09/10/2016

Resenha: A Menina da Neve - Eowyn Ivey

Título original: The snow child
Gênero: Fantasia
Páginas: 352
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro A Menina da Neve, romance de estreia de Eowyn Ivey e finalista do Prêmio Pulitzer, nos traz uma fantasia muito bem arquitetada, permeada por muito suspense e toques de contos de fadas. Jack e Mabel são um casal de certa idade que não conseguiram ter filhos e que, ressentidos com os olhares de todos ao redor por sua triste sina, resolveram se isolar no Alasca. Passando por crises de depressão e até mesmo evitando um ao outro dentro do próprio lar, eles vivenciam uma experiência mágica e inacreditável que mudará suas pacatas existências para sempre. Eowyn Ivey soube construir uma fantasia magistral e exuberante, envolvendo o leitor em seu enredo de forma contagiante e muito especial, ao ponto de não sabermos distinguir ilusão da realidade.

Em 1920, a região do Alasca não se mostra um lugar fácil para os recém-chegados Jack e Mabel. Sem filhos, eles estão cada vez mais se afastando um do outro - ele trabalhando duro na fazenda, enquanto ela se perde em melancolia e solidão. Durante uma das primeiras nevascas da temporada e em um dos raros momentos juntos dos dois, o casal resolve construir uma criança de neve. Porém, para sua surpresa, na manhã seguinte a criança simplesmente desaparece.

Com o passar dos dias, Jack e Mabel avistam uma menininha loira correndo por entre as árvores e arbustos e percebem que ela não se trata de uma criança comum. Ela caça ao lado de uma raposa vermelha e mesmo sozinha e desprotegida, consegue sobreviver sozinha ao rigoroso inverno do Alasca.

Enquanto o casal se esforça para tentar entender esta criança - uma garotinha que parece ter saído de dentro de um livro de contos de fadas - eles passam a amá-la, tal como se ela fosse filha deles. Porém, nesse lugar bonito e sombrio, nem tudo é realmente como aparenta ser e o que eles aprendem sobre esta misteriosa menina vai transformar a vida deles como nunca antes...

A Menina da Neve se mostrou um livro intrigante e repleto de mistério e suspense. Em alguns pontos da narrativa, a trama alavanca consideravelmente, aguçando a curiosidade do leitor e, em outros, adquire um certo tom de calmaria, apaziguando demasiadamente o mistério. No entanto, por mais estranho que possa ser, essa oscilação contribuiu para o ritmo da história em si, criando toda uma magia especial. Narrado em terceira pessoa, de forma bastante ampla e envolvente, o enredo se mostrou extremamente mágico e repleto de mistério, no melhor estilo contos de fadas.

Jack e Mabel tentaram de todas as formas terem um filho, mas todas as suas tentativas fracassaram. Já com certa idade, o casal resolve se mudar para o Alasca, pois não aguentavam mais os olhares de piedade que pairavam ao seu redor. O isolamento não se mostra uma válvula de escape como eles almejaram e sim fazem com que eles remoam ainda mais o fato de não terem procriado. Porém, uma garota misteriosa e que se esconde por detrás das árvores se mostra um verdadeiro raio de esperança para o casal, trazendo alegria e cor para a monótona rotina de Jack e Mabel. O que intriga os dois é o fato de não saberem se a garota realmente é real ou fruto da sua imaginação, devido a todo o isolamento de um inverno rigoroso. Tal mistério é palpável ao leitor e durante a leitura, você acaba se fazendo o mesmo questionamento, já que a personagem Faina foi tão bem construída e apresenta características tão ambíguas que é impossível decifrá-la.

O enredo traz muitas surpresas e conforme isso vai acontecendo, o mistério que circunda a trama se torna cada vez mais indecifrável e mirabolante. Faina é de uma natureza excepcional e por vezes, muito arredia e independente. Suas atitudes comovem e também chocam o leitor, tornando-a uma personagem intrigante e um tanto quanto exótica. Podemos destacar também dentro da trama George e Esther, um casal com quem Jack e Mabel fazem amizade no Alasca e que de certa forma os ajudam a manter viva sua sanidade e Garrett, o filho deles, um garoto prestativo e vivaz que ganha grande importância dentro do enredo.

A Menina da Neve se mostrou um livro mágico, misterioso e envolvente e nos trouxe uma história original, envolvendo fantasia e as dores do mundo real. Com ares de contos de fadas e uma história repleta de fantasia e magia, o enredo conseguiu me conquistar do início ao fim e até mesmo partir o meu coração. A capa nos traz a gravura da garota com a sua fiel raposa vermelha em meio a uma nevasca e a diagramação está excelente, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e lindas ilustrações de uma floresta enevoada no começo de cada capítulo. Recomendo, com certeza!

Confira o booktrailer de A Menina da Neve:



14 comentários:

  1. Que história linda, Nessa.♥
    Fiquei super curiosa e até mesmo um pouquinho emocionada com o enredo, parece ser uma daquelas histórias que deixa saudades.
    Art of life and books.

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha livro muito bom, tenha uma semana abençoada obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  3. Oiii Nessa

    Amei esse mistério que o livro apresenta e fico feliz de saber que mantém o suspense, sem decair na trama. Quero ler esse livro me breve, a história parece ser intrigante e diferente.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa
    Eu quero muito este livro, desde o dia que vi ele me apaixonei por esta capa e o enredo é muito bom, parece instigante mesmo.

    beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nessa!
    Já tinha ouvido falar desse livro há um tempo. Nossa, fiquei morrendo de vontade de ler. Adoro histórias com neve e suspense. kkk O book trailer também ficou ótimo, bem atrativo.
    Beijos!
    http://ymaia.blogspot.comb.br/

    ResponderExcluir
  6. Nessa os segredos da trama são bons, mas algo me deu um pé atrás na história, para mim ainda faltou algo para que eu realmente fizesse "OH"

    ResponderExcluir
  7. Oi Van

    Eu não li o livro, mas achei pela resenha acho que ele tem bons elementos na trama! E a capa é belíssima!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oie Nessa =)

    Esse livro é tão bonito e tão triste ao mesmo tempo, não é?
    No final meu coração ficou apertado com o desfecho que autora deu.
    É uma daquelas histórias mágicas e tocantes que nos surpreende.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Eu já li esse e gostei bastante da história, bem delicada e emocionante. Fiquei sem acredita com o final da trama.
    Bjks!

    ResponderExcluir
  10. Oie Nessa,
    li este livro faz algum tempo e confesso que ele não faz meu estilo.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha ouvido falar do livro, mas é a primeira resenha dele que leio. Gostei, me deixou intrigada com os mistérios da trama. E o fato de ser narrado em terceira pessoa só torna tudo melhor ainda!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  12. Que capa maravilhosa!
    Ainda não tinha ouvido falar desse livro, mas estou encantada com a história! Parece mesmo incrível! Amo histórias de mistério!
    Book trailer perfeito!
    Já estou querendo rs

    ResponderExcluir
  13. Oi Nessa!
    Não tinha ideia que esse livro havia sido finalista do Pulitzer.
    Já li várias resenhas dele, todas positivas. Fiquei curiosa pela Faina e suas ambiguidades.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Já vi esse livro por aí, mas não sabia do que era. Adorei sua resenha e quero ler o livro pra ontem, haha!

    Beijos,
    Duas Livreiras / Sorteio de 3 KITS

    ResponderExcluir