23/05/2017

Resenha: Cara de Um, Focinho do Outro - Marcos Fernandes

Edição: 1
Ano: 2015
Gênero: Relações homem-animal
Páginas: 192
Editora: Butterfly
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Cara de Um, Focinho do Outro, do autor Marcos Fernandes, nos traz pontos interessantes na interação entre o homem e o seu animal de estimação. Conceituando o amor abnegado e desinteressado dos animais, zooterapia e até mesmo relatando casos de adoção, Marcos Fernandes usa de sua ampla experiência como médico veterinário para explanar o tema com maestria, além de nos trazer um parecer preciso sobre o ponto de vista do espiritismo.

Só quem tem ou já teve um animal de estimação sabe todo o amor e alegria que eles trazem para nossos lares, nossas famílias e, acima de tudo para nossos corações. Esses anjinhos de quatro patas se tornam nossos maiores confidentes, além de se mostrarem companheiros fiéis e aliviar até mesmo as dores e mazelas da alma.

É sobre essa relação de amor e afeto entre os animais e seus donos que Marcos Fernandes trata em seu livro. Desde os primórdios, nenhuma relação foi tão intensa e verdadeira quanto a interação animal-homem. Há quem diga que o animal é o verdadeiro espelho de seu dono e há inclusive pareceres do ponto de vista científico que elucidam essa informação, detalhando uma espécie de energia especial que circunda estes dois seres.

Cara de Um, Focinho do Outro é um livro perfeito para os amantes de animais e também para aqueles que ainda planejam terem um bichinho de estimação. Relatando o forte vínculo existente entre o animal e o seu dono e a interação mágica que existe entre eles, o autor toca em pontos de suma importância, como não sobrecarregar o seu animal com sentimentos exacerbados, o poder de uma mente sadia e positiva para o animal, o vínculo afetivo entre esses dois seres e outros tantos tópicos interessantes. Narrado em primeira pessoa de uma forma clara e abrangente e norteado por relatos reais vivenciados na carreira de Marcos Fernandes, o livro se mostrou uma obra preciosa e de suma importância na relação entre o animal e o seu tutor.

"A fidelidade que os animais dispensam aos seus tutores humanos é indescritível, pois resgatam as pessoas das regiões mais sombrias de seus problemas e angústias, motivando a vida a seguir seu curso novamente."

Dentre os inúmeros tópicos abordados pelo autor, um dos que mais me chamaram a atenção foi o qual ele relata como um animal sente que o seu dono está chegando em casa do trabalho. Segundo Marcos Fernandes, no momento em que você desliga o seu computador na empresa ou até mesmo está registrando o ponto de saída, o animal sente que você está se desconectando do campo profissional e indo para o conforto do lar, aguardando então sua presença com alegria e muito amor. Outro ponto que merece destaque é como a doença do dono acaba se manifestando muitas vezes no animal, como se de certa forma ele se doasse para o seu tutor e tentasse atenuar a sua dor. O autor também nos apresenta explicações sucintas sob a luz do espiritismo, fazendo alusão aos campos mórficos e o inconsciente coletivo.

Em síntese, Cara de Um, Focinho do Outro é um livro que retrata com carinho e precisão a relação entre o homem e os seus animais de estimação, além de nos trazer relatos emocionantes de cura de depressão, pânico, ansiedade, dentre outras enfermidades, graças ao amor abnegado desses anjinhos de quatro patas. Confesso que em muitos momentos me vi com um sorriso bobo no rosto enquanto lia o livro, visto que me identifiquei e muito com as situações descritas pelo autor em sua obra, além de enxergar a minha linda pet Jhully perfeitamente em suas páginas. A capa é muito bonita e nos traz uma bela ilustração de uma dona com o seu cachorro e a diagramação está ótima, com fonte em tamanho adequado, revisão de qualidade e belíssimas fotos de animais nas mais diversas interações humanas recheando o miolo do livro. Recomendo ☺

9 comentários:

  1. Oi Nessa! Que fofura esse título! Aliás, o livro em si parece ser lindo! Não tenho nenhum animal de estimação, mas não tenho a menor duvida do vínculo estabelecido entre o dono e o animal. Que bom que vc gostou da leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi, Nessa!
    Pra quem tem um bichinho, é fácil se identificar com a leitura. Tenho certeza que foi uma leitura bastante prazerosa. :)

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  3. legal o livro explorar essa relação de amor entre os humanos e os animais, é reconfortante se ver descrito em alguns momentos
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa,
    Que nome mais fofo, não posso ver nada de doguinhos que fico emocionada kkkk é que sinto falta do meu. Super leria!!

    tenha um ótimo final de semana :D
    Nana - Canto Cultzíneo / Novo Twitter

    ResponderExcluir
  5. Oi Vanessa,
    Achei interessante a proposta do livro, principalmente para quem é apaixonado por animais. Ótima resenha!!


    *bye*
    Marla
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Livros que trazem histórias de fidelidade entre animais e seus donos são os melhores <3 ainda não li esse, mas a premissa parece incrível, adorei!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie Nessa =)

    Esse livro parece ser lindo, mas não consigo ler nada com animais que meu coração já fica apertado e começo a chorar. Mesmo com a história é feliz. Choro vendo vídeos fofos rs...

    Amo cachorros, por mim teria um canil em casa. O amor desse focinhos gelados é um dos mais puros que existe.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa,
    Eu iria me emocionar <3
    Acho tão sensível e envolvente histórias com animais.
    Uma ótima dica, até para se dar de presente, afinal, tenho pessoas que iriam amaaaaaaar.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Nessa, tudo bem?
    Eu não gosto muito de livros não-ficcionais, então não sei se leria. Mas pra quem tem bichos de estimação, deve ser uma experiência bem proveitosa.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir