01/03/2015

Resenha: Felizes para Sempre? - Patricia Scanlan

Título original: Happy ever after?
Gênero: Romance/Chick-lit
Páginas: 400
Editora: Essência
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
Em Felizes para Sempre?, sequência de A Festa de Casamento, da irlandesa Patricia Scanlan, acompanhamos aquele período turbulento, por assim dizer, onde a lua-de-mel se rompe e dá margem a vida real, com todos os seus sabores e dissabores. Debbie teve um casamento de contos de fadas, além de se libertar de antigas mágoas e finalmente fazer as pazes com o pai ausente. Porém, nem tudo se mostra flores em seu caminho, a começar pelo marido, Bryan, que continua bem irresponsável e sua chefe Judith, que não dá trégua para a jovem mesmo no leito de hospital. A trama de Patricia Scanlan continua incrivelmente rica e detalhada, nos revelando os pormenores do pós-casamento, bem como outros problemas presentes nas famílias modernas, de forma bem centrada e bastante humorada.

Debbie está muito preocupada com a sua vida financeira, principalmente com as suas dívidas que não param de crescer e com os gastos recorrentes ao casamento. Já Bryan parece estar avesso a tudo, além de não se comportar como um homem casado e levar um estilo de vida luxuoso, regado a champanhe, dentre outras regalias.

Enquanto isso, Barry, seu pai, acaba de descobrir que Aimée, sua segunda esposa - uma workaholic de carteirinha -, está grávida. Ele está radiante de felicidade, ao contrário da esposa, que cogita até mesmo a hipótese de aborto, com medo de que a gravidez possa prejudicar sua carreira em ascensão.

Connie, a mãe de Debbie, está mais do que empenhada em refazer sua vida, principalmente agora, que acaba de conhecer um caubói romântico e maravilhoso, Drew. Porém, como sempre, a família parece precisar mais dela do que nunca e resta a Connie decidir se ela deve colocar os familiares em primeiro lugar ou reconstruir sua vida como sempre sonhou...

Felizes para Sempre? segue o mesmo padrão de A Festa de Casamento, porém com uma carga um pouco mais dramática, ou por assim dizer, mais convencional, realista. O livro nos apresenta não só os problemas pós-matrimoniais como também vários dilemas vividos pelas famílias modernas, tais como aborto, bulimia, drogas, mau uso do dinheiro, entre outros. A escrita de Patricia Scanlan continua envolvente como sempre, além de ser carregada de ironia e humor, tornando a leitura bastante prazerosa. A forma como ela abordou certos tabus com irreverência ficou perfeita e confesso que me identifiquei com várias das situações retratadas na trama. Narrado em terceira pessoa, de um modo bastante espontâneo e intimista,  Felizes para Sempre? é um livro descontraído e contemporâneo.

Debbie amadureceu bastante e o fato de ter se livrado de antigas mágoas a deixou mais leve e centrada em seus objetivos. Ela faz de tudo para manter o casamento dentro dos trilhos, mas Bryan não coopera nem um pouco. Sua irresponsabilidade está ainda mais acentuada e ele age o tempo todo como um menino inconsequente, não enxergando o que acontece a sua volta. Adepto de farras e mordomias, ele vive como se a vida fosse uma constante festa e quando é orientado por Debbie, retruca e busca refúgio na casa da mãe. Tal situação me irritou muito, apesar de ser uma constante da vida real.

Barry é outro personagem que parece que nunca vai amadurecer. Quando surge qualquer tipo de dificuldade em seu casamento, ele não sabe como proceder e ainda por cima vai importunar sua ex, Connie, que é praticamente uma santa. Aimée não quer levar a gravidez adiante, enquanto ele está todo maravilhado com a vinda de um novo rebento e isso se torna um verdadeiro embate para o casal. Aimée perdeu um pouco da sua futilidade em vista do volume anterior, mas continua extremamente egoísta, apesar de notar que o dilema vivido pela sua filha, Melissa, amolece o seu coração, e pode, quem sabe, até mesmo modificá-la.

Connie continua a mulher otimista, responsável e centrada de sempre e agora se permite a chance de amar novamente. Achei o seu romance com Drew incrivelmente perfeito e um dos pontos de destaque do livro, visto que acontece de uma forma totalmente natural e romântica, abrilhantando e suavizando a trama.

Em síntese, Felizes para Sempre? foi uma ótima sequência para A Festa de Casamento, e conduziu a trama por um caminho bastante realista e condizente. Confesso que eu estava aguardando o lançamento do livro há um bom tempo e felizmente a leitura não me desapontou, muito pelo contrário, fez com que eu até mesmo me identificasse com muitas das situações retratadas no enredo. A sequência da história se chama Love and Marriage e ainda não tem previsão de lançamento no Brasil, mas espero que seja publicado em breve. A capa é bem simples, com a ilustração de um casal acompanhando o nascer do sol nas montanhas e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e ilustrações de arabescos no começo de cada capítulo. Recomendo, com certeza!

Confira resenha do volume anterior:

►A FESTA DE CASAMENTO


16 comentários:

  1. Oi Nessa, sua linda, tudo bem?
    Fiquei triste ao ler essa história. A impressão que eu tive foi que ela casou com uma pessoa que não gosta dela. Ele não participa desse casamento. Ele é um sapo e eu queri um príncipe. Mas pelo o que você contou, a autora foi muito realista, e realmente pode acontecer de casarmos com alguém e só descobrirmos quem a pessoa é de verdade entre quatro paredes. Sabe Nessa, para mim, a personagem principal dessa trama é a mãe dela, e parece que ela vai salvar todo mundo, só torço para que ela lembre de se salvar também.
    Adorei a história pois está recheada de natureza humana, tema que me fascina. Mais uma resenha sua que me convence, adorei!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie Nessa,
    Ainda não li o primeiro livro, então fica complicado opinar, mas gosto de saber que a sequencia é tão boa quanto o primeiro livro.

    bjos
    http://blog.vanessasuero.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa.
    Nossa, nem sabia que tinha continuação esse livro UAHSUAHS Ainda não li, preciso ler. Ótima resenha, que bom que gostou do livro.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, que capa mais linda hein!!!
    Será que é preciso ler o primeiro volume para acompanhar este? Fiquei com muita vontade de saber onde todo este dilema de Connie irá levá-la...

    Beijo, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa, obrigada pelo comentário! Sim, é necessário que você tenha lido antes A Festa de Casamento para acompanhar a história. Beijo!

      Excluir
  5. Olha, confesso que pela capa eu não dava quase nada. Parece aqueles clichês bem bobos de adolescente, mas nossa, pela sua resenha, a história promete muito mais que isso! É bom saber que aborda tantos assuntos discutidos com frequência, e principalmente a tentativa dela de manter o casamento. Não é como na maioria onde a personagem simplesmente encontra outro e tudo fica bem kk gostei mesmo de ver sobre esse empenho

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "GATACA", vem conferir!

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa! Eu li esse livro e adorei <3
    Uma ótima continuação <3
    Bjks!

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, não é muito o estilo de livro que eu gosto, que bom que a sequência não te desapontou, depois de tanta espera, né..

    Beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa
    Achei o livro interessante, ainda não li o primeiro. Bela resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu não li o livro anterior e nem conhecia essa história. Mas eu amo romances e eu gostei tanto da capa e da sua resenha, que eu fiquei com vontade de ler sim! *-*
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oie Nessa =)

    Não conhecia essa série e nem a autora, mas pela sua resenha percebi que se trata de uma história bem "real", daquelas que a gente consegue se identificar com as situações vividas pelos personagens. Gosto dessas narrativas mais verdadeiras.
    Dica anotada ;)

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Não conhecia a série. Confesso que fiquei bastante curiosa apesar de não ter lido o primeiro livro.
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  12. fico feliz que o livro tenha agradado tanto, parece mesmo ser uma boa leitura
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Vanessa!! Estava vagando pela blogosfera à procura de novos blogs para ler, e acabei me deparando com o seu. Haahaha Tudo bem?

    Olha, sobre o livro em si, eu não me interesso, mas preciso dizer que sua resenha está muito bom, bem explicativa e objetiva, sabe? Voltarei aqui mais vezes para saber o que você anda lendo! E espero também que o terceiro livro não demore para ser lançado, porque eu sei bem como é horrível essa espera. Hahaha
    Um abraço,
    Mona
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bom?
    Eu já tinha visto a capa desse livro, mas não sabia muito sobre a trama dessa série. É o tipo de história que eu adoro, ainda mais porque o segundo livro mantém o pique da narrativa. Não entendi qual é a desse Bryan. Vou anotar a dica porque fiquei interessada em fazer a leitura.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Nessa,

    Não conhecia esse livro, achei interessante, ótima resenha...abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir