Madeleine Wickham - vulgo Sophie Kinsella - nos traz um romance divertido, envolvendo três amigas inseparáveis e seus dilemas. Focando tanto em seus defeitos quanto em suas qualidades, sobretudo nas escolhas que cada uma delas fizeram para suas vidas, somos agraciados por uma história hilária e que narra o panorama feminino com exatidão, salientando todos os tópicos enfrentados pela mulher moderna, como carreira, filhos e relacionamentos amorosos.

No primeiro dia de todo mês, Candice, Maggie e Roxanne se reúnem no Manhattan Bar para comentar as novidades do editorial da Revista Londoner - para a qual as amigas trabalham - trocar algumas confidências entre si e desfrutar de um belo drinque. Apesar da cumplicidade entre as três, bem como as risadas e taças de martini que norteiam essas noites, alguns segredos ainda permanecem ocultos.

Maggie, uma editora bem-sucedida e conceituada, conhecida pelo seu empenho e organização, está nos últimos meses de sua gravidez. Ela acaba de se mudar com o marido para uma imensa e linda casa de campo mas, por trás de toda essa aparente felicidade, ela esconde uma terrível insegurança: a maternidade. Ela não se sente preparada o suficiente para colocar um filho no mundo e teme não ser uma boa mãe para seu pupilo.

Roxanne, a mais bem-resolvida do trio, é uma mulher independente e dona de si, que trabalha como freelancer percorrendo o mundo e escrevendo suas matérias. Porém, toda essa liberdade talvez seja apenas um mecanismo de defesa, ou melhor dizendo, uma válvula de escape. Ela mantém há seis anos um caso com o "Sr. Casado com Filhos" e acalenta o sonho de que um dia ele deixe a família para viver com ela.

Candice é a mais doce e delicada entre as amigas, fazendo com que todos tenham um carinho especial por ela. Ela é uma jovem responsável, articulada e com enorme talento para a escrita. Porém, em uma determinada noite no Manhattan Bar, ela encontra Heather - uma antiga colega de escola - trabalhando como garçonete pelo local e automaticamente passa a reviver memórias até então esquecidas. Heather, no passado, foi lesada pela família de Candice e a jovem fará tudo o possível para tentar reparar tal mal. Com isso, ela acaba desencadeando uma enorme reação em cadeia, colocando em risco até mesmo a amizade do trio...

Drinques para Três nos traz um enredo cativante, escrito com maestria e com um toque cômico irreverente, além de possuir personagens muito próximas ao real, vivendo situações típicas da sociedade moderna. Por mais que a autora destaque os dramas do cotidiano, sua escrita é hilária, dotada de um humor apurado, fazendo com que a trama se torne leve e espontânea. Narrado em terceira pessoa de forma descontraída e gostosa, é um livro que fala sobre amizade, amor e rotina de modo inteligente e divertido.

"As pessoas não nasceram para perambular pela terra, constantemente conscientes e agradecidas pelo funcionamento saudável de seus corpos. Elas nasceram para se empenhar, amar, lutar e questionar; beber e comer bem; e descansar ao sol."

Maggie foi uma das personagens com as quais eu mais me afeiçoei. Sua insegurança é a mesma de milhares de mulheres ao redor do mundo, que acalentam o sonho de ser mãe, mas que na "hora H" sentem inúmeras preocupações, o que é perfeitamente natural, afinal são várias mudanças em um intervalo de tempo não muito longo. A abordagem sobre a maternidade e suas indagações foi bem sucinta e clara, o que deu um toque bem natural ao enredo. Roxanne é uma mulher independente, decidida e firme, mas que acaba amargando noites solitárias e infelizes. Ela tem um caso com um homem casado do qual ela é perdidamente apaixonada e sonha com o dia que ele vai largar a esposa e os filhos para assumir o romance dos dois. Não vou me estender muito, mas todos nós sabemos o quanto isso é difícil de acontecer, não é mesmo? É o desejo de toda amante, mas todos sabemos muito bem o desfecho desse tipo de história, de cor e salteado. Candice, por mais que seja talentosa e brilhante, apresentou uma fragilidade exacerbada para uma mulher com tais virtudes. Ela é inocente demais, ingênua ao extremo, e isso não me convenceu. Se culpar por um erro cometido pela sua família é uma reação normal, principalmente quando temos caráter, mas ficar remoendo isso o tempo todo e tomar todo o problema para si, é algo surreal - e até mesmo assustador - ao extremo. Dentre o trio, ela foi a personagem que eu menos simpatizei, justamente pelo seu perfil emocional.

Em síntese, Drinques para Três é uma leitura divertida, que aborda em suas entrelinhas vários dilemas que permeiam o universo feminino, de uma forma espontânea e cômica ao mesmo tempo. Suas personagens são muito próximas ao real, o que concedeu um senso de realismo irreverente ao enredo. A capa é bonita e representa bem o trio da trama e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

20 comentários:

  1. Oi!

    Amo tudo que a autora escreve, esse livro vou querer conferir!
    Beijos

    Elidiane
    Leitura entre amigas

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa, como vai?

    Eu gosto bastante da Sophie, mas já ouvi falar que os livros que ela escreve pelo pseudônimo são mais sérios e pela resenha percebi que é verdade. Porém, já adicionei a lista de desejados. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa!
    Confesso que não estava interessada nesse livro, pois estava julgando-o pela capa, rs. Vou anotar aqui para procurar e ler a história \o/
    Bjks!

    ResponderExcluir
  4. O livro parece ótimo, gosto bastante da escrita da autora, mas não sabia que ela tb assinava com esse nome

    bjo
    Pah
    dicalivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Já ia dizer que não conhecia a autora, não sabia que a Sophie Kinsella escrevia com outros nomes (ou esse é o nome dela?). Enfim, adorei a resenha e fiquei com vontade de ler o livro. Adoro quando os personagens são próximos da realidade, torna a leitura ainda melhor.

    Beijo,
    Naty.

    ResponderExcluir
  6. Vanessa, acredita que nunca li nada da Sophie?! Mas tenho MUITA vontade... quem sabe eu não comece por esse, já que amei a sua classificação e a resenha! :)

    Beijos,
    Caroline, do criticandoporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gostei! Parece uma leitura bem suave, ótimo para passar a tarde e se divertir :)

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo no blog de "A Lista de Brett", vem conferir!

    ResponderExcluir
  8. oi flor, estou louca para ler este livro, é um dos meus mais desejados para 2015
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito da sua resenha, fiquei bem curiosa pela leitura, adoro um bom livro divertido. A história dessas três mulheres parece ter muito a oferecer, gostei.

    Obrigada pelo carinho. Feliz 2015! Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
  10. Já conhecia essa autora, gosto bastante da forma que ela escreve, achei bem gostoso a leitura pelo o que você disse, vou conferir esse livro (:

    https://www.youtube.com/watch?v=qmxkY7Q0qYA&index=1&list=UU_Jax6yKMOSAO7o44Emlj0A Meu canal no youtube (:

    ResponderExcluir
  11. Oie Nessa
    eu gostei bastante do livro, e de conhecer o dia a dia dessas amigas.
    bjos e feliz 2015
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa

    Ai, só de saber que este livro é da Sophie, eu tenho vontade de ler. Eu amo a escrita dela e os livros são ótimos. Quero ler.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Olá Vanessa,
    Não sei se esse livro me agradaria, não faz muito meu estilo.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Tenho uma ponta e curiosidade em ler Sophie Kinsella, os livros dela parecem ser divertidíssimos. Adorei sua resenha, espero dar uma chance ao livro.
    Abraços
    Guilherme - http://leituraforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Capa linda *-*
    Fiquei com vontade de ler, adoro leituras divertidas
    Parece ter um enredo bem interessante
    www.iamcamilakellen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bom?
    Eu adoro a escrita da Sophie Kinsella e morro de vontade de conhecer os livros da autora com seu pseudônimo. Eu gosto de histórias que focam em vários personagens femininos, pois nos mostram vários lados das inseguranças das mulheres. É um livro que eu leria pela proposta e por gostar de histórias do gênero.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Nessa!
    Já li "Drinques para Três" e gostei bastante, apesar de não ter sido uma leitura totalmente excelente. Também gostei muito da Maggie.

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Já ouvi falar desse livro, mas nunca tinha me interessado muito por ele. Primeiro porque a capa não me chamou muito atenção.
    Mas, sua resenha mudou minha visão. Vejo que o livro é bastante agradável. É sempree bom acompanhar uma narrativa tão cheia de humor, que torna tudo mais leve.
    Adorei a resenha. Em breve irei ler o livro.
    Beijos

    >> Concorra a um vale presente de R$ 50,00 e R$ 20,00 na promoção 2015 da Sorte. Não fique fora dessa!<<
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
  19. Nunca li nada da autora e este livro me pareceu ser bem divertido, mas tenho certo preconceito com personagens ingênuas e todo esse drama exagerado com alguma situação. Acredito que por este motivo o livro não me agradaria =/
    Bjo

    ResponderExcluir
  20. Não li, mas parece ser bem divertido! Já anotei aqui a dica de leitura para 2015.

    http://www.detudopouco.com.br/

    ResponderExcluir