28/02/2017

Resenha: Lobo por Lobo - Ryan Graudin

Título original: Wolf by Wolf
Gênero: Segunda Guerra Mundial
Páginas: 360
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Lobo por Lobo, de Ryan Graudin, nos traz uma história original e bastante atrativa sobre uma jovem que decide participar de uma corrida de motos com o intuito de encontrar e matar Hitler. Escrito com uma riqueza de detalhes surpreendentes e dotado de adrenalina, o enredo de Ryan Graudin me conquistou do início ao fim e se mostrou uma história bastante peculiar e inovadora, nos trazendo personagens fortes e dispostos a tudo para cumprir seus objetivos.

O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial e com isso a Alemanha e o Japão se encontram no comando. Para comemorar a Grande Vitória, anualmente é organizado o Tour do Eixo, que consiste em uma corrida de motocicletas pela Europa e Ásia. O vencedor, além de muita fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso e soturno Adolf Hitler durante o Baile da Vitória.


Yael é uma adolescente que conseguiu fugir dos campos de concentração e a tatuagem de cinco lobos em seu braço representa a família e os amigos queridos que ela perdeu para a guerra. A jovem faz parte da resistência e recebeu uma missão prodigiosa: ganhar a corrida e matar Hitler. Resta saber se Yael terá a coragem e o sangue frio necessários para se manter fiel ao seu intuito, não deixando que nada atrapalhe sua jornada...

Lobo por Lobo foi um livro que chamou a minha atenção assim que foi lançado, visto que trata de um tema que me atrai bastante, ou seja, a Segunda Guerra Mundial e fora tal temática fiquei super curiosa para conhecer os seus personagens, principalmente a sagaz garota que arrisca tudo com o objetivo de matar Hitler. Para a minha alegria, o livro supriu todas as minhas expectativas e me apresentou uma história completa e uniforme que se passa no ano de 1956 em meio aos horrores da guerra e que nos retrata a imponente e cruel figura de Hitler e de seu séquito arrasando e dilacerando pessoas inocentes. A protagonista é tão badass quanto eu imaginava e luta com cada fibra de seu ser para cumprir sua missão, mesmo com todos os empecilhos e obstáculos que cruzam a sua jornada. Narrado em primeira pessoa por Yael - intercalando o passado e o presente da personagem e nos dando uma visão bastante ampla da formação de sua personalidade e caráter - adentramos um enredo selvagem e vívido que revisita um dos períodos mais sombrios da nossa história, nos oferecendo uma espécie de final alternativo.

"Esperança. Uma palavra esquisita. No passado, tinha sido leve e delicada. Quebrada tão facilmente quanto um dedo sob a bota de um guarda. Mas agora... agora, a esperança pesava ainda mais, como se o próprio Coliseu tivesse desmoronado em cima dela. Argamassa e sofrimento. Tijolo e tempo. Entrando com tudo na cavidade torácica dela. O lugar que deveria abrigar seu coração."

Yael é uma personagem forte, determinada, destemida e, acima de tudo, uma sobrevivente. Ela presenciou sua família e seus amigos queridos perecerem nas mãos dos soldados de Hitler e só não teve o mesmo fim porque foi servir de cobaia para um médico. O experimento do Anjo da Morte lhe concedeu uma capacidade especial e extrassensorial e é justamente esse "dom" que a beneficia durante o Tour do Eixo. A dor e o sofrimento da personagem são palpáveis para o leitor, bem como sua garra e fibra para se vingar dos seus algozes, sobretudo do sanguinário Hitler. Usando a identidade de Adele Wolfe - a última vencedora do Tour do Eixo e uma das favoritas da competição -, Yael se empenha de corpo, alma e coração para vencer a corrida e em seu caminho terá que lidar com Felix Wolfe, o irmão gêmeo superprotetor de Adele e Luka Löwe, um envolvimento amoroso da vencedora da competição do ano anterior. Gostei demais da Yael e de sua garra e determinação. Ela sofreu na própria pele os malefícios de Hitler e viu sua família e pessoas queridas sendo despedaçadas brutalmente por ele e por sua corja. Para esconder seu período como refugiada nos campos de concentração, ela tatuou cinco lobos em cima dos números que a identificavam como prisioneira em seu pulso e achei essa analogia bacana, além de ter sido bastante explorada na história.

"Era uma vez, em outra época, uma garota que vivia no reino da morte. Lobos uivavam em seu braço. Uma matilha inteira - feita de tinta e dor, memória e perda. Era a única coisa nela que sempre continuava igual."

Eu gostei bastante do Felix e de sua postura dentro da história. Mesmo atrapalhando Yael com seu jeito superprotetor, é perceptível que ele é dono de um bom coração e apoia causas nobres. Luka se mostrou uma figura bem enigmática e confesso que me decepcionei bastante com o personagem, principalmente por conta de seu egoísmo e falsidade.


Em síntese, Lobo por Lobo se mostrou uma verdadeira obra-prima e nos apresentou a Segunda Guerra Mundial sob um novo prisma e com oportunidades aleatórias de um desfecho diferente. A autora usou e abusou de referências históricas, retratando inclusive a Operação Valquíria e o seu infeliz desfecho, o que concedeu todo um realismo ao enredo. De uma forma bastante audaciosa e original, Ryan Graudin deu uma leve pincelada sobrenatural em sua trama e achei tal feito de uma criatividade surpreendente, além de se casar muito bem com os fatos apresentados na história. A capa é bem chamativa e nos traz uma matilha de lobos espalhados nas mais diversas posições e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo☺

14 comentários:

  1. Oie,
    não conhecia o livro ainda, mas parece ser bem interessante.

    bjos
    Blog Vanessa Sueroz
    Canal no youtube

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa
    Acho que foi primeira resenha que li, não conhecia este enredo e achei bem curioso.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. pelo título e capa eu não leria, mas o recheio é maravilhoso! amo livros com essa pegada da 2ª guerra e estou bem curiosa agora, ja esta na listinha
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa,
    Apesar da proposta do livro ser diferente e até mesmo interessante, não sou fã de tramas que tenham guerra como plano de fundo, então não leria o livro.

    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie Nessa =)

    Esse livro será minha próxima leitura e estou bastante animada, pois além de abordar um fato histórico que sempre me desperta a minha curiosidade, eu particularmente gostei muito do livro anterior da autora.

    Espero não me decepcionar.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa! parece ser uma excelente trama! E pinceladas sobrenaturais me agradam bastante! Pela resenha eu acho que vou curtir a leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa,
    Não conhecia esse livro, achei a proposta inteligente e me deixou curiosa. Amei a dica.

    tenha um ótimo final de semana.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa,
    Uau! Não conhecia o livro, mas a história parece bem inteligente e diferente. Criativa, né?
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parece ser um livro bem interessante, fico feliz que tenha suprido suas expectativas. Acho que também iria gostar de Yael.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  10. Oi Nessa, tudo bem?
    Adorei a premissa desse livro, totalmente diferente e original! Também acho que adoraria Yael, parece o tipo de personagem que me conquista.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Oi Nessa!
    Volta e meia surgem livros que exploram esse "E se...o eixo tivesse vencido a Segunda Guerra". Sempre acho interessante. Na época em que a editora lançou este livro, eu havia acabado de ler um do Philip K.Dick com essa temática, então não me interessei. Mas lendo os seus comentários achei o livro bem promissor.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nessa!
    Gosto de histórias que retratam a Segunda Guerra Mundial, com certeza é um livro que entraria na minha lista de desejados!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiii Nessa

    Essa sinopse já me chamava muito a atenção, mas eu tinha receio de que o livro fosse muito complicado, pesado ou denso. Mas sua resenha me tranquilizou, acho que com certeza esse é meu tipo de livro. Vai pra listinha.

    Beijokas

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá Nessa,

    A capa desse livro e o título sempre me chamaram atenção mas nunca li nenhuma resenha dele, agora já vou adicionar na minha lista de desejados, super curioso....abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir