12/08/2017

Resenha: A Febre do Amanhecer - Péter Gárdos

Título original: Hajnali láz
Gênero: Romance
Páginas: 216
Editora: Companhia das Letras
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro A Febre do Amanhecer, romance de estreia de Péter Gárdos, nos traz uma bela história que se descortina num cenário pós-guerra, mostrando o quanto o amor é forte, poderoso e capaz de se sobressair até mesmo diante de uma tragédia sem proporções como a Segunda Guerra Mundial. Baseando-se nas cartas de amor trocadas entre os seus pais, o autor criou uma trama detalhista e sem floreios sobre os terrores da Segunda Guerra Mundial e suas consequências, nos apresentando dois jovens que deram tudo de si para viverem um amor considerado improvável e como a fé e determinação dos dois amenizaram os horrores e cicatrizes da guerra.

Em julho de 1945, o húngaro Miklós chega à longínqua e fria Ilha de Gotland, na Suécia, após ser libertado de um campo de concentração em Bergen-Belsen. No novo país, o jovem passa os seus dias acamado no hospital com tuberculose, enquanto toda a Europa vai se reconstruindo após a guerra. Com apenas vinte e cinco anos, Miklós é sentenciado pelos médicos com poucos meses de vida, mas isso não o impede de sonhar com uma boa moça húngara para se tornar sua esposa. Determinado, ele resolve escrever para cento e dezessete conterrâneas suas que também estão se recuperando em solo sueco tendo a plena certeza de que uma delas será a sua futura noiva.

No meio de mais de uma centena de cartas, Lili Reich - uma jovem de dezoito anos que sofre de graves problemas renais em decorrência dos terrores vividos durante o Holocausto -, decide lhe corresponder. A epístola de um rapaz desconhecido e de caligrafia incrivelmente bonita acaba se transformando em uma das suas maiores fontes de alegria e das cinzas da guerra nasce um amor perseverante e com promessa de dias melhores. Durante seis meses, o casal preenche os seus dias de até então enfermidade por cartas apaixonadas, que acabam por abreviar a saudade que ambos sentem de sua terra natal.

A Febre do Amanhecer, tal como um oásis no meio do deserto, nos mostra uma gota de esperança em meio a um solo seco, árido e maltratado pelas mais duras intempéries. Acima de tudo, nos apresenta um amor potente e forte, capaz de vencer os mais profundos horrores e dissabores da guerra. Narrado em terceira pessoa pelo próprio autor - que se inspirou na história de amor vivida pelos seus pais - o livro se mostrou uma leitura edificante, belíssima e perseverante.

A determinação e fé de Miklós é surpreendente e até mesmo emocionante, mesmo diante de um diagnóstico de vida sentenciado em torno de seis meses. Os médicos tentam a todo custo persuadi-lo do desejo de se casar em vista do estado perecível de seus pulmões, mas ele não titubeia e permanece firme em seu propósito. Não nos é apresentado com cerca de detalhes o seu sofrimento nos campos nazistas, porém acompanhamos os devaneios do personagem quanto aos fatos que o fizeram perder toda a dentição de uma forma angustiante e aflitiva.

"A vida às vezes castiga a gente."

Lili é uma jovem delicada e aparentemente frágil que acaba se transformando em uma mulher forte e perseverante. Mesmo diante de muitos obstáculos e até mesmo da inveja alheia, o amor entre eles rompe todas as fronteiras - tanto físicas quanto científicas - e se mostra um verdadeiro presente de Deus para suas vidas.

"O destino às vezes é generoso com os resistentes."

Em síntese, A Febre do Amanhecer é um livro incrivelmente bonito e repleto de esperança e fé. Apesar dos seus personagens não serem tão bem delineados na trama, o enredo é deveras emocionante e inspira no leitor o desejo de um amanhã melhor e mais florido e, acima de tudo, a capacidade de conquistá-lo. A capa é belíssima e bem condizente com o teor da obra e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

13 comentários:

  1. a trama parece ser bem legal e super bem recomendada, mas não deu aquele "tchan" em mim, por agora eu não leria
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa,
    Parece um livro com uma mensagem bem importante.
    Gostei da dica! Não a conhecia!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa! De fato a capa é lindíssima, bem como a trama! Não conhecia a obra, mas gostei da dica.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nessa!
    Gosto de livros inspiradores e ainda não tinha lido nada sobre esse livro. Parece ser uma boa leitura!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    Não conhecia o livro, gostei do pano de fundo dele com a Segunda Guerra Mundial e o enredo. Parece ser um bom livro.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu amo livros que se passam durante a Segunda Guerra Mundial e ainda não conhecia esse. A história parece ser emocionante, já adicionei no meu skoob.
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, tudo bem?
    Uau, que história de arrepiar! Achei incrível e emocionante, ainda mais por saber que é baseada em fatos reais.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  8. Oie Nessa =)

    Esse é um tipo que passaria batido por mim em uma livraria. Porém, depois de ler a sua resenha fiquei curiosa para saber mais sobre a história. Me pareceu uma obra que vale a pena se dar uma chance.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa,
    Achei a capa belíssima e a trama parece ser bem tocante, além de passar uma mensagem de esperança. Gostei dica anotada!!

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Nessa,
    Parece ser um ótimo drama, fiquei bem curiosa sobre esse romance.
    Tanto que minha prima está lendo e já pedi emprestado haha

    tenha uma ótima quarta.
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  11. Boa noite Nessa,

    Esse é mais um livro que fico conhecendo aqui, gostei da premissa e apesar das ressalvas gostaria de ler....abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa,
    Eu simplesmente ameei essa capa! Parece ser um livro bem interessante!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  13. Gosto de livros com essa abordagem, ainda não li esse!

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir