05/05/2018

Resenha: A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón

Título original: La sombra del viento
Gênero: Romance espanhol
Páginas: 400
Editora: Suma de Letras
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro A Sombra do Vento, primeiro volume da série O Cemitério dos Livros Esquecidos, do espanhol Carlos Ruiz Zafón, nos traz uma história incrivelmente arrebatadora sobre a paixão pelos livros e pela arte de desvendá-los. Com mais de 6,5 milhões de exemplares vendidos por todo o mundo, o romance de Zafón é um verdadeiro triunfo da arte de contar histórias e nos presenteia com personagens memoráveis e um enredo quase que palpável, onde podemos sentir através de suas páginas as correntes de vento, as nuances e todos os sabores de Barcelona.

Logo após o fim da Guerra Civil Espanhola, na Barcelona ainda ferida e sombria de 1945, Daniel Sempere, um garoto de 11 anos, acorda na madrugada de seu aniversário e se desespera ao perceber que não consegue mais se lembrar do rosto de sua própria mãe, então falecida. Com o intuito de consolá-lo, o  pai - dono de um famoso sebo - o leva ao misterioso Cemitério dos Livros Esquecidos, uma biblioteca secreta no coração do centro histórico onde se abrigam obras literárias abandonadas pelo mundo e à espera de que alguém possa um dia descobri-las.

Encorajado pelo pai a escolher um dos títulos daquela labiríntica biblioteca, Daniel fica fascinado pelo livro A Sombra do Vento, do autor Julián Carax. Obcecado, ele parte em busca de outras obras do escritor e acaba se surpreendendo ao saber que uma figura misteriosa e enigmática está destruindo sistematicamente os exemplares de todos os livros que já foram escritos por Carax. Daniel descobre também que o raro livro que tem em mãos pode ser o único exemplar existente e isso, de certa forma, acaba colocando a sua vida em perigo.

Em sua ingênua investigação, o garoto irá percorrer as praças e cafés do Bairro Gótico, as Ramblas e o Tibidabo e adentrar os mistérios e segredos mais intrigantes e obscuros de Barcelona, vivendo uma história inesquecível de assassinato, magia, amor e loucura. Daniel irá compreender também que se não descobrir a verdade por detrás da identidade de Julián Carax, tanto ele quanto as pessoas que ama terão um destino trágico e cruel...

A Sombra do Vento é um livro fascinante e eletrizante, daqueles que conseguem manter o leitor em um estado inexorável de suspense e goticismo. Além de ter um enredo incrivelmente sedutor, emocionante e inebriante, a trama de Zafón é uma verdadeira ode à magia, ao poder e ao mais puro misticismo dos livros. Narrado em primeira pessoa por Daniel de forma primorosa, envolvente e permeada por aventura, romance e soturnidade, o enredo é magistral e nos mostra que Zafón é tudo o que há de mais sublime e primoroso na literatura espanhola contemporânea.

Daniel é um personagem curioso, inquietante e ávido por aventuras e descobertas. O que o jovem garoto não imaginava era como o rumo de sua vida seria modificado por conta do livro A Sombra do Vento e como a misteriosa e obscura obra seria um divisor de águas em sua existência, o transformando em um verdadeiro homem e traçando as suas primeiras incursões no mundo do amor, do sexo e da literatura. Gostei bastante de acompanhar o amadurecimento de Daniel, bem como suas alegrias e frustrações e perceber como tais sentimentos moldaram o seu caráter e toda a sua estrutura humana e emocional.

"Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos por suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece."

Julián Carax é um personagem obscuro e enigmático, que parece até mesmo ter saído de alguma das novelas góticas de Edgar Allan Poe. Ele surge na trama como uma espécie de anti-herói e a sua mescla de paixão e fúria acaba até mesmo por comover o leitor. Outra figura importante e que abrilhantou ainda mais a trama de Zafón foi o carismático e astuto Fermín Romero de Torres. De longe, ele é um dos melhores personagens do livro, com a sua inteligência aguçada, além de ser engraçado, irônico, ter um bom humor invejável e se mostrar um amigo dedicado e fiel.

"A televisão, meu amigo, é o Anticristo, e eu digo que bastarão três ou quatro gerações para as pessoas nem saberem mais peidar por conta própria e para o ser humano voltar à caverna, à barbárie medieval, a estados de imbecilidade que a lesma já superou por volta do Pleistoceno. Este mundo não vai acabar por causa da bomba atômica, como dizem os jornais, vai acabar, sim, de tanta risada, tanta banalidade, por essa mania de se fazer piada com tudo, e além do mais, piadas ruins."

Resumidamente, A Sombra do Vento é um livro para quem é apaixonado pelos livros e pelo hábito de ler, se mostrando a mais genuína homenagem ao universo da literatura. O enredo de Zafón é ambicioso e absurdamente competente, conjugando vários estilos literários e resultando em uma trama fascinante, poderosa e incrivelmente memorável - assim como os seus personagens. A capa nos traz a fotografia de um pai e de um filho caminhando por uma alameda tomada pela névoa e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

6 comentários:

  1. Zafon sempre magistral na sua escrita! que resenha maravilhosa!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Nessa, boa noite!!

    Eu tenho dois livros do autor aqui na minha lista de espera e eu quero esse e os demais dele, só leio resenhas positivas, parabéns pela sua resenha...bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie Nessa =)

    Esse livro do Zafon está na minha lista de leitura faz tempo, porém ainda não tive oportunidade de ler. Li um livro do autor e adorei, mesmo não sendo muito meu gênero rs...

    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa para começar a leitura de A Sombra do Vento *-*

    Beijos e uma ótima semana;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Nessa

    Essa ´serie do Zafon é super elogiada e tem elementos originais, diferentes de qualquer livro que já tenha lido. Quero ler ela em breve, acho que vou curtir muito a história e a versatilidade do autor.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa
    Faz tempo que este livro esta na minha lista de leitura, é um enredo que me agrada muito e tenho curiosidade. Me falta é tempo.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa!
    Eu sempre me encanto com as resenhas e comentários que vejo sobre esse livro, não sei por que enrolo tanto pra ler... :/
    Preciso resolver isso logo! Tomara que eu goste pq as expectativas são altas!
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir