28/05/2018

Resenha: Querido Joseph - Carlos Torres

Edição: 1
Ano: 2016
Gênero: Romance Espírita
Páginas: 392
Editora: Vida e Consciência
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro Querido Joseph, escrito por Carlos Torres e inspirado pelo espírito Jon, nos traz um romance espírita muito bonito que mostra que, assim como o ouro passa pelo fogo inúmeras vezes para mostrar o grau de sua pureza, assim é a alma humana sendo lapidada pela dor para avançar rumo ao progresso. Confesso que esse foi um dos livros espíritas mais intensos que eu já li e que em muitas passagens, cheguei até mesmo a me emocionar com a beleza e a profundidade da história.

Parker é um jovem engenheiro vindo de uma família humilde e de poucas posses. Com muito custo, os pais - uma pacata dona de casa e um militar reformado - pagaram os estudos do filho, pois sempre sonharam que o pupilo tivesse uma vida um pouco mais confortável e avançada do que a que eles tiveram. Assim que se forma e retorna para o bucólico vilarejo da Inglaterra onde nasceu, Parker logo se apaixona por Clara, a herdeira de uma das famílias mais renomadas de Manchester. O pai da moça é dono de uma empresa promissora do ramo da construção civil e não demora muito para que Parker passe a trabalhar junto com eles e mostre todos os seus dons adquiridos na arte da engenharia. Depois de certo tempo de namoro, Clara e Parker decidem se casar e acabam concebendo Joseph, que muda para sempre a vida do casal.

Ao atingir seis anos de idade, o pequeno Joseph acaba desaparecendo misteriosamente, deixando Parker no mais completo e profundo desespero. Atormentado pela culpa e sobretudo, pelo fracasso, Parker acaba se transformando radicalmente e durante anos, passa pelas mais terríveis e cruéis provações que um ser humano é capaz de suportar...

Querido Joseph nos traz uma bela história de amor e superação, mostrando que a dor é, muitas vezes, uma das melhores professoras que podemos ter em nossa vida, nos ensinando a valorizar o que realmente importa. Por mais terríveis e penosas que sejam as transformações pelas quais passamos, é por meio delas que nos fortificamos, vencemos as ilusões terrenas e aprendemos o que realmente é primordial e imutável. A trajetória de Parker foi muito emocionante e tal como a história de Jó narrada na Bíblia, se tornou um marco na vida do personagem, lhe transformando em um homem melhor, ainda mais amoroso e grato pelos dons recebidos por Deus. Narrado em terceira pessoa de uma forma intensa e bastante detalhada, o livro conseguiu me envolver de uma forma terna e se mostrou uma bela e verdadeira lição sobre fé, superação e amor.

Graças ao incentivo e ao apoio financeiro dos pais, Parker se tornou um engenheiro. Quando conclui a faculdade e volta para a sua cidade natal, as coisas não são nada fáceis na vida do jovem, até que Clara abrilhanta o seu caminho. Além da bela moça o despertar para o amor, ela o acaba levando para trabalhar na empresa de sua família, tarefa esta que Parker desempenha com retidão e muito sucesso. Entretanto, pouco a pouco ele se vê envolvido pela ambição e não demora muito para que ele passe a sucumbir a esse sentimento, que se torna a porta de entrada de seus mais intensos e viscerais martírios. Acompanhar a jornada de Parker foi muito gratificante, principalmente por termos uma visão apurada do que a vida quis lhe mostrar com cada gesto, atitude e situação. O amadurecimento do personagem para as verdades do mundo espiritual acontece paulatinamente, porém de um modo muito bonito e marcante. Outro ponto que vale a pena destacar sobre Parker é o forte amor e o elo de ligação que ele tem com o filho, que se torna um dos pontos mais belos e emocionantes do livro.

Clara é uma patricinha fútil que não tem muitas pretensões na vida a não ser se divertir de todas as formas e maneiras possíveis. Sua vida de curtição e até mesmo, devassidão, logo lhe conduzem para o mundo do alcoolismo, lhe tornando uma pessoa fraca, irritável e desprovida de atitudes. Quando ela engravida de Joseph e descobre que a criança é portadora da Síndrome de Down, logo rejeita o feto em seu ventre e quando ele nasce, suas atitudes continuam as mesmas e cada vez mais desprezíveis. Joseph, por sua vez, é uma criança inteligente, especial e ricamente abençoada. Ele se torna praticamente um anjo na vida de Parker e é justamente esse amor de pai e filho que sustentam o jovem engenheiro durante os percalços e provações da vida.

Em síntese, Querido Joseph é um romance espírita intenso, emocionante e muito bem delineado. O poder do amor narrado em suas entrelinhas é forte e genuíno e capaz de suportar as mais frias e inescrupulosas tempestades. A capa é simples e nos traz a imagem de um pai acalentando o filho em seus braços e a diagramação está ótima, com fonte em tamanho agradável e revisão de qualidade. Recomendo ☺

9 comentários:

  1. Oiii Nessa

    Pra qume curte um bom romance espírita, realmente é uma boa dica de leitura. Eu não sou muito de livros do gênero, então vou deixar a dica passar, mas fico feliz em saber que a leitura foi boa pra ti.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Nessa,
    Eu não sou uma fã de romances espíritas, mas minha mãe e uma amiga dela sim. Vou indicá-las!
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu amo livros espírita, ainda não conhecia esse. Mas já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa, tudo bem?
    Não tenho costume de ler livros espíritas, mas achei a trama interessante, principalmente a relação entre pai e filho e acredito que os fãs do gênero vão gostar bastante.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nessa os livros espiritas em geral mexem comigo, são tramas tão bem elaboradas que não há como definir!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Amo histórias de amor e superação, achei sua resenha muito interessante e despertou meu desejo de ler o livro. Essa capa é uma fofura :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oie Nessa =)

    Faz um bom tempo que não leio romances espíritas, mas gosto da mensagem que obras assim costumam passar. A premissa de Querido Joseph me pareceu bem interessante e bonita.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa, tudo bem? Faz muito tempo que não leio um romance espírita, agora até bateu a vontade de voltar com essas leituras. Pela resenha parece uma boa trama!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Olá Nessa, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas infelizmente não faz meu gênero....abraço.


    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir