06/11/2016

Resenha: Despertar - Amanda Hocking

Título original: Wake
Gênero: Romance sobrenatural
Páginas: 208
Editora: Planeta
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Despertar, primeiro volume da série Watersong, de Amanda Hocking, nos traz um romance bacana envolvendo sirenas e o forte afeto e apreço entre duas irmãs. Apesar de não ter um enredo tão profundo, a narrativa da trama é bastante agradável e a autora soube trabalhar a mitologia das sirenas de uma forma bem interessante, usando até mesmo algumas passagens da mitologia grega.

Na pacata ilha de Capri, surgem três adolescentes que despertam a curiosidade e a atenção de todos, causando um misto de fascínio e temor ao redor. Destemidas, bonitas e poderosas, Lexi, Penn e Thea exalam uma energia no ar, uma espécie de força sobrenatural e este trio intrigante está interessado em ter a jovem Gemma em seu grupo.


Gemma tem tudo o que sempre sonhou: é uma nadadora espetacular, começou a namorar seu amigo de infância, Alex e se prepara para competir nas olimpíadas futuramente. Porém, a felicidade da jovem de dezesseis anos é ameaçada quando Lexi, Penn e Thea se interessam por ela. Sua irmã mais velha, Harper, logo percebe que há algo de muito errado com aquelas três garotas e tenta alertar Gemma de todas as formas possíveis, mas talvez seja tarde demais para isso...

Despertar se mostrou um livro interessante e nos traz uma história agradável e leve, perfeita para se ler em uma tarde de verão. Como disse anteriormente, a trama de Amanda Hocking não tem tanta profundidade, mas acontece em um ritmo gostoso e fluente e quando menos esperamos terminamos a leitura do livro. Abordando as sirenas e fazendo referências à elas na mitologia grega e até mesmo passando pela Odisseia de Homero, o enredo se mostrou bastante convidativo e nos mostra as sereias de um modo completamente diferente do abordado pela Walt Disney e outras histórias de cunho infantil e doce. Aqui, as sirenas são egoístas, assassinas e possuem modos cruéis de se alimentar e de se satisfazer. Narrado em terceira pessoa, de forma bastante fluída e envolvente, o livro se mostrou bastante agradável e conseguiu me entreter do início ao fim.

Gemma se encontra na melhor fase da sua vida: apaixonada por Alex e treinando sua natação para conclamar-se uma verdadeira atleta olímpica. Porém, quando as forasteiras Penn, Lexi e Thea chegam à Capri, tudo em sua vida começa a mudar. As garotas insistem em ter Gemma em seu grupo e mesmo diante da insistência de Harper para que ela se mantenha longe do trio, a jovem decide se juntar a elas durante um de seus mergulhos pela ilha. Horas depois, Gemma acorda grogue e desorientada, com vários hematomas pelo corpo e desde então a jovem se torna alguém completamente diferente de outrora, esbanjando uma força descomunal e com uma sina cruel: ficar entre aqueles que ama ou seguir o potencial daquilo que se tornou. Gemma não conseguiu ganhar a minha empatia por completo por ostentar uma personalidade um pouco infantil e um tanto confusa no início da história e o seu romance com Alex não tem tanta química, soando simplesmente fofo. O grande trunfo da personagem foi seu ato de coragem durante o decorrer da história e como o amor por sua família e por Alex a tornaram forte e propícia a sacrifícios.

Harper, com toda a sua inteligência e senso de responsabilidade, ganhou a minha afeição do início ao  fim. Ela faz de tudo para proteger a irmã e ser a bússola do pai, levando até mesmo o almoço dele todos os dias no porto. E é justamente em uma de suas visitas para levar a refeição que ela se depara com o intrigante e misterioso Daniel, em uma situação um tanto quanto comprometedora. A atração entre Daniel e Harper é intensa e rende boas faíscas e apesar da autora não ter explorado o romance dos dois na trama, espero que nos próximos volumes ela nos presenteie com a história de amor do casal.

Resumidamente, Despertar é um livro muito bom, com uma mitologia interessante e que aborda o poder e o amor presentes nos laços de família com emoção e vivacidade. A história, apesar de ter elementos distintos e bem trabalhados e nos apresentar as sirenas de forma original e com várias alusões a mitologia grega, foi um pouco rasa, mas se destacou por sua narrativa contagiante e fluente. A capa é incrivelmente bonita, além de ser revestida por glitter e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

11 comentários:

  1. Oi Vanessa, tudo bem?
    Dica interessante. Não conheço muitos livros que falem de sereias/sirenas e afins!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa
    Faz bastante tempo que eu tentei ler este livro, eu adoro livros com este tema, acho que já falei isto aqui. Mas este livro não me agradou muito, não me prendeu, sei lá. Quem sabe um dia eu retome. Adorei sua resenha, até me despertou curiosidade e uma vontade de ler.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. não é muito a minha praia, mas ja li resenhas que, assim como a sua, mostram o potencial da trama!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Nessa, tudo bem?

    Já li algumas resenhas desse livro mas confesso que não me despertou interesse, mas adorei a sua resenha....abraço.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa,
    Que capa fofa, adorei a proposta do livro, quase não leio nada relacionado ao tema, apesar de curtir. E gosto do laço familiar nas narrativas, espero gostar.

    tenha uma ótima semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa! Adoro livros perfeitos para uma tarde de verão! Às vezes um livro não precisa ter muita profundidade pra gente gostar e curtir a leitura! Gostei do enredo e da capa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oii Nessa

    Fico feliz de ver essa pontuação alta, já vi várias criticas aos livros da autora, e acho as premissas até que interessante, porém essa narrativa rasa acaba às vezes deixando a história dificil. Tenho essa série pendente pra ler e tb uma outra sobre fadas da mesma autora, espero poder conferir uma das duas em breve.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nessa! Tudo bem?
    Já tinha ouvido falar do livro, mas não acho que leria. Mas que bom que gostou!!! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com - Lu

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nada abordando esse tema. Não faz muito meu estilo, mas já ganhou ponto comigo por ser narrado em terceira pessoa. E a capa é realmente muito linda!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  10. Oie Nessa,
    li este livvro faz algum tempo e foi bom relembrar a história.
    Realmente não é aquele livro maravilhoso, mas é bom.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Sorteio Um ano Inesquecível

    ResponderExcluir
  11. Oi, o livro não parece ser aqueles que você ficaria louca para ler e a história não é muito interessante. Creio que só lendo para ver se gosto ou não. Bjos!

    Blog Literário 2

    ResponderExcluir