26/01/2019

Resenha: Por Toda a Eternidade - Kristin Hannah

Título original: Fly away
Gênero: Romance
Páginas: 400
Editora: Novo Conceito
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
Em Por Toda a Eternidade, segundo e último volume da duologia Firefly Lane, de Kristin Hannah, acompanhamos um romance repleto de dor, desafios e transformações. Confesso que a primeira parte do livro foi um tanto morna e que acabei até mesmo sentindo falta da intensidade presente em Amigas para Sempre, entretanto, na segunda metade da obra, a trama se tornou emocionante e incrivelmente tocante, mostrando todo o talento e a delicadeza presentes na escrita de Kristin Hannah.

Tully Hart é uma mulher forte, independente e ambiciosa, que busca nutrir na carreira profissional tudo aquilo que lhe faltou no campo emocional. Tal fórmula, somada com o fato dela esconder profundamente todos os sentimentos de rejeição que passou durante a sua infância, funcionou razoavelmente bem até que sua melhor amiga, Kate Ryan, acaba falecendo. Desde a morte de Kate, tudo começou a desmoronar na vida de Tully, que abusa do uso de remédios para dormir e vai escorregando cada vez mais em um abismo de memórias, dor, melancolia e solidão.


Dorothy Hart - vulgo Cloud, como ficou conhecida na década de 70 - se encontra no centro desse furacão emocional que permeia a vida de Tully. Ela abandonou a filha por inúmeras vezes na infância, até que as duas romperam a relação de uma vez por todas e nunca mais se falaram.

 Marah Ryan, de dezesseis anos, ficou completamente devastada com a morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus dois irmãos se esforcem ao máximo para manter a família unida, a adolescente se encontra cada vez mais rebelde e inacessível, imersa em sua própria dor. Tully tenta se aproximar da afilhada na medida do possível, mas a sua incapacidade de lidar com suas próprias emoções e também com as alheias, afastam Marah ainda mais, fazendo com que a garota busque refúgio em um relacionamento conturbado com um rapaz extremamente problemático.

A vida dessas três mulheres está intrinsecamente interligada e a maneira como elas lidam com seus próprios erros e acertos é o alicerce deste romance, que trata sobre o amor, o perdão, a maternidade, as perdas, as alegrias e claro, os recomeços da vida...

Por Toda a Eternidade nos traz uma sequência à altura de Amigas para Sempre, entretanto o ritmo de um livro para o outro é bem variável. Enquanto no primeiro romance tudo acontece de uma forma intensa e voraz, nesta sequência o enredo segue um compasso linear e vai avançando gradativamente, mais especificamente na segunda parte da história. Lidar com um leque de personagens requer destreza e paciência e é justamente por isso que Kristin Hannah vai costurando o enredo aos poucos, moldando cada personalidade paulatinamente e nos agraciando com muitas surpresas e emoções. Narrado em terceira pessoa de forma delicada, fluída e com picos de emoção, o livro conseguiu me agradar e, mais uma vez, me levar às lágrimas.

Confesso que gostei mais da Tully neste segundo romance de Firefly Lane. No primeiro livro, enxerguei a personagem com uma tez um pouco egoísta e, em alguns momentos, notei até mesmo que ela sentia uma pontinha de inveja de Kate por ter casado e constituído família. Entretanto, neste romance, a alma da personagem fica completamente desnuda ao leitor e conseguimos entender de uma forma bem ampla seus sentimentos, anseios, decepções e, sobretudo, suas próprias maneiras de camuflar e isolar a dor. Mesmo passando por duras complicações no trabalho e também no que concerne a sua saúde, ela tenta ajudar a família de Kate do jeito que pode, mas sempre é brutalmente rechaçada por eles, que estão sofrendo intimamente. Acompanhar sua infância, seus medos, mágoas e decepções mostraram uma outra faceta da personagem, por sinal bem comovente e emocionante.

"Em vez de ignorar a dor, você precisa mergulhar nela, usá-la como um casaco quente num dia frio. Há paz na perda, beleza na morte, liberdade no arrependimento."

Dorothy cometeu muitos erros no passado e por mais que queira, nada irá apagar isso, que se refletiu e ainda se reflete amargamente na vida de Tully. Entretanto, por mais que os seus motivos não sejam justificáveis, entendemos - mesmo que de forma superficial -, algumas de suas atitudes, o que nos leva a crer que ela é uma personagem que merece uma segunda chance. Vítima de violência doméstica e absorta no alcoolismo e nas drogas, ela foi uma hippie dos anos 70 e com essa sua vida meio que nômade, nunca conseguiu dar estabilidade tanto familiar quanto sentimental para sua única filha, que cresceu carente, melancólica e profundamente magoada. Marah foi uma personagem que me irritou e muito. Fica evidente pelo deslanchar da trama que todos os personagens estão lidando com a sua própria dor desde o falecimento de Kate e cometendo uma série de erros e acertos por conta de seu luto, porém a adolescente de dezesseis anos é imatura, mimada e toma os piores caminhos, mesmo recebendo amor, carinho, aconselhamento e conforto daqueles que ama. Suas atitudes na história soaram quase como injustificáveis - ao menos para mim - e achei que a ficha da jovem demorou muito, mas muito mesmo para cair.

Em suma, Por Toda a Eternidade é um romance que trata de perdas, amizade, segundas chances e recomeços. Sintetizando o enredo de Kristin Hannah, onde há amor, há perdão e é justamente esse mantra que circunda cada uma das três personagens principais da trama - Tully, Dorothy e Marah -, delineando bem a profundidade de seus sentimentos e as conduzindo em direção ao afeto, ao renascimento e ao mais profundo e visceral amor. A capa do livro é uma graça e nos traz três velas acopladas em potes de vidro e um céu arroxeado e polvilhado de estrelas e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo, com certeza!

Confira a resenha do primeiro volume de Firefly Lane:

►AMIGAS PARA SEMPRE



17 comentários:

  1. Oi Nessa
    Faz tempinho que li estes livros, e nunca mais li nada da autora. Previso mudar isso. Amo essas capas.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. eu gosto bastante dos livros da Kristin, são histórias reflexivas e emotivas
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oiii Nessa

    As histórias dessa autora são sempre madurasm intensas e profundas, ela trabalha bem e dosa o drama e o ormance como poucos fazem. Gosto da escrita da Kristin. Nem sabia que esse era parte de uma dualogia, vou procura rpelo primeiro pra conhecer mais

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Nessa =)

    Leio tantas resenhas positivas dos livro da Kristin Hannah que ainda me pergunto, porque ainda não li nada da autora.

    Pelo que percebi lendo a sua resenha esse é um livro que precisamos ler com uma caixa de lenço do lado.

    Beijos e uma ótima semana;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  5. Esta ai um livro que recebi qdo de parceria com a Novo Conceito qdo tinha meu blog e nunca li, passei o livro pra frente e a pessoa que leu me falou que amou e continuo sem ter vontade de ler kkkkk Acho que o problema sou então kkkkk
    Ai que saudade que estava de visitar os blogs amigos, vc sempre mandou super bem nas resenhas essa não podia ficar....Parabéns
    Brubs
    https://www.divagandopalavras.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa, sua linda, tudo bem?
    Só vejo elogios à autora. Acredito que ela faz bem o meu perfil, um livro cheio de sentimentos, bem intenso e rico de dramas de relacionamentos. Não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    https://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Nessa, gostei muito da resenha. Acredita que ainda não li nenhum livro da autora? Mas claro que a conhecia pois sempre que tem resenha de livro dela em geral leio muitos comentários positivos.
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa, tudo bem?
    Gostei da resenha!
    Esse livro parece ser bem tocante, com histórias distintas que emocionam.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  9. Ameei a capa do livro, super bonitinha
    Curti a sua resenha, deve ser bem interessante, já quero ler!
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanessa, tudo bem?
    Ainda não tive uma oportunidade de ler nada da autora, mas pela sua resenha dar para perceber que ela construiu uma trama comovente. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Nessa,
    Eu adorei o livro que li da Kristin Hannah!
    Não vejo a hora de ler mais, nem sabia que este era uma continuação.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Ahh que maravilha! Tenho esse livro há um tempinho, mas ainda não li. Quero muito, mas preciso organizar minhas leituras. Li o primeiro livro e gostei bastante, também achei até o primeiro mesmo morno no início!
    Vamos ver esse...
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir
  13. Oi Nessa, tudo bem?
    Passando pra agradecer a visita e desejar ótima semana. <3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  14. Olá Nessa, tudo bem?


    Esse livro está na minha lista de espera de leituras, não vejo a hora de ler...ótima resenha...abraço.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Oi Vanessa
    Sou doida para ler algo da autora, estou com o livro Rouxinol dela acredito que vou começar por ele.
    Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  16. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ..

    Meu Blog: Rio Cap

    ResponderExcluir
  17. Eu gosto demais da narrativa da Kristin!
    Super curti a resenha e é uma ótima indicação. #Favoritei

    Abraços
    Bananices

    ResponderExcluir