27/11/2017

Resenha: Jogos Vorazes - Suzanne Collins

Título original: The hunger games
Gênero: Distopia
Páginas: 400
Editora: Rocco
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
O livro Jogos Vorazes, primeiro volume da trilogia homônima de Suzanne Collins, nos traz uma distopia interessante e repleta de conflitos e adrenalina. Com personagens fortes e valentes e um sistema político que subjuga o seu povo, a trama criada por Suzanne Collins conseguiu despertar minha atenção logo de início, além de me deixar extremamente ansiosa por sua sequência.

Após o fim da América do Norte, surge uma nova nação chamada Panem. Formada por doze distritos, ela é comandada por pulsos de ferro pela Capital, que faz cumprir suas severas ordens sobre a população, custe o que custar. Uma das formas de mostrar domínio sobre o povo sofrido e carente é com os Jogos Vorazes, uma espécie de competição sanguinária transmitida anualmente pela televisão - tal como um reality show -, em que são escolhidos um casal de cada distrito e onde todos os participantes devem lutar ferozmente até que apenas um deles escape com vida e se sagre o vencedor.

Para salvar sua irmã caçula, Prim, da competição, Katniss se voluntaria como tributo dos Jogos Vorazes. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como ninguém sobreviver e se sobressair de um ambiente hostil e de poucos recursos. O filho do padeiro, Peeta, também foi um dos sorteados para integrar os Jogos Vorazes e a garota possui uma certa dívida com o rapaz, após ele ter auxiliado ela e sua família no passado. Caso vença, ela terá fama, fortuna e prestígio, porém, caso perca, pagará por esse ato com sua própria morte. Entretanto, para vencer a competição, muitas qualidades são necessárias e os Jogos Vorazes requer de seus participantes muito mais do que habilidade. Resta saber até onde Katniss será capaz de ir para conseguir vencer a competição e se manter viva...

Jogos Vorazes se tornou um best-seller ao redor do mundo e inclusive ganhou uma franquia de filmes ao seu respeito e, mesmo que de forma involuntária, se tornou uma figurinha carimbada na blogosfera literária, o que permite com que eu não me estenda tanto na história. A trama gira em torno de uma competição sanguinária entre jovens de todos os doze distritos de Panem e no qual apenas um deles se tornará o vencedor. Para alcançar a vitória, é necessário muito mais do que força física, audácia, expertise e habilidade: é imprescindível ter inteligência e saber estudar e antecipar os passos de cada um de seus oponentes. Com personagens fortes, resistentes e testados ao seu limite máximo, a distopia de Suzanne Collins nos apresenta um regime de governo autoritário e praticamente inquisidor, capaz de todos os artifícios e algozes para manter o destino da população em suas mãos. Narrado em primeira pessoa por Katniss de uma forma bem fluente e íntima, a leitura se mostrou proveitosa, interessante e repleta de adrenalina.

Katniss é uma personagem forte, destemida e de uma agilidade descomunal. Mesmo portando estatura mediana e pesando poucos quilos, a garota se mostra uma oponente mais letal na arena do que muitos gigantes dotados de músculos, graças à sua perspicácia e inteligência. Os anos que passou caçando na floresta ao lado do melhor amigo, Gale, para sustentar a si própria e sua família, a transformaram em uma guerreira volátil, observadora e certeira. Mesmo sendo implacável quando necessário, ela é dona de um grande e generoso coração, tanto que se voluntariou no lugar da irmã para poupá-la dos Jogos Vorazes, além de nos mostrar momentos memoráveis ao lado da pequena Rue - uma das participantes mais carismáticas e espertas da competição. Me afeiçoei com a personagem e admirei bastante sua linha de raciocínio e determinação.

Peeta se mostrou uma verdadeira incógnita no livro e foi bem gratificante acompanhar o deslanchar do personagem na trama. Em vista de Katniss, ele age envolto por uma bruma de sombras, mas acaba mostrando todo o seu valor e potencial nos momentos oportunos. Há ocasiões em que não sabemos em qual time ele realmente está jogando, devido ao tom de mistério que o circunda, mas com o passar do tempo ele acabou me surpreendendo positivamente.

Resumidamente, Jogos Vorazes é uma distopia singular, bem arquitetada e dotada de adrenalina e ação. Apreciei bastante a história criada por Suzanne Collins e achei que a autora foi muito feliz em compor sua trama, bem como ao criar o regime de governo abusivo e intolerável que impera no enredo e a caracterização psicológica e humanitária dos personagens em si. Em 2012, foi feita uma adaptação cinematográfica do livro que foi bem aclamada pela crítica e que conta no elenco com Jennifer Lawnrence, Josh Hutcherson e Liam Hemsworth. O filme foi bem fiel ao enredo de Jogos Vorazes e os atores deram um show de interpretação, especialmente Jennifer Lawrence. A capa do livro é simples e nos traz a gravura de um tordo acompanhado por uma flecha - o arco e a flecha é uma das principais armas da Katniss na história - e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺


Confira o trailer do filme de Jogos Vorazes:



8 comentários:

  1. Oi Nessa,
    Que bom que vc gostou desse primeiro livro da série.
    Eu li com muita expectativa e acabei me decepcionando um pouco.
    Mas tbm achei a trama e os personagens muito bem desenvolvidos.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa
    Faz um tempinho que eu li esta triologia e eu curti muito, adoro os filmes.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nenhum desses livros, tenho que rever isso. Amei sua resenha :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa!

    Que resenha maravilhosa! Confesso que ainda não me animei para ler esse livro, justamente porque vi o filme primeiro e isso me desanima. (sou dessas, não me julgue rsrs). Eu prefiro ler o livro primeiro, mas nesse caso não rolou, não consegui ter uma oportunidade. =(

    Beijos

    Vivian

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
  5. Eu amo distopia! Sou louca para ler essa trilogia, mas ainda nao deu! Quem sabe eu consiga ano que vem! Com certeza deve ser um livro bem estruturado mesmo. Ansiosa para ver resenha dos outros!
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  6. Eu só li este e fiquei super empolgada pela sequência tbm. Mas acabei adiando as leituras e agora sinto que terei que reler rs para entrar no universo novamente.

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, apesar de hoje estar um pouco saturada com distopias, eu gostei bastante do primeiro volume e achei que foi bem adaptado e assim como vc tb curti a interpretação da Jennifer Lawrence!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa,
    Assisti a adaptação na época em que foi lançada, e apesar de ter achado a proposta interessante, não me animei em ler a trilogia. Gostei da resenha!!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir