01/08/2017

Resenha: Princesa de Papel - Erin Watt

Título original: Paper princess
Gênero: Romance/New Adult
Páginas: 368
Editora: Essência
Classificação: 4/5
Comprar: Submarino
O livro Princesa de Papel, primeiro volume da série The Royals, de Erin Watt (parceria entre as autoras Elle Kennedy e Jen Frederick) nos traz um new adult não muito diferente do habitual, com cenas bem picantes e um tanto polêmicas. Apesar do livro ter figurado em primeiro lugar na lista dos mais vendidos do The New York Times, não o achei essa "coca-cola" toda e mesmo depois de muitas ressalvas, a história não deixa de ser interessante.

Ella Harper é uma garota forte e extremamente independente. A jovem nunca conheceu o pai e passou a infância e a adolescência mudando de uma cidade para a outra com a mãe - uma mulher instável e bastante complicada -, enquanto acreditava que em algum momento suas vidas iriam entrar no eixo. No entanto, a mãe de Ella falece e a adolescente se vê sozinha no mundo. Para sobreviver, Ella realiza strip-tease em uma boate com a identidade adulterada, pois é menor de idade.

Porém, enquanto está se despindo nos palcos, Callum Royal aparece em sua vida. Ele foi o melhor amigo do pai de Ella e está determinado a tirar a jovem da pobreza e da vida um tanto promíscua que leva. Callum lhe faz uma proposta tentadora, que consiste em uma mesada generosa, uma suposta herança e também uma nova vida na mansão Royal, onde ele vive com seus cinco filhos.

Depois de relutar, Ella decide aceitar a oferta de Callum e chegando no novo lar descobre que os garotos Royal são extremamente atraentes e que a odeiam com cada fibra de seu ser, especialmente Reed - o mais sedutor deles e aquele que é capaz de fazer da vida de Ella um inferno na escola. Ele não a quer na vida dele e de sua família e pode estar absolutamente certo quanto a isso...

Princesa de Papel nos traz o típico clichê, porém com algumas cenas de caráter duvidoso. Sim, eu gostei da história e da linguagem coloquial do livro, porém torci o nariz para muitas coisas, inclusive para o assédio, a sexualização exagerada da trama e o clima de machismo pavoroso que impera no enredo - mesmo tendo ciência que na mansão Royal habitam seis moradores do sexo masculino. Entretanto gostei bastante da Ella e da sua garra e determinação e felizmente tive a oportunidade de ler a sequência da série e  de ter uma visão um pouco mais diferente e apurada da série de Erin Watt. Narrado em primeira pessoa por Ella de uma forma bem clara e fluída, o livro possui os seus atrativos, mas em alguns aspectos acabou deixando a desejar.

Ella é uma personagem forte, independente e muito batalhadora. Ela não se faz de vítima perante as situações que enfrenta e nutre sempre a esperança de que amanhã será um dia melhor. Entretanto, depois que Reed entra em sua vida, as coisas desandam para a mocinha e mesmo não perdendo traços marcantes de sua personalidade, ela toma algumas atitudes que não coincidem com o seu perfil inicial. O romance me soou um pouco exagerado e não senti aquela química no casal principal, mas aviso que no segundo livro as coisas melhoram.

Reed permanece antipático e arrogante em boa parte da trama e no final do livro acabou até mesmo me enojando com suas atitudes estúpidas e calculistas. Felizmente, no volume posterior da série, algumas situações são devidamente esclarecidas, mas mesmo assim ainda não consigo nutrir aquela empatia pelo personagem e muito menos enxergá-lo como um verdadeiro sex-appeal. Seus irmãos compartilham da mesma personalidade austera e até mesmo o pai, Callum, tem atitudes bem bizarras dentro da mansão Royal.

Em síntese, Princesa de Papel tem os seus atrativos e apesar de ter abordado temas interessantes como bullying e "boa noite cinderela", não deu a devida importância para os mesmos dentro da trama, explorando demais a sexualização dentro da história, com cenas apavorantes de assédio e abuso camufladas pelo véu do romantismo. Num apanhado geral, eu gostei da história, mas algumas coisas me deixaram um pouco chocada, apesar de ter sido recompensada positivamente com a sequência da série. A capa do livro é simples e possui a ilustração de uma coroa com efeito dourado e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho, revisão de qualidade e ilustrações de pequenas tiaras no começo de cada capítulo. Apesar das ressalvas, não deixo de recomendar.

15 comentários:

  1. Oi, Nessa!
    Eu adoro a Elle (que escreve junto esse livro), mas nunca quis ler essa série. Sempre torci o nariz, principalmente por causa da personalidade do Reed.
    Beijos
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Olá Nessa tudo bem?


    Essa é a primeira resenha que leio do livro, mas não me despertou interesse...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanessa,
    Não fiquei muito interessada pelo livro, principalmente por que o protagonista parece ser bem desagradável, mas que bom que tudo melhora no segundo livro.

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/














    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa, ainda não conhecia esse livro, fiquei bem curioso para conferir!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    No incio eu tinha me interessado por este livro, mas depois de ler algumas resenhas eu perdi o interesse, ainda sim fico curiosa pela obra.

    Te indiquei num prêmio Mystery lá no blog.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2017/08/premio-mystery-blogger.html#.WYIG8IQrLIU

    ResponderExcluir
  6. Oi, Nessa!
    Esse livro está na minha lista de desejados! Amo esse gênero de leitura! Espero ler em breve!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, sua linda, tudo bem?
    Estava sumida, fiquei sem internet por um bom tempo, só agora consegui me organizar e voltar. Estava falando desse livro dia desses, quando vi a propaganda e os elogios fiquei louca para ler, mas quando as primeiras resenhas começaram, fiquei trite, pois você não foi a única que se sentiu dessa forma com a leitura. Uma pena mesmo. Adorei sua resenha, sincera como sempre.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi! Eu acho essa capa lindaa e estou bem chocada com essa resenha, me pareceu que a autora desandou o enredo desse e tentou consertar no segundo. Ou pode ser que tenha mostrado a evolução do personagem. Bom, vou continuar a querer ler para tirar minhas próprias conclusões, mas não será de imediato. Bjos ❤

    Click Literário

    ResponderExcluir
  9. Oi Nessa,
    Nossa, eu aqui pensando que fosse algum re-telling legal, por outras resenhas que li, mas fiquei chocada com a ala masculina. Mas, farei que nem você e darei uma chance.

    tenha um ótimo final de semana
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  10. Oie Nessa =)

    Estou querendo ler essa série a muito tempo. Tenho todos os livros em inglês, mas demorei tanto para conferir a história que eles já foram lançados aqui.

    Já li muitas criticas negativas da história, realmente falando que a autora pende muito para a sexualização, ao invés de abordar temas mais importantes. Mas ainda sim tenho aquela curiosidade de conferir.


    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  11. oi Nessa, eu estou dividida, a série tem um estilo que eu gosto, mas não sei se leria por agora, mas sei que os meninos Royal's chegarão ao meu conhecimento me breve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Estou bem curiosa para ler esse livro, acho que vou gostar
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
  13. Oi Nessa! Poxa, os autores de modo geral ainda pecam no machismo é impressionante! mas fico bem feliz em saber que na continuação as coisas melhoram! Amei sua resenha mega sincera <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  14. Oiii Nessa

    Essa é uma série que meio que divide opinioes, conheço gente que amou e conheço gente que não gostou por conta de certas cenas e linguagens. Enfim, de momento não é exatamente um livro que morra por ler, principalmente depois de saber que haverá uma quarta parte e que as autoras podem prolongar a série ainda mais... estou evitando em embarcar em séries muito grandes. Mas fico feliz de saber que vc gostou da história,e spero que os livros seguintes continuem sendo bons

    Beijokas

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Nessa!
    Eu estou com esse livro na lista de desejados faz um tempão e nunca consigo comprá-lo. Sempre vou colocando outros a frente por conta a polêmica que ele gerou em relação a romantização do estupro, ou algo assim.
    Mas quero ler e tirar minhas próprias opiniões.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir