02/11/2017

Resenha: O Coração da Esfinge - Colleen Houck

Título original: Recreated
Gênero: Young Adult
Páginas: 368
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Comprar: Submarino
Em O Coração da Esfinge, segundo volume da série Deuses do Egito, da americana Colleen Houck, conhecemos a sequência da história de Amon e Lily, por sinal, bastante energizante e repleta de adrenalina. Em alguns momentos fiquei temerosa com a leitura, principalmente no que diz respeito ao suposto triângulo amoroso entre os personagens, mas felizmente fui surpreendida e achei o enredo muito bem desenvolvido e articulado. Lily se mostrou uma protagonista forte e corajosa e provou todo o seu valor ao longo da história, bem como o valente Amon, capaz dos maiores sacrifícios pela mulher que ama.

Lily Young achou que a maior aventura da sua vida foi ter percorrido o mundo ao lado de um príncipe egípcio, mas isso acabou sendo uma mera brincadeira de criança em virtude do que estava por vir. Após ser separada de Amon de uma maneira trágica, ela presencia o seu amado descer para o mundo dos mortos - popularmente conhecido como inferno. Ele, atormentado pela perda do seu grande e único amor, prefere passar sua existência mergulhado na agonia a ter que se alimentar da energia vital de sua amada mais uma vez.

Arrasada com tudo o que aconteceu, Lily decide passar um tempo na casa de sua avó e mesmo estando em outra dimensão, não deixa de sonhar com o sofrimento de Amon e de sentir a dor de seu amado. Isso acontece porque, antes de partir, Amon lhe presenteou com o amuleto do coração, um artefato muito poderoso e especial, que é capaz de conectá-los, mesmo estando em mundos opostos. Com a ajuda do deus da mumificação, Lily descobre que o mágico objeto pode salvar o príncipe egípcio e libertar o seu reino do caos e da escuridão instaurados pelo deus Seth. Entretanto, Lily ainda não sabe se está pronta para enfrentar tudo o que está por vir...

O Coração da Esfinge nos trouxe um enredo repleto de aventura e adrenalina e tão promissor e bem desenvolvido quanto o seu volume anterior. Mais uma vez, a mitologia egípcia é explorada com vigor, mostrando inclusive suas vertentes mais secretas e sombrias, com uma profundidade surpreendente. Lily passa por uma verdadeira transformação que a fortalece, amadurece e lhe torna uma destemida e incisiva guerreira e confesso que admirei bastante essa metamorfose da protagonista. Narrado em primeira pessoa por Lily, o enredo continua dotado de fantasia e magia e nos envolve em um romance apaixonante, norteado por cenas enérgicas e reviravoltas mirabolantes.

Para libertar Amon, Lily passa por uma dura jornada de provações e tal como o ouro - que é banhado seguidamente pelo fogo para provar sua pureza e originalidade - ela é forjada em uma verdadeira e destemida guerreira, capaz de resistir as mais extenuantes e complexas situações. Foi muito gratificante e emocionante acompanhar a sua metamorfose em uma esfinge e toda a sua garra e determinação durante a sagrada transição. Me afeiçoei bastante com a leoa Tia e achei que sua presença trouxe uma magia especial para o enredo.

"Quando a gente lida com um mundo de deuses e deusas, corações figurativos e feitiços, poderes sobrenaturais e criaturas monstruosas, não se pauta pelo cérebro, mas pelo coração."

Tal como Lily, Amon também se mostra cada vez mais guerreiro e capaz dos maiores sacrifícios por aqueles que ama. Ele sofre continuamente no mundo dos mortos e mesmo mergulhado em agonia e aflição, se preocupa com o bem-estar de Lily a todo instante. Mesmo com muitas diferenças, achei a a sua história semelhante à da mitologia grega de Orfeu e Eurídice - que, inclusive, é citada no enredo de Colleen Houck -, graças ao amor abnegado e imortal do casal. Asten teve uma maior participação na trama e trouxe à tona o seu passado enigmático e repleto de surpresas. Confesso que em determinado ponto da história, eu já estava ficando bastante irritada com o despontamento de um certo triângulo amoroso e felizmente fui surpreendida positivamente com o seu desfecho.

"O verdadeiro amor precisa de tempo. Não é instantâneo. Você precisa conhecer a outra pessoa. Admirá-la. Descobrir o que ela sonha, o que ela espera, e ver se essas coisas ecoam em seu coração. Só então o amor vai começar. E você vai saber que é verdade quando lhe pedirem que abra mão de alguma coisa para proteger quem você ama."

Em suma, O Coração da Esfinge se mostrou uma ótima sequência para O Despertar do Príncipe e trouxe ainda mais aventura, emoção, paixão e adrenalina para a trama de Colleen Houck. Amon continua apaixonante e Lily mostrou todo o seu valor e coragem - características essas que me fizeram nutrir ainda mais empatia e afeição pela personagem. O enredo agrega muitas surpresas e curiosidades que conseguiram mexer bastante com os meus sentimentos e apreciei bastante as transformações ocorridas no contexto da história. A capa do livro é belíssima e trabalhada em um material metalizado e com nuances douradas e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

Confira a resenha do volume anterior da série Deuses do Egito:

►O DESPERTAR DO PRÍNCIPE


6 comentários:

  1. Olá Nessa, tudo bem?

    Da escritora em questão eu li apenas o Resgate do Tigre, e apesar de ser mais voltado pro romance, gostei da história, não me prestei para pegar as continuações, mas acho que até curtiria.

    Esses do príncipe egípcio acredito que devem ser legais tb, quem sabe um dia me arrisco.

    Abraço!
    Marcelo Brinker
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Vanessa,
    Eu li o primeiro livro e gostei bastante. Que bom que a trama de “O Coração da Esfinge” teve um bom desenvolvimento assim como o casal Amon e Lily.

    *bye*
    Marla Almeida
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa, é sempre bom encontrar personagens femininas fortes e eu tenho vontade de ler essa série principalmente por conta da mitologia egípcia! Fico feliz em saber que o segundo volume não cai na maldição do segundo livro hehehhee

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Confesso que é bem diferente do que gosto de ler, mas anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    Eu li o primeiro livro desta série e até gostei, mas não foi o que eu esperava. Por conta disso optei por não continuar lendo a série.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá Nessa,

    Estou com esse livro aqui, mas como não tenho o primeiro ainda vai demorar para que eu posso ler, mas fico feliz em saber que o livro é bom...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir