04/11/2018

Resenha: A Prisão do Rei - Victoria Aveyard

Título original: King's Cage
Gênero: Distopia
Páginas: 542
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
Em A Prisão do Rei, terceiro volume da série A Rainha Vermelha, acompanhamos a saga de Mare Barrow e todos os perigos enfrentados pela protagonista. Repleto de adrenalina, emoção e suspense, o livro nos traz batalhas épicas e nos reserva inúmeras surpresas, principalmente no que concerne aos demais personagens da franquia.

Mare Barrow foi capturada por Maven e passa os seus dias trancafiada em uma cela no palácio, sem os seus poderes e sendo atormentada por seus erros e falhas. Ela se encontra sob o julgo do  garoto que um dia amou e por quem foi enganada e brutalmente traída. Ocupando o posto de rei, Maven dá sequência aos planos de sua maquiavélica mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta e de Mare em suas mãos.

Enquanto Mare acompanha dia após dia os seus poderes serem suprimidos pelas Pedras Silenciosas, o restante da Guarda Escarlate vai se levantando, especializando e expandindo. Com a aproximação da rebelião iminente, eles saem da sombra e se preparam vorazmente para a guerra. Entre eles, se encontra Cal, um prateado em meio aos vermelhos, Indeciso quanto a qual lado deve abraçar nessa batalha, o príncipe exilado só tem uma única certeza: ele não descansará enquanto não trouxer Mare de volta, custe o que custar.

A Prisão do Rei trouxe ainda mais adrenalina e emoção para a saga de Victoria Aveyard, nos mostrando os personagens imersos em uma miríade de perigos e nos trazendo revelações bombásticas sobre alguns deles. Confesso que essas surpresas me decepcionaram em determinados pontos e também me alegraram em outros, principalmente ao constatar que algumas pessoas não eram tão mergulhadas na vilania quanto eu imaginava. Narrado em primeira e terceira pessoa por Mare de forma fluída e eletrizante, o livro conseguiu me agradar do início ao fim e deixou um gancho instigante para a sua continuação.

Mare continua ainda mais forte, resistente e decidida. Mesmo sem os seus poderes, ela se mostra uma guerreira voraz e encara os seus martírios de cabeça erguida e pulso estendido. O tempo que ela passa presa no palácio a leva à profundas reflexões, especialmente no que concerne aos seus sentimentos e objetivos de vida. Uma das qualidades mais marcantes da personagem é como ela não pestaneja para se sacrificar em prol dos outros, passando por cima de todas as consequências. O romance acabou ficando em segundo plano neste livro, mas isso não tirou o brilho da trama e ainda conseguiu torná-la ainda mais enérgica e ambiciosa.

Maven nos mostra que um fruto não cai muito longe do pé e demonstra ser um fiel executor dos planos maquiavélicos de Elara. Desde que ele ascendeu ao trono, a paz não reina mais por Norta e as coisas parecem ir de mal a pior para os vermelhos. Os sentimentos que outrora sentira por Mare evaporaram e deram espaço para tortura, crueldade e uma verdadeira carnificina. Cal - que sempre foi um dos meus personagens favoritos da saga -, acabou me decepcionando. Ele batalhou com cada fibra de seu ser para resgatar Mare, entretanto acaba tomando atitudes contradizentes com tudo aquilo que acreditava, se mostrando completamente absorto pela ambição e pelo poder.

Em síntese, A Prisão do Rei nos eleva a um outro patamar de A Rainha Vermelha, mostrando que o sofrimento e a crueldade podem corromper almas, mas também podem torná-las mais resistentes, fortes e brilhantes. Me surpreendi tanto positivamente quanto negativamente com alguns dos personagens da trama, e confesso que essa certa inversão de valores me deixou curiosa para conhecer o desfecho final da história. A capa segue o mesmo padrão das anteriores, confeccionada em um material de efeito metalizado e com a gravura de uma coroa gotejada por sangue e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

Confiram as resenhas dos volumes anteriores de A Rainha Vermelha:

►A RAINHA VERMELHA
►A COROA CRUEL
►ESPADA DE VIDRO

8 comentários:

  1. Oi Nessa,
    Fico feliz que você tenha gostado do livro, infelizmente, eu não sou uma fã dessa série. Até tentei ler, mas não fluiu :(
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oiii Nessa

    Eu li esse há algum tempo e foi meu favorito da série até aqui, estou curiosa (mas receosa) pra ler a ultima parte, espero que seja um bom desfecho.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Nessa
    Eu tentei ler o primeiro livro, mas acho que não era o momento pq vejo todo mundo gostando dessa série. Quem sabe um dia eu retome.

    Beijinhos
    diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa, tudo bem?
    Ainda não conhecia essa série literária, infelizmente não é meu estilo de livro preferido, vou deixar passar. Parabéns pelo post
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  5. Oie Nessa =)

    Esse foi o livro que mais gostei da série até agora. E podem me julgar, porém por mais pirado que o Maven seja eu torço para que ele tenha um final decente. Ao contrário do maria vai com as outras do Cal rs...

    Continuo não gostando da Mare também, mas é visível que ela amadureceu bastante. Estou doida para ler o último livro, mas ele ainda tá carinho kkkkkk

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  6. Oi Vanessa, tudo bem?
    Que bom que a série continua com um bom desenvolvimento. No futuro vou tentar ler o primeiro volume. Ótima resenha!!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. primeiro de tudo desculpe a longa ausência, mas prometo ir me inteirando dos posts feitos, sobre o livro é uma leitura que ainda espero fazer esse ano, apesar de diferente de tudo que usualmente leio, gostei da proposta e do cenário criado pela autora
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Vanessa!
    Li os dois primeiros volumes dessa série na época dos respectivos lançamentos mas, infelizmente,acabei perdendo o interesse durante a espera pelo terceiro volume.
    Também gostava do Cal, então é uma pena saber que ele te decepcionou e provavelmente teria me decepcionado também se eu tivesse continuado.
    Mesmo não tendo a intenção de continuar a série, vou ficar ligada nos comentários pra saber o final. :)
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir