19/05/2019

Resenha: Drácula - Bram Stoker

Título original: Dracula
Gênero: Terror
Páginas: 434
Editora: Landmark
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
Escrito em 1897, Drácula, obra-prima do inglês Bram Stoker, é considerado um dos melhores romances de terror de todos os tempos. Permeado por uma atmosfera incrivelmente gótica e narrado de forma epistolar, as confissões e, por conseguinte, os desesperos de seu núcleo de personagens vão dando forma ao perigo, que se inicia na Transilvânia e percorre a Inglaterra - terra esta onde a temida figura do Drácula se dirige com o intuito de conquistar o mundo.

Fazendo alusão ao mundo científico, sobretudo a psicanálise, que é brilhantemente retratada na inteligência e sagacidade do Dr. Van Helsing, a história é recheada de desdobramentos, perigos e conta com personagens fortes e intrinsecamente corajosos, especialmente no que se refere a Mina Harker, uma mulher à frente de seu tempo e que encanta pela sua astúcia e desenvoltura. Uma verdadeira trupe se forma para combater o mal sintetizado na figura do Drácula, onde cada um dos membros dispõe de seus talentos e artimanhas para deter o príncipe das trevas, indo até o limite de suas forças para isso.


Drácula, que é apresentando através da narrativa dos demais personagens, é uma figura vil, sanguinária e absurdamente ambiciosa. Para seguir os seus intentos, ele não se priva de absolutamente nada e se mostra uma verdadeira criatura das trevas, com características imortalizadas em todas as boas e velhas histórias de vampiros. O personagem foi inspirado na vida de Vlad III Tepes, príncipe da Valáquia, que sentia um imenso prazer em testemunhar a agonia de suas vítimas, empalando-as até a morte.

Narrado de forma epistolar, por meio dos diários e memorandos de seus personagens, Drácula é o que podemos chamar de "pai" dos romances de terror, com todo o seu goticismo, criatividade e crueldade. Permeado de acontecimentos sobrenaturais, forças desconhecidas e criaturas fantásticas, o enredo de Bram Stoker não só gravou o seu nome na literatura mundial como também se sagrou um dos melhores horrores tétricos e diabólicos de todos os tempos, contando a trajetória de uma verdadeira criatura das trevas e pautado por personagens célebres e muito bem orquestrados, tal como Jonathan Harker, Mina Harker e Dr. Van Helsing.

Jonathan Harker é o responsável por dar o pontapé inicial na história, quando viaja para Transilvânia a trabalho para conhecer o Conde Drácula. A princípio, ele acha o conde uma figura um pouco diferente do usual mas, com o passar do tempo, os hábitos noturnos de seu anfitrião dentro do castelo e o seu forte sentimento de obsessão o paralisam e o deixam totalmente à mercê de sua vontade e crueldade. Sua noiva, Mina Harker, é uma mulher inteligente e graças à sua desenvoltura e raciocínio, é referenciada na história como uma moça que possui um cérebro de homem, posto que na Inglaterra do século XIX, o sexo feminino não possuía tanta voz e vivia às sombras de seus maridos, irmãos e pais.

"Ninguém que não tenha sofrido durante a noite sabe como é doce e querida, a seu coração e aos seus olhos, a chegada da manhã."

Dr. Van Helsing é um dos personagens que lutam mais ferozmente na trama para combater o Drácula. Dispondo de métodos científicos e nada ortodoxos para a época - tal como a hipnose e a psicanálise -, ele usa de todas as suas artimanhas para deter o príncipe das trevas e instiga todos ao seu redor a fazer o mesmo, sendo praticamente a válvula propulsora do grupo. Já o diabólico Drácula, é um ser sedutor, persuasivo e vorazmente sanguinário. Ele se apaixona por Mina Harker e quer fazê-la sua a todo custo, nem que tenha que dizimar o mundo inteiro para isso. Sendo o precursor de todas as tramas e histórias de vampiros, suas características são o verdadeiro pão e água de todos os enredos que se seguiram até aqui, tais como não ter reflexo no espelho, ser afugentado por cruzes e hóstias de alhos e, a principal delas: queimar à luz do sol.

"Pois a vida, afinal de contas, se resume a uma constante espera por algo mais, e não tem nada a ver com o que estamos fazendo, e a morte é a única certeza que podemos esperar."

Resumidamente, Drácula é um clássico da literatura de terror que realmente faz jus a todo o seu sucesso, sendo brilhantemente assustador, gótico e envolvente. Tendo no cerne de sua trama uma criatura diabolicamente monstruosa e uma miríade de personagens célebres, inteligentes e desenvoltos, a obra-prima de Bram Stoker é leitura indispensável para aqueles que são apaixonados por uma boa e velha história de horror, especialmente para os fãs de seres vampirescos. Transposto para as telas de cinema e do teatro por diversas vezes, ouso destacar a adaptação cinematográfica de 1992 de Francis Ford Copolla como uma das melhores até aqui. Contando com um elenco brilhante composto por Gary Oldman, Winona Ryder, Anthony Hopkins e Keanu Reeves, o filme ganhou vários prêmios, entre eles o Oscar de Melhores Efeitos Sonoros, Melhor Figurino e Melhor Maquiagem e também recebeu a indicação de Melhor Direção de Arte. A capa é hard cover e nos traz a imagem de um castelo sombrio despontado em meio a um céu escarlate e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade, além de se tratar de uma versão bilíngue (inglês-português) e de conter o primeiro capítulo excluído por Bram Stoker na época da publicação da obra. Recomendo, com certeza!

Confira o trailer do filme Drácula de Bram Stoker:



4 comentários:

  1. Oi Nessa,
    Eu não tenho o costume de ler terror, mas quero ler clássicos, então este entraria na lista, certo? rs
    Essa edição é linda!!!!
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Suuuper clássico esse aí, né?! Já vi vários filmes baseados nessa obra, mas acredita que nunca li o livro? Não sabia da narração epistolar, e achei bem legal a inclusão do primeiro capítulo anteriormente excluído pelo autor. Show!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  3. Um clássico que tenho muita curiosidade em ler, Vanessa.
    Ainda não li, mas fiquei com muito mais vontade depois da sua resenha.
    Adoro o gênero

    Tenha uma ótima noite.
    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Nessa,

    Esse livro está na minha lista de desejados e eu quero essa LINDA EDIÇÃO,ótima resenha....abraço.


    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir