23/10/2016

Resenha: O Sonho de Eva - Chico Anes

Edição: 1
Ano: 2012
Gênero: Ficção brasileira
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Classificação: 3/5
Comprar: Saraiva
O livro O Sonho de Eva, do autor mineiro Chico Anes, nos traz uma história interessante envolvendo sonhos lúcidos e inúmeros perigos. Apesar do mote bastante atrativo, acredito que o excesso de elementos presentes na trama acabou tornando o enredo um pouco carregado e com um ritmo moderadamente lento.

Eva Abelar é uma doutora reconhecida mundialmente por sua vasta experiência com sonhos lúcidos. Ela perde o chão quando é informada que seu filho, Joachim, uma criança autista, foi sequestrado na mesma noite em que sua irmã, Anna, se suicidou, pulando do alto do vigésimo andar de um edifício em São Paulo. Anna era uma das principais cientistas do projeto DreamGame, um invento revolucionário que permite com que as pessoas joguem enquanto dormem.

 Eva é convidada pela Yume a assumir o posto de sua irmã na empresa e, enquanto busca respostas a respeito do sequestro do filho e do suicídio de Anna, acaba se envolvendo em uma trama perigosa, que alcança o cume dos desejos inconscientes do homem.

Enquanto usa seu conhecimento para desvendar os mistérios por trás da morte de Anna e do desaparecimento de Joachim, ela descobre o quanto a sociedade está à mercê da tecnologia moderna e seus estímulos subliminares e como esses estímulos podem cercear a liberdade do ser humano e deteriorar o livre-arbítrio.

O Sonho de Eva é um livro interessante e que, de certa forma, mostra o quanto o avanço da tecnologia pode trazer benesses e também inúmeros malefícios para a humanidade. Entremeado por questões psicológicas e filosóficas inerentes à vida, o enredo de Chico Anes é intrigante e dotado de originalidade, tratando de uma temática que nos dias de hoje ainda é um grande tabu e nos trazendo uma aventura perigosa e bem intercalada. O que infelizmente acabou prejudicando a obra foi o excesso de elementos atribuídos a história pelo autor, que acabou fazendo com que alguns fatos da trama ficassem miscigenados demais, atrapalhando o seu desenvolvimento e absorção pelo leitor. Narrado em terceira pessoa, de forma bem detalhada e repleta de sobressaltos, o livro se mostrou um belo achado, mas poderia ter sido um pouco mais lapidado.

Eva foi bem descrita dentro do enredo. Conhecemos não só a doutora brilhante, de renome e femme fatale, como também uma mulher assombrada por fantasmas do passado. Sua adolescência foi marcada pela alta imposição e pelos costumes arcaicos de sua mãe, fazendo com que a jovem percorresse um caminho tenebroso e cruel. Sua devoção para com a irmã Anna, sua fiel confidente e todo o seu amor e zelo para com Joachim embasam ainda mais sua personalidade e seu forte apreço pela família. A mente de Eva é ardilosa e absurdamente inteligente e permite com que ela desvende muitas verdades e permaneça intacta diante de muitas provações.

A trama conta com entidades e seitas secretas e com personagens secundários bem intrigantes. A Yume reúne um seleto grupo para integrar o esqueleto do DreamGame, contando com uma prostituta, um viciado em narcóticos, um monge budista e uma índia muito sábia e as habilidades de todos eles juntos formará uma teia ainda mais abrangente e luxuriosa para o jogo. Adhya, uma das executivas mais poderosas da Yume, se mostrou uma personagem enigmática e repleta de mistério e Alec, um dos melhores amigos de Eva, um personagem forte, inteligente e tão ardiloso quanto a própria doutora.

Em suma, O Sonho de Eva se mostrou um verdadeiro mergulho pela psique humana e pelos insights do subconsciente, com todos os seus perigos, desejos secretos e obscuridades. Também nos mostra toda a fragilidade humana motivada pela perda da identidade pessoal, bem como perante à imposição de costumes, comportamentos e crenças. O livro tem um teor bem interessante e original, porém acabou perdendo um pouco de seu brilho com o excesso de elementos explorados na trama, que atrapalhou no desenvolvimento e culminou em um ritmo morno de leitura. A capa é bonita e bem psicodélica e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Apesar das ressalvas, não deixo de recomendar.

Confira o booktrailer de O Sonho de Eva:



9 comentários:

  1. Oi Nessa
    Este livro parece ser bem interessante, mas te confesso que o tema dele não chama muito a minha atenção.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa!

    Eu não conhecia o livro, mas achei a premissa bem intensa e interessante, que pena que teve essas falhas, mas sem duvida a capa chama atenção!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa, tudo bem?
    De fato, o livro parece ter tantas subtramas e elementos que pode ficar confuso mesmo explicar tudo em um único volume. Mas que bom que, no geral, você curtiu!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nessa.
    Eu achei essa trama um pouco confusa, mas acho que daria uma chance ao livro. O book trailer também é atrativo.
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Nessa, na época do lançamento eu ganhei o livro em uma promo, mas não me identifiquei muito com a proposta e nem cheguei a lê-lo, pra falar a verdade
      http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Oie Nessa =)

    Lembro que esse livro foi muito comentado na época do lançamento dele, mas confesso que nunca senti aquela curiosidade em ler ele. A premissa parece ser bem interessante, mas acredito que sempre que um autor tenta englobar temas demais em um narrativa só ele acaba se perdendo um pouco na conclusão.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Minha prima que leu ele lá para o blog, eu lembro que fiquei bem curiosa com esse foco na psique humana, os sonhos e tals. Gosto dessas coisas haha

    tenha uma ótima quarta :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nessa!
    Eu tenho esse livro na minha estante, mas nunca me interessei por ele, sei lá, acho que não faz meu gênero.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir