16/01/2017

Resenha: O Rouxinol - Kristin Hannah

Título original: The Nightingale
Gênero: Romance
Páginas: 432
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O Rouxinol, de Kristin Hannah - autora com 12 milhões de livros vendidos - nos traz uma história forte e emocionante sobre a Segunda Guerra Mundial e sobre duas mulheres corajosas e perseverantes que deram o melhor de si para amenizar os terrores da guerra. A trama nos retrata a França sitiada pelos nazistas e também traça o retrato de duas irmãs, Vianne e Isabelle, que tem pontos de vista diferentes sobre o horror que vêm enfrentando. Amo os livros da Kristin Hannah pela forma como a autora desenvolve suas tramas e as dota de sentimentos e emoções, mas confesso que não tinha me deparado com uma obra tão magnânima, bem articulada e tocante quanto O Rouxinol. A história arraigada em suas páginas é intensa e comovente e a narrativa incrivelmente espetacular e com um desfecho surpreendente.

Em 1939, no pacato vilarejo de Carriveau, na França, Vianne Mauriac se despede do marido Antoine, que parte para o fronte de batalha. A princípio, ela não acredita que os nazistas serão capazes de invadir o país, até que fica estarrecida com hordas de soldados, centenas de caminhões e tanques, aviões que enegrecem o céu e bombas que explodem sobre pessoas inocentes. Quando o país é finalmente tomado, um dos oficiais da frota de Hitler, Beck, requisita a casa de Vianne e ela é obrigada a junto com a filha Sophie ficar a mercê do inimigo ou perder o pouco que tem. De repente, todos os movimentos de Vianne são friamente calculados e ela se vê obrigada a fazer escolhas até então impossíveis e a colaborar com os invasores para manter sua família viva e segura.

Já Isabelle, a irmã mais nova de Vianne, é uma garota enérgica e voluntariosa, que leva a vida com a paixão e a sagacidade típicas da juventude. Enquanto milhares de parisienses tentam fugir dos terrores da guerra, a jovem se apaixona perdidamente por um guerrilheiro e se junta à Resistência, arriscando a própria vida para salvar os outros e libertar o seu país do domínio nazista.

O Rouxinol nos traça a trajetória de duas mulheres fortes e determinadas, unidas pelos laços de sangue, mas em pólos totalmente opostos no que concerne à Segunda Guerra Mundial. Com uma escrita sensível e tocante, somos apresentados a um lado até então esquecido da História e contemplamos uma verdadeira celebração ao espírito humano e a força de muitas mulheres que lutaram arduamente longe do fronte de batalha. Narrado em primeira e terceira pessoa - por uma das irmãs que sobreviveram aos horrores da guerra, mas da qual só vamos descobrir a identidade no final do livro - de forma pungente e em alguns momentos até mesmo dilacerante, o livro se mostrou uma obra memorável e profundamente emocionante.

Vianne é uma mulher ponderada e resignada, que faz de tudo pela segurança de sua família e daqueles que ama. Ao contrário da intrépida Isabelle, ela prefere não se arriscar e aceitar pacientemente a situação. Devido aos seus temperamentos distintos e princípios divergentes, as irmãs passam por uma espécie de conflito, mas cada uma delas, a grosso modo, almeja proteger aqueles que ama dos horrores da guerra e acabam pagando um preço muito alto por isso. Apesar de Vianne agir mais com a razão do que propriamente com a emoção, a personagem mostrou ter muita fibra e nos momentos cruciais mostrou uma força e nobreza de caráter surpreendentes, tanto ao esconder crianças judias dos nazistas como ao lidar com as intempéries e torturas dos oficiais de Hitler. Me surpreendi demais com sua trajetória ao longo da trama e a considerei uma grande heroína.

"Percebeu que a paisagem da alma de uma mulher podia mudar tão rapidamente quanto um mundo em guerra."

Isabelle é destemida, corajosa e age com o coração e a emoção. Ela arrisca a própria vida para salvar pilotos americanos abatidos e desencadeia uma operação de resgate que lhe rendeu o pseudônimo de "Rouxinol". Ela não se conforma com a calma e a ponderação de Vianne diante da guerra e para não colocar a irmã e a sobrinha em perigo, acaba se afastando delas e mergulhando de vez nos movimentos empregados pela Resistência. Apesar de estarem em locais e situações diferentes, as duas irmãs passam por muitos perigos, que acabam moldando ainda mais seus caminhos, desafios morais e, acima de tudo, as escolhas que precisam fazer a respeito da vida e da morte. A impetuosidade e coragem de Isabelle são apaixonantes, assim como os seus sonhos e a esperança de dias melhores. Mesmo com inúmeras bolhas nos pés, o corpo moído pelo cansaço e a sensação de perigo a rondando a todo instante, a jovem não desanima em cumprir seu propósito, muito pelo contrário, têm ainda mais fibra e determinação.

"Eles estavam em guerra. Tempo era o único luxo de que ninguém mais dispunha. O amanhã parecia tão efêmero quanto um beijo no escuro."

Em suma, O Rouxinol é um livro que retrata a França na Segunda Guerra Mundial e a trajetória de duas irmãs que têm um tortuoso destino se desencadeando na frente delas e ideais e princípios completamente diferentes entre si a respeito de uma mesma questão. Com personagens fortes, corajosos e que batalham com as armas que têm para sobreviver - permitindo que flagelem a todo instante o seu corpo, mas não a sua alma -, a obra de Kristin Hannah me tocou de forma profunda e por muitas vezes verti lágrimas durante a leitura, tamanha a emoção que senti em diversas passagens. A capa do livro é muito bonita, nos trazendo a Torre Eiffel embargada pela chuva e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e pequenas ilustrações de rouxinóis no começo de cada página. Recomendo, com certeza!

17 comentários:

  1. Oi, Nessa!
    Esse livro está na minha lista de desejados. Gosto de livros dese gênero, e ele foi bastante aclamado pela público.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa, sua linda tudo bem?
    Você me deixou muito feliz agora, pois comprei esse liro no escuro. Vi o nome da autora, lembrei de todas as resenhas de outros livros dela tão elogiados. Mas foi a sinopse que me cativou. Adoro ler livros com a temática da segunda guerra. Já vi que irei amar. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Nessa, eu adorei sua resenha e o livro tem uma melancolia acolhedora, além de causar curiosidade no leitor.
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  4. esse é o meu xodó! meu livro paixão!!!! eu amo os enredos de Kristin, mas com esse ela se superou! eu amei cada página, vivenciar a história das irmãs!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    O livro tem uma premissa bem interessante. Só li um livro da autora e quero muito ler outros, me falta tempo.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. O clima do livro deve ser bem tenso, mas a história parece linda!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa! Que resenha linda! Adorei! eu nunca li nada da Kristin Hannah, mas este parece ser um livro que emociona! Gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Olá Nessa, tudo bem?

    Esse livro está na minha lista de desejados, ainda não li nenhum livro da autora, mas as resenha que leio são todas positivas e a sua me deixou ainda mais curioso....ótima resenha....abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie Nessa =)

    Nunca li nada dessa autora, mas sempre leio resenhas super positivas dela. Tenho dois livros dela na minha estante e espero logo poder conhecer e me emocionar com as histórias da Kristin Hannah.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. Oiii Nessa

    Recentemente li um livro que era situado justamente na França da Segunda Guerra, é bem tocante e forte os relatos que essas histórias trazem. A Kristin é uma autora que tenho vontade de conhecer, pois nunca li nada dela e não descarto começar com esse livro, já que parece ser uma historia bem tocante.

    Bjs

    Alice and the Books

    ResponderExcluir
  11. Nunca li nada da autora, mas gostei do enredo do livro. Deve ser uma história cheia de emoção, do tipo que tem que se ler com um lencinho do lado, hehe! Ah, eu vou desaguar se ler o livro, tenho certeza disso.

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    Romantic Girl

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa,
    Parece ser uma linda história e gostei por ser passar na França.
    Essa autora e a Lucinda, preciso conhecê-las!


    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  13. Oi Nessa.
    Nossa eu favoritei esse livro ano passado, e não perdia uma oportunidade de indicá-lo, ele é excelente.
    Primeiro livro que li com participação ativa da mulher no período da guerra, e foi uma experiência única.
    Com certeza todos deveriam ler.

    Até mais!!
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Oi Nessa,
    Vou ter o meu primeiro contato com a autora esse mês, vou ler o lançamento dela e finalmente vou poder opinar. Mas querendo ou não, esse livro é tão elogiado que fico curiosa!
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Nessa, tudo bem?
    Gostei da resenha, parece ser um livro bem intenso.
    Não é o tipo de história que eu leria hoje em dia, mas curti saber mais sobre ela.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  16. Oi, Nessa!
    Eu adoro livros ambientados na Segunda Guerra Mundial, apesar de eles sempre acabarem com meu emocional hahahah Fiquei emocionada só de ler sua resenha e com muita vontade de conhecer a história! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  17. Olá Vanessa, tudo bem?
    Esse livro está na minha lista faz tempo, pretendo lê-lo em breve.
    Amo livros com essa temática, com certeza vou gostar e já vejo lágrimas, hahaha.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir