10/01/2017

Resenha: A Força do Destino - Mônica de Castro

Edição: 1
Ano: 2016
Gênero: Romance espírita
Páginas: 472
Editora: Vida e Consciência
Classificação: 4/5
Comprar: Submarino
O livro A Força do Destino, romance espírita de Mônica de Castro e ditado pelo espírito Leonel, nos traz uma história forte, que mescla futuro e passado e trabalha com temáticas pesadas, tais como abuso sexual, prostituição, entre outras. A autora também soube explorar algumas vertentes interessantes do espiritismo, como regressão e abordar também a questão dos gêmeos e suas vidas passadas, especialmente os gêmeos xifópagos. Achei a leitura bem edificante para quem quer se aprofundar na doutrina espírita, mas confesso que a temática um tanto pesada (apesar de não fugir nada da nossa realidade) me chocou um pouco.

Todos nós temos coisas em nosso passado das quais gostaríamos de alterar, seja por ter nos causado mágoa, dor, rejeição ou outros tipos de sentimentos. De repente, surge a oportunidade de voltar até aquele período que nos causou dor e sofrimento e reescrevê-lo, de forma a alterar o nosso presente e, posteriormente, nosso futuro. Resta saber se teremos a capacidade de transformar o pesadelo em um lindo sonho ou se ficaremos estáticos, paralisados pela dúvida e indecisão...


O tempo é traçado por muitos mistérios e segredos e alguns deles se tornam claramente límpidos para Alicia e Jaqueline. Vivendo em épocas completamente diferentes, mas tendo um forte elo no mundo espiritual, o destino destas duas jovens se entrelaça e lhes permite a chance áurea de modificar suas vidas para melhor, livres da mágoa e da raiva e com um futuro radioso pela frente. Para vivenciar este presente do universo, elas precisam se livrar de todas as limitações e arestas arraigadas na mente humana, ter consciência que tudo conspira para um bem maior e que a ideia da separação, na verdade, não existe: todos somos um.

A Força do Destino é um livro forte e que trabalha com temáticas pesadas, daquelas de fazer arderem os olhos. Logo no começo da trama, acompanhamos a história de Jaqueline ainda criança, que é abusada sexualmente pelo tio e padrasto e condenada severamente pela própria mãe, que alega que a jovem incita o estupro com seu comportamento. Muitas coisas acontecem na vida da jovem, até ela deixar o Espírito Santo na companhia do irmão Maurício e acabar indo se prostituir pelo Rio de Janeiro para sustentá-los. Neste ínterim, Jaqueline é vítima dos mais variados tipos de violência, enquanto tenta sobreviver e se manter forte para criar o irmão. Em contrapartida, conhecemos a história de Alicia, casada já alguns anos e que tenta de tudo para engravidar, mas não consegue. Um antigo amigo de seu pai ressurge depois de uma longa ausência no exterior, abalando toda a estrutura da família da jovem e mexendo profundamente com os sentimentos de Denise, sua irmã caçula. Apesar dos perfis tão diferentes, há algo forte e em comum entre as duas jovens capaz de selar o passado, o presente e o futuro delas de modo uniforme e profundo. Narrado em terceira pessoa com uma abordagem bem clara e objetiva, o livro foi muito bem escrito, mas o teor de violência acabou sendo um pouco intragável para mim, bem como o lance futurístico da trama.

Eu admirei demais as duas personagens centrais do enredo, em especial Jaqueline. Ela ama o irmão com cada fibra de seu ser e por ele é capaz de tudo, não tendo outra opção senão se prostituir para sustentá-los a duras penas no Rio de Janeiro. O sofrimento da jovem me causou profunda comoção e em muitos momentos me vi emocionada com sua triste sina. Alicia é uma mulher determinada, inteligente e muito objetiva. Ela acalenta o desejo de ser mãe e tenta todos os métodos possíveis para que isso aconteça, até que começa a enxergar a vida sob um outro prisma depois de descobrir um grande e obscuro segredo de família.

Em síntese, gostei bastante de A Força do Destino e sobretudo da didática da autora ao lidar com temas importantes da doutrina espírita. Porém, infelizmente achei o cerne da trama muito pesado e violento e em alguns momentos travei durante a leitura, pois algumas das cenas foram completamente intragáveis pra mim. Não sei se isso ocorreu devido ao meu estado de espírito, mas o fato é que algumas passagens me causaram uma profunda sensação de agonia e a leitura acabou não sendo totalmente prazerosa em virtude disso. A capa do livro é bem chamativa e a diagramação está bem caprichada, com fonte em tamanho agradável, poucos erros de digitação e diagramação de qualidade. Recomendo.

11 comentários:

  1. uma trama cheia de sentimentos, né? que intrigante pensar em todas essas situações problema!
    claro que fiquei curiosa apesar de já imaginar que chorarei horrores
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa
    Não leio livros deste gênero, mas ainda sim achei interessante o livro. Uma hora dessas quem sabe eu me lanço nestas leituras.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nessa!
    Parabéns pela resenha!
    Mas não sei se me arriscaria nesse livro, imagino já agonia que você sentiu em algumas partes.

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do livro porque aborda casos que acontecem verdadeiramente: jovens na prostituição por ver que é a última alternativa, infelizmente a gente julga mas não estamos na situação financeira delas ;D

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  5. Achei a temática super interessante e válida, acho que é uma escritora promissora e que traz um assunto não tão abordado, é tanto que é a única escritora, depois de Paulo Coelho que eu conheço e aborda tais temas junto ao espiritismo.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa, tudo bem?

    Faz tempo que não leio romance espirita, a premissa é boa, mas eu travo tb em cenas mais violentas e a leitura acaba sendo mais lenta. De todas as formas, adorei a indicação!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    não conhecia o livro, mas adorei a premissa e resenha
    vai para a lista de desejados

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Videos

    ResponderExcluir
  8. Oie Nessa =)

    Gosto muito de livros que abordam temas reais. Gosto de narrativas que tenham essa abordagem mais para o drama. Faz tempo, mais muito tempo que não leio romances espíritas, mas esse me chamou bastante a atenção.


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  9. Oi Nessa,
    Até curti a dica, mas só ler o que a personagem passa já senti a agonia que você disse. Porém, fiquei super curiosa, sobre a relação entre as histórias.

    tenha uma ótima quinta :D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  10. Nossa, esse livro parece ser daqueles de abalar as estruturas. Não faz meu estilo não, meu pobre ♥ não aguenta esse tipo de leitura, mas que bom que vc gostou!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  11. Olá Nessa,

    Não conhecia o livro, mas não faz meu gênero, mas que bom que lhe agradou.....abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir