10/12/2016

Resenha: Fração de Segundo - Kasie West

Título original: Split Second
Gênero: Romance/Distopia
Páginas: 320
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
Em Fração de Segundo, segundo e último volume da duologia Encruzilhada, de Kasie West, encontramos um pouco mais de adrenalina e vigor em vista do livro anterior. Novos personagens surgem na trama e a recheiam com seus segredos e enigmas e creio que o fato do livro ser narrado tanto por Addie quanto por Laila trouxe mais flexibilidade para a história.

Devido a uma habilidade paranormal, Addie possui a capacidade de Investigar seu futuro sempre que se depara diante de um dilema ou escolha complicada, mas esse dom especial não torna a vida da jovem mais fácil.

Depois de ser usada por Duke - seu então namorado - e de ser traída pela sua melhor amiga, Laila, ela não hesita em passar as férias com o pai no mundo Normal. Lá, ela conhece Trevor, um garoto que lhe parece estranhamente familiar. Por mais que ele seja um estranho para Addie, ela não consegue explicar o motivo de seu coração se acelerar toda vez que ela o vê...

Neste ínterim, Laila guarda um grande segredo: ela possui a capacidade de Restaurar a memória de Addie, mas precisa aprender a como exercer essa habilidade. Muitas pessoas poderosas farão de tudo para que isso não aconteça e o único que pode ajudar a jovem em seu intento é o bad boy Connor, que não parece muito disposto a colaborar. Laila fará de tudo para ajudar a sua melhor amiga a ter o futuro feliz que tanto sonha, custe o que custar...

Fração de Segundo se mostrou um livro superior ao anterior e encerrou a duologia de Kasie West com muita adrenalina e suspense. Se antes as minhas queixas se deram pelo conteúdo totalmente adolescente da trama, aqui é notável que a autora soube incorporar ao enredo elementos mirabolantes como mistério, intrigas e perigos, deixando o drama juvenil de lado. A adição de novos personagens, tais como Connor e o avô de Addie, tornaram a história ainda mais enigmática e interessante e trouxe um ritmo frenético para o livro. Narrado em primeira pessoa por Addie e Laila, sob pontos de vista alternados e de uma forma que tornou o enredo dinâmico e bem flexível, o livro conseguiu me surpreender positivamente e encerrar a saga com classe.

Addie deixou o seu egoísmo de lado e amadureceu bastante em vista dos últimos acontecimentos. A jovem se mostrou forte, guerreira, enérgica e muito disposta a lutar pelos seus objetivos, nem que pra isso tenha que desafiar todo um sistema pré-estabelecido. Já admirava o senso de justiça da personagem desde o primeiro livro, apesar de não suportar todo o seu drama e mimimi e é com satisfação que afirmo que ela me surpreendeu positivamente. Trevor continua incrivelmente apaixonante, mas acho que mexeram tanto com a mente do rapaz que ele acabou se tornando instavelmente confuso na trama e isso, de certa forma, trouxe um realismo bacana ao contexto da história.

"Ele mal me conhece. A ideia me deixou arrasada. Porque eu o conhecia. Sabia tudo ao seu respeito. Do sorriso fácil a como sua mão deslizava pelo papel quando ele desenhava. O timbre de sua voz, o tom exato da cor de seus olhos, a sensação de sua respiração em meu rosto. E as lembranças eram tão reais quanto ele. Conhecê-lo no jogo de futebol americano, conversar na seção de clássicos da biblioteca, ficar presa com ele no carro do diretor, nosso primeiro beijo. O que eu tinha feito?"

Laila, outrora sem brilho e até mesmo insossa, se mostrou uma personagem corajosa, destemida e disposta a tudo para recuperar a confiança de sua amiga e ajudá-la a ser feliz. A vida da jovem não é nada fácil e neste volume presenciamos isso detalhadamente, tendo uma visão apurada sobre sua família e seus próprios dilemas. Curti bastante o seu envolvimento com Connor e gostei da vibe enigmática e estilo bad boy que ele ostenta, o que trouxe um charme bem peculiar e intrigante para a trama.

Em síntese, Fração de Segundo superou o primeiro livro da duologia e mostrou toda a potência e vigor da saga de Kasie West. Apesar de não ter começado a história com o pé direito, a autora conseguiu ajeitar o enredo faltando cinco minutos para encerrar o segundo tempo e foi muito bem-sucedida em seu desfecho. O amadurecimento dos personagens e as situações potencialmente perigosas que eles passaram tornaram a trama eletrizante e envolvente e propiciaram um saldo bem positivo para a saga. A capa é muito bonita, seguindo o mesmo padrão da anterior e com um leve efeito aveludado e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo.

Confira a resenha do volume anterior de Encruzilhada:

►ENCRUZILHADA


14 comentários:

  1. Adorei o enredo, parece ser uma bela história.
    Além disso, tem um pouco de mistério e muita adrenalina. ♥
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  2. isso é bacana, quando um livro é crescente tal como a história... que bom que foi uma leitura proveitosa
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Adoro quando o autor sabe melhorar sua história e deixá-la mais interessante. Triste é quando nenhum salva. Fiquei curiosa para ler essa duologia. Parabéns pela resenha ♥️

    Click Literário 

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa!
    Que bom que você curtiu a conclusão da duologia. Adoro quando os autores sabem encerrar bem suas histórias!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oie Nessa =)

    Eu gostei bastante dessa duologia e confesso que gostei mais do segundo livro do que do primeiro. Acredito que o fato da Laila ser uma protagonista mais decidida do que a Addie ajudou a história ter uma ritmo mais fluido.

    Beijos e uma ótima semana para você;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  6. Um livro bem diferente, mas que me deixou com uma vontade de extrema de ler! Amei a resenha!

    Amei seu blog também e já estou seguindo!
    Um beijo.
    www.anneabreu.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem? Nossa, essa duologia parece ser boa demais! Adorei sua resenha! Que bom que o livro não te decepcionou, não é mesmo?!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa,
    Ainda preciso ler o primeiro, parece ser uma ótima duo.
    Tão bom quando o segundo livro não estraga as coisas haha

    tenha uma linda semana :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nessa!
    Ainda não conhecia essa duologia, mas fiquei curiosa para conhecer a história!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Nessa, tudo bem?

    Eu só li um livro da autora e gostei bastante! Não li ainda a duologia, mas se o segundo é melhor que o primeiro eu já me animo!!! <3

    Adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  11. Essa história parece de uma amiga minha hehe principalmente a parte dela conhecer o cara e ele não conhecer nadinha dela rsss

    Bjinhos,
    ❥AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    não conhecia o livro, mas pelo que comentou acho que não iria gostar da leitura, mesmo ajeitando tudo no final

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    3 livros por 20 reais

    ResponderExcluir
  13. Hum... que capa linda! Nem parece uma trama juvenil, acho que leria. Adoro livros recheados de mistério, perigo e intrigas.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  14. Oi, Nessa.
    Não conhecia essa duologia. Achei o enredo interessante. Que bom que a autora conseguiu melhorar a história em relação ao livro anterior. Quando isso acontece, a gente acaba terminando a leitura com um sentimento positivo. Quando ocorre o contrário (uma queda na qualidade), fica mais difícil ver o conjunto com bons olhos.
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir