20/12/2015

Resenha: Loucamente Sua - Rachel Gibson

Título original: Truly Madly Yours
Gênero: Romance/Chick-lit
Páginas: 344
Editora: Jardim dos Livros
Classificação: 4/5
O livro Loucamente Sua, da autora Rachel Gibson, nos traz um romance bem descontraído, norteado por cenas hilárias e um tanto quanto apimentadas. Confesso que para um chick-lit, eu esperava alguns momentos bem mais engraçados e inusitados do que os que foram apresentados na trama de Gibson e também uma personagem um pouco mais original e questionadora. Achei que Delaney não contestou nenhuma das mudanças que aconteceram ao seu redor e que se rendeu muito fácil aos encantos do galã do enredo, mesmo quando ele aprontava boas e poucas.

De volta à sua cidade natal, para o velório do seu padrasto Henry, a cabeleireira Delaney Shaw é surpreendida pelo testamento dele: para que a moça possa receber a parte que lhe cabe na fortuna do finado, ela deve permanecer em Truly pelo período de um ano e não ter qualquer tipo de envolvimento sexual com Nick, filho bastardo de Henry. Porém, há dez anos atrás, ela e o bad boy viveram uma intensa paixão e embora ele seja um mulherengo declarado, Delaney não consegue esconder a forte atração que sente por ele.

Será o dinheiro mais forte do que o amor? Delaney conseguirá resistir ao motoqueiro sexy de mãos ágeis e investidas indecentes? Ou os dois irão sucumbir a paixão que sempre tiveram um pelo outro?

Loucamente Sua possui uma temática atraente e a julgar pela sua sinopse, eu esperava um chick-lit de primeira linha, daqueles que te fazem gargalhar do início ao fim. Infelizmente a autora não soube desenvolver sua história tão bem quanto eu gostaria e confesso que senti falta de muitos elementos em sua trama. Por mais que tenhamos uma cenas bem apimentadas e que se mostraram um dos maiores trunfos do livro, a trama deixou bastante a desejar, tanto no que concerne a comédia quanto na postura de seus personagens. Delaney me irritou bastante por ser tão conivente com as investidas de Nick bem como ao seu comportamento promíscuo com outras mulheres. Narrado em terceira pessoa de forma simples e clara, o livro possui os seus adjetivos, mas acabou não cumprindo com o que eu esperava.

Após um evento traumático de sua adolescência, Delaney resolveu se emancipar e deixar a cidade de Truly em busca de novos desafios. Quando seu padrasto falece e ela é contemplada em seu testamento, fica completamente estupefata ao saber que só terá parte na fortuna se permanecer na cidade e não mantiver contato sexual algum com Nick. Há dez anos atrás, o bad boy lhe propiciou um dos momentos mais prazerosos de sua vida e também um dos mais vergonhosos, e por mais que tenha se passado certo tempo, a atração entre eles ainda rende muitas fagulhas. Achei que Delaney se comportou como uma marionete nas mãos de Nick, se tornando uma mulher extremamente volátil e isso me desagradou. É claro que a paixão cega e mexe com todos os nossos sentidos e percepções, mas no caso da protagonista foi demais, imperdoável. Nick realmente é irresistível, mas toda mulher deve manter o seu orgulho próprio.

Nick, por sua vez, é um bad boy fogoso e que exala testosterona pura. No melhor estilo, born to be wild, seus trejeitos másculos e seu corpo bem agraciado pela natureza mexe com as mulheres de forma quase que inebriante. Ele preza sua liberdade e prometeu para si mesmo nunca se comprometer com ninguém, mas não sabe se irá levar a promessa adiante quando Delaney retorna para a sua vida. Como ele sabe que exerce forte atração sobre a cabeleireira, faz dela gato e sapato, a procurando e logo em seguida a descartando.

Em síntese, Loucamente Sua é um bom romance, possui cenas sensuais muito bem construídas, porém deixou a desejar em vários aspectos. Esperava mais dinamismo da trama, bem como comédia e posturas mais firmes e centradas de seus personagens. A capa é bonita e bem descontraída e a diagramação está bem caprichada, com fonte em bom tamanho e poucos erros de revisão. Apesar das ressalvas, não deixo de recomendar.

9 comentários:

  1. Oi Nessa!
    Ainda não li Loucamente Sua, mas tentei ler Maluca por você da autora e simplesmente não consegui =/. Não sei dizer ao certo porque mas esperava bem mais. Apesar das ressalvas que você pontuou sobre esse história ela parece ser mais interessante do que a que tentei ler.

    Beijos
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa!
    A história é bem leve, mas falta algo para ser perfeita. Tem seus momentos divertidos, algumas cenas sensuais, mas não é totalmente perfeito e a trama deixa a desejar em alguns momentos.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  3. oi flor, eu li esse livro, aliás foi o primeiro e único que li da autora, não sei se é por conta de não ter outro com dela com o qual comparar eu gostei bastante
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie Nessa,
    nossa gosto dos livros dela, mas sua resenha me desanimou. Ainda não li este livro, mas gosto de tramas mais elaboradas.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa,
    Ainda não li nada dessa autora e adorei sua resenha. Preciso dar uma chance a ela!

    Beijos!

    Cintia
    www.devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da sua resenha! Já faz tempo que eu quero ler esse livro.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, tudo bem?
    Estou super afim de ler um chick-lit, mas busco algo com mais comédia e mais leveza. Não sou muito fã desses romances com bad boys.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa, sua linda, tudo bem
    Quando você falou do testamento, eu pensei: o tio fez isso para que eles ficassem juntos, mas só depois de endireitar essa bad boy. Mas ela se comportando dessa forma vai atrapalhar tudo, risos...Eu também espero de um chick-lit muita diversão e situações constrangedoras que sempre parecem acompanhar as personagens desse gênero. Que pena que a autora não foi por esse caminho, mas mesmo não sendo perfeito, pela sua nota, parece um bom livro para distrair. Suia resenha ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie Nessa =)

    Ainda não li nada da Rachel Gibson, mas leio boas resenhas dos livros dela e isso me deixa bem curiosa para conhecer a escrita da autora. Esse livro em questão muitas das resenhas que li falam mesmo dessa falta de dinamismo, o que me leva a crer que é melhor eu começar por outro livro da autora rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir