30/11/2015

Resenha: Neve na Primavera - Sarah Jio

Título original: Blackberry winter
Gênero: Romance
Páginas: 336
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Neve na Primavera, da autora Sarah Jio, nos traz um romance soberbo que arraiga em seu interior drama, mistério e amor. A forma como a autora orquestrou sua trama, intercalando o passado com o presente e sua abordagem sucinta sobre as perdas e danos que a vida nos reserva tornaram o enredo primoroso e fascinante.

A história se inicia na Seattle de 1933. A jovem camareira Vera Ray se despede do filho Daniel com um beijo e segue para o trabalho. Ela não suporta o turno da noite, mas este emprego é a única forma que ela tem para sustentar a si mesma e ao seu pupilo. Na manhã seguinte, dia 2 de maio, uma forte nevasca desaba sobre a cidade e Vera faz de tudo para chegar em casa antes que Daniel acorde. Porém, ela encontra a cama do garoto vazia e o seu ursinho de pelúcia jogado na rua, sobre a neve.

Em 2 de maio de 2010, a jornalista Claire Aldridge acorda surpreendida por uma tempestade de neve fora de época. Seu chefe solicita que ela escreva uma matéria sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos e ao buscar informações para construir sua reportagem, ela se depara com o misterioso caso de desaparecimento de Daniel Ray, que até hoje permanece sem solução. Instigada pelo drama do garotinho desaparecido, ela decide mergulhar fundo em busca de respostas e promete para si mesma desvendar a verdade. Durante seu trajeto, Claire descobrirá que está mais próxima de Vera do que poderia imaginar...

Neve na Primavera foi a minha primeira experiência com a escrita de Sarah Jio e por sua vez, bem gratificante e majestosa. A autora possui uma escrita vigorosa e magistral, conseguindo mergulhar no passado e no presente com um dinamismo surpreendente e intercalando mistério e romance como num passe de mágica. Suas personagens são fortes, intrigantes, determinadas e conseguem aguçar a curiosidade do leitor. Narrado em primeira pessoa, sob os pontos de vista de Claire e Vera, o livro se mostrou uma obra esplêndida e bem construída, arquitetada com afinco e com um capricho soberano em cada detalhe.

O desespero de Vera comove e toca fundo na alma. Ela passa toda a sua existência em busca do filho desaparecido e por ser uma mãe solteira e sem muitos recursos, não recebe todo o apoio e atenção que lhe eram cabidas. Muitas pessoas até mesmo a culpam e a tacham de negligente por deixar uma criança de 3 anos sozinha à noite em casa, mas se esquecem de que era a única forma que ela tinha para garantir o sustento dos dois. Sua dor foi descrita de uma forma quase que palpável na trama e o desfecho da personagem me emocionou ao ponto de verter lágrimas.

Apesar de viverem em épocas diferentes, com mais de sete décadas as separando, Claire tem muito em comum com Vera. As duas foram dilaceradas por tragédias da vida e não conseguiram se recuperar de seu passado. O casamento de Claire está por um fio desde que um infortúnio se abateu sobre a sua família e por mais que ela tente manter a normalidade, sente que cada dia mais seu marido se afasta. Quando ela toma conhecimento do caso do pequeno Daniel, se identifica de certa forma com o drama de Vera e decide empenhar todos os esforços possíveis em busca da verdade. Claire se mostrou uma personagem muito corajosa e o mistério que envolve sua ruína familiar foi bem incrustado à trama, além de possuir um teor quase que visceral.

Em suma, Neve na Primavera possui uma história muito bem construída, que passeia livremente entre o passado e o presente e nos traz um belo relato de esperança, amor, perda, fé e redenção. Acima de tudo, é a história de duas mulheres fortes, determinadas e corajosas que mesmo flageladas pelas duras penas da vida não desistiram de seus objetivos. O pano de fundo do livro é magistral e a tempestade de neve fora de época que norteia a trama só tornou o enredo ainda mais convidativo e misterioso. A capa é belíssima e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

12 comentários:

  1. Concordo, capa é belíssima. Quase pedi ele para resenha, mas fiquei com receio de ficar chorando e tal... Mas depois das resenhas positivas que ando lendo minha conclusão é: Tenho que ler! E achei bem interessante o que comentou de ter a tempestade de neve fora de época.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa, sua linda, tudo bem
    Eu já conheço esse livro, mas me emocionei novamente lendo sua resenha. É muito cruel a vida obrigar uma mãe a deixar um garotinho tão pequeno em casa para poder sustentá-los. Dá vontade de dizer, pode ir, que eu cuido dele para você, mas ela infelizmente não tinha ninguém e perdeu seu filhinho, não consigo mensurar o tamanho da dor dela. Gosto muito quando os autores intercalam presente e passado e depois os ligam, e acho que o mistério dará o toque especial à trama. Adorei sua resenha e não vejo a hora de ler o livro.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    estou com este livro em casa, a capa realmente é linda, mas achei a história um pouco parada.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa,
    Esse foi um dos livros que a mamy leu esse ano e ela também curtiu muito a leitura. Adorei a resenha.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. adorei a capa e também de brincar de detetive e descobrir mais da história, ir decifrando os segredos...
    a história de Vera é de arrepiar
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa!
    São poucos autores que conseguem misturar tantos temas e ainda intercalar entre passado e presente e conseguir um bom resultado. Que bom que sua primeira experiência com a Sarah Jio foi positiva. Nunca li nada dela.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Thaila!
    Eu sou apaixonada pelas histórias da Sarah! São lindas, emocionantes, daquelas que você não consegue mais largar \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  8. Amei a sua resenha! Eu também li esse livro e adorei, vale muito a pena!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa, tudo bem?
    A premissa desse livro me deixa triste, principalmente ao pensar no sofrimento da Vera. Não sei se leria no momento, mas não descarto.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Nessa, tudo bem?

    Li algumas resenhas desse livro e todas foram positivas, está na minha lista...ótima resenha...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oie Nessa =)

    Tenho dois livros da Sarah Jio aqui em casa, mais ainda não tive oportunidade de ler. Sempre leio vários elogios sobre as obras da autora e espero que quando chegar a minha vez de ler eu goste bastante também.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa!

    Que resenha linda. Esse livro fica desfilando no tempo como A Última Carta de Amor?

    Beijos
    www.modaeeu.com.br

    ResponderExcluir