19/05/2016

Resenha: Alice no País das Armadilhas - Mainak Dhar

Título original: Alice in Deadland
Gênero: Fantasia
Páginas: 256
Editora: Única
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Alice no País das Armadilhas, do indiano Mainak Dhar, nos traz uma releitura criativa e original sobre o clássico literário de Lewis Caroll. Além de incorporar zumbis à nova roupagem da história infanto juvenil, o autor ainda conseguiu fazer algumas analogias muito bacanas sobre a nossa realidade. Com um enredo repleto de adrenalina e uma protagonista forte e dura na queda, o livro se mostrou uma grata surpresa e conseguiu me conquistar do início ao fim.

Devido a um ataque nuclear, o planeta Terra acabou sendo devastado e uma grande parte da sua população se transformou em Mordedores, mortos-vivos que se alimentam de sangue e que ao morder um humano, o tornam um zumbi como eles.
Alice é uma jovem de quinze anos que mora no País das Armadilhas, local onde um dia foi Nova Déli, na Índia. Ela nasceu em meio a esse cenário caótico e desde cedo teve que aprender a lutar e a se defender sozinha. Porém, o destino de Alice muda quando ela resolve seguir um Mordedor que caiu em um buraco no chão, descobrindo a verdadeira história por detrás das criaturas que sempre temeu e também uma exótica profecia. A profecia baseia-se em um livro velho e chamuscado intitulado Alice no País das Maravilhas e irá surpreender a jovem como nunca antes...

Alice no País das Armadilhas nos traz uma mescla de fantasia e conflitos sociais em um cenário totalmente underground e caótico. Mais do que um livro sobre zumbis, a trama de Mainak Dhar nos traz analogias e metáforas sobre os dias atuais, mostrando a alienação que ocorre entre as massas
 e como os governantes conseguem ludibriá-las e manipulá-las ao seu bel-prazer. Narrado em terceira pessoa de forma ampla, nos apresentando os personagens da trama de modo uniforme e uma visão extensa de sua história, o enredo se mostrou original e traz ao leitor uma mensagem importante e verídica por trás de toda a ficção.

"Esse sempre foi o problema dos humanos. Transformam em objeto de ódio tudo o que não conseguem compreender. É tão mais fácil detestar e destruir do que procurar entender."

Alice é uma personagem corajosa e guerreira. Para proteger aqueles que ama e a si mesma, ela usa de todas as estratégias possíveis e se mostra uma lutadora nata. E o que eu achei mais achei interessante e admirei na protagonista foi que mesmo passando por inúmeras descobertas e tendo todas as suas convicções de outrora jogadas à lama, ela não esmoreceu, se lamentou ou ficou cheia de mimimi, como algumas personagens que vemos por aí.  Sua desenvoltura ao longo da história foi brilhante e extremamente envolvente.

"Quando as pessoas estão muito assustadas, elas começam a acreditar em qualquer forma de tirania, porque a obediência inquestionável a patrões desconhecidos é melhor que enfrentar perigos conhecidos."

Em síntese, Alice no País das Armadilhas nos traz uma  roupagem criativa e original à clássica história de Lewis Caroll. Em meio a zumbis, com personagens fortes e valentes e uma trama que elucida o quanto demonizamos aquilo que não conhecemos, o livro se mostrou uma excelente leitura e nos traz uma lição deveras interessante. A capa é simples e apresenta alguns elementos um tanto quanto "maléficos" e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

15 comentários:

  1. Oi Nessa,
    confesso que nunca gostei de Alice, então este livro não me chama atenção
    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie Nessa =)

    Confesso que não curto muito Alice no País das Maravilhas e de todas as histórias que surgiram derivadas dela, a que mais gosto é a série O Lado Mais Sombrio. Minha amiga pediu esse livro de aniversário, mas acho que ela ainda não leu. Como não curto muito zumbis esse livro não me chamou atenção, mas acredito que tanto para quem gosta das obras do Carroll, como da temática mais voltada para terror, esse livro desse ser realmente uma leitura incrível.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Adoro a Alice e eu amei a capa e o enredo desse livro. Gostaria muito de conhecer melhor essa história.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa,

    Li esse livro logo que saiu o lançamento, eu adorei está nova roupagem, mas nunca li os livro de Lewis Carol e nem tenho vontade, mas fiquei contente de relembrar o enredo ao ler sua resenha!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
  5. Que interessante, um autor indiano. Nunca li nada de um autor indiano. Como as meninas acima, tb não sou muito fã da história da Alice, mas adoro uma releitura de um clássico. Confesso que fiquei curiosa!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  6. não é muito a minha cara esse tipo de livro, Nessa, o bom é que a trama te conquistou
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa!
    Nunca li "Alice" mas o mundo da história é encantador.
    Adoro releituras e o título me chamou a atenção. Parabéns pela resenha, eu leria sim.
    Beijos!
    Lua.

    http://luahmelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa,

    Nunca fui muito fã da Alice... Mas achei a trama do livro interessante, fiquei curiosa. Adorei a resenha!

    Beijos!

    Cintia
    http://devaneiosdeumacindy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa!
    Acho que "Alice" é uma das histórias que mais rendem releituras, né? Acho a premissa dessa bem legal. Se um dia cair na minha mão, eu leio :)
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oie Nessa!
    Eu gostei desse livro, achei bem diferente do que esperava. Sei que vai ter uma continuação, e espero conseguir ler em breve.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oi Nessa, tudo bem?
    Apesar de curtir zumbis, não sou fã de releituras com esse tema, como por exemplo Orgulho e Preconceito e Zumbis, ou mesmo esse da Alice. Não me chama a atenção. :(
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa
    Acho interessante essas releituras, mas não sei se os leria.
    Na verdade eu ainda não li os livro da Alice, pretendo fazer isso logo, pois quero muito ir ao cinema assistir o novo filme.

    Beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Não costumo ler esse tipo de livro, mas sua resenha me deixou curiosa para ler e saber mais sobre esta obra.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  14. Oi Nessa! Esse livro para ser show! Você me deixou morrendo de vontade de ler ele! *-* eu já gosto bastante de Alice no País das maravilhas d com essa releitura bem inovadora gostei mais ainda! Capa muito linda também! <3

    Jéssica Patrício - pitadadecinemaeleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi Nessa, olha quanto tempo não passo por aqui hein. Espero estar voltando para esse mundinho em breve.
    Amei a resenha, e a capa desse livro hein, que loucura.
    Parabéns.

    Passa lá

    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir