09/04/2017

Resenha: Flor da Pele - Javier Moro

Título original: A flor de piel
Gênero: Romance espanhol
Páginas: 432
Editora: Planeta
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Flor da Pele, do espanhol Javier Moro, nos traz uma bela história de coragem e fé que se descortina no final do século XVIII e mostra a saga de uma expedição em busca da cura da "flor negra", como era conhecida a varíola, então uma das doenças mais temidas do mundo. Tecido com maestria e pesquisa minuciosa, o livro de Javier Moro detalha os pormenores de uma aventura pouco conhecida de nossa história e que foi a responsável por salvar a humanidade de uma epidemia fatal, além de nos mostrar um romance singelo e supremo que se descortina pouco a pouco em suas páginas.

Conhecida por "flor negra" por deixar marcas escurecidas na pele dos infectados, a varíola era uma das doenças mais mortais e temidas ao redor do mundo no final do século XVIII. Independente de classe social ou idade, ninguém estava a salvo deste grande mal até que pesquisadores investem em um método ousado porém eficaz, que consiste em infectar pessoas potencialmente saudáveis com o objetivo de tornar os seus organismos resistentes ao mal.

 E é desta forma que Isabel Zendal, uma jovem mãe solteira, acaba se tornando a primeira enfermeira da história em uma missão internacional. Acompanhada por vinte e duas crianças com idades entre três e dez anos, ela parte pelo mar rumo aos territórios espanhóis com o objetivo de levar a recém-descoberta vacina da varíola para populações carentes. Tal expedição é liderada pelo médico Francisco Xavier Balmis e por seu ajudante, Josep Salvany, que enfrentarão a oposição da Igreja e a corrupção das autoridades locais, além de disputarem o amor de Isabel.

Flor da Pele é um livro historicamente rico, tais como as demais obras de Javier Moro e nos apresenta uma história corajosa, audaciosa e que foi a responsável por salvar a nossa humanidade da cruel epidemia da varíola. Apesar de ter um contexto histórico amplo e bem detalhado, a trama possui uma escrita delicada e atrativa ao ponto de nem notarmos as suas mais de quatrocentas páginas. Narrado em terceira pessoa de forma rica e envolvente, o enredo de Flor da Pele retrata com afinco um capítulo importante da nossa história e até então não muito difundido com brilhantismo, paixão e exatidão.

"Sempre fica algo do bem que fazemos. Do resto, não fica nada."

Isabel é uma mulher forte e corajosa que se predispõe de corpo e alma numa empreitada que visa beneficiar o maior número de pessoas possível. Ela deixou a pobreza de sua terra natal para trabalhar na cidade e acabou se apaixonando por um soldado, que a seduziu e a abandonou grávida. Marginalizada pela sociedade por sua condição de mãe solteira e com vergonha de voltar para o seio de sua família, a jovem resistiu firmemente aos percalços da vida e firmou o seu nome da história de uma forma magnânima e intensa. Acompanhar sua destreza e paixão em meio a uma missão ousada com o intuito de combater a varíola se mostrou um fiel e verdadeiro retrato de amor à humanidade e à vida.

Balmis é um exímio médico que sempre foi censurado por seus métodos nada ortodoxos e meticulosamente audaciosos na erradicação de doenças. Apaixonado única e exclusivamente pela medicina - abandonado até mesmo a própria família para exercer a amada profissão - ele tem a ousada ideia de seguir com a expedição para levar a cura para as populações pobres e exterminar de uma vez por todas a taxa de mortalidade da varíola. Contando com a ajuda do médico auxiliar Josep Salvany, um homem sensível e repleto de amor pela humanidade, eles enfrentam a oposição do clero, fortes temporais, a corrupção e a ganância das autoridades locais e, acima de tudo, lutam avidamente pelo amor de Isabel.

"O amor não desaparece nunca. A morte não é nada, e o que somos uns para os outros seremos para sempre."

Em síntese, Flor da Pele é um livro intenso, rico e magistralmente escrito, que retrata com afinco a saga de uma expedição para salvar a humanidade e sobretudo a história de amor e coragem de Isabel Zendal, uma mãe solteira sem perspectivas e vivendo uma situação difícil que se tornou a primeira enfermeira da história numa missão internacional. Com personagens fortes e apaixonados pelo que fazem e um enredo emocionante - cheio de perdas e ganhos -, Flor da Pele se mostrou uma obra tão magnânima e profunda quanto outras do autor, tais como Meia-Noite em Bhopal e Paixão Índia, além de retratar um capítulo importante e até então não muito destacado de nossa história com afinco e coesão. A capa é muito bonita, além de ser bem condizente com o enredo e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

6 comentários:

  1. Oi Vanessa,
    Eu gosto de livros fortes e marcantes.
    Não conhecia este, mas estou percebendo que a Editora Planeta está trazendo um monte de livros incríveis, hein?
    Preciso conhecer!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. gostei do cunho histórico da história, eu leria com certeza
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa
    Fiquei interessada no livro, ainda não conhecia a obra, mas parece ser muito bom.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa!
    Adoro quando os autores conseguem abordar com profundidade um período da história em meio a trama dos personagens. Quando bem feito , pode ser fascinante.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa, sua linda, tudo bem?
    Eu fico assustada quando leio livros de época, pois eles trazem essa realidade que está tão distante de nós: o não tratamento para as doenças. Muitos morriam, cidades foram devastadas. Não conhecia esse livro, mas achei ele bem intenso, acho que irei sofrer com o drama dos personagens. Não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa! Puxa, não li ainda nada do autor, parece ser mesmo tão rico em história e gosto de livros assim, que tem uma ambientação muito bem trabalhada. Sem contar o enredo que parece ter uma trama forte. Adorei a indicação.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir