08/06/2019

Resenha: Uma Noiva para Winterborne - Lisa Kleypas

Título original: Marrying Winterborne
Gênero: Romance de Época
Páginas: 336
Editora: Arqueiro
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
Em Uma Noiva para Winterborne, segundo volume da série Os Ravenels, de Lisa Kleypas, acompanhamos a história de amor de Rhys Winterborne e Helen Ravenel, que se descortinou de uma forma bem exótica no volume anterior da saga, Um Sedutor sem Coração.  Enquanto lady Helen é toda delicada e romântica, Rhys é um homem prático e um tanto agressivo quando precisa lutar pelo que quer e, mesmo sendo opostos de uma mesma moeda, os dois acabam sendo atraídos pela personalidade um do outro e vivendo uma paixão desmedida e intensa.

Graças a sua ambição e determinação, Rhys Winterborne conseguiu uma fortuna pomposa e de grandes proporções. Filho de um comerciante, ele se acostumou desde cedo a conseguir o que sempre almejou - não só nos negócios, mas em todos os campos de sua vida. Quando ele conhece a elegante e sensível aristocrata lady Helen Ravenel, logo se encanta com sua beleza etérea e decide que ela será sua, custe o que custar. Para isso, ele é capaz de até mesmo macular a honra da jovem somente para que ela se torne sua esposa. Apesar de toda a inocência e pureza de Helen, as investidas sedutoras e nada ortodoxas de Rhys acabam lhe atraindo mais do que ela esperava, fazendo com que uma forte e recíproca paixão brote entre eles.

Entretanto, ao longo de sua vida, Rhys conseguiu muitos inimigos, que vão fazer de tudo para conspirar contra o casal. E, para tornar a situação dos dois ainda mais complicada, Helen guarda sombrios segredos de família, que podem separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são vários, mas a recompensa promete ser mais doce e generosa do que eles jamais poderiam supor...

Uma Noiva para Winterborne se mostrou uma sequência à altura de Um Sedutor sem Coração, com uma escrita refinada, elegante e incrivelmente sensual. O contraste entre Helen e Rhys colaborou para que a trama tivesse momentos bem-humorados, além de tonificar ainda mais a paixão do casal no enredo. Narrado em terceira pessoa de forma romântica, bem escrita e com uma fórmula que mescla romance com sensualidade, o livro se mostrou uma leitura agradável, encantadora e que vai agradar em cheio quem curte um belo romance de época.

Helen é uma moça incrivelmente sonhadora e romântica. Sensível, doce e inocente e dona de uma beleza angelical, ela atrai Rhys quase que de imediato, mas não tem ideia do quanto ele é capaz de ir para torná-la sua, comprometendo até mesmo a honra da jovem para isso. Por mais que os métodos dele causem repugnância à ela e à sua família, misteriosamente Helen se sente cada vez mais atraída e devotada por Rhys, mesmo sabendo que um tenebroso segredo de família pode separá-los para sempre. Gostei da personagem, que surgiu na trama como uma jovem ingênua e que foi se descobrindo ao longo da história, sem perder os seus valores e, acima de tudo, sua essência. Sua doçura casa perfeitamente com o perfil robusto de Rhys e tornou a história de amor dos dois especial e memorável.

"É preciso amar algo antes que ele se torne digno de amor."

Rhys destona bastante da imagem de herói romântico que vemos na literatura, mas tem qualidades e virtudes que agregam bastante a sua personagem. Mesmo exibindo uma pose austera e sendo irrefreável naquilo que quer, ele tem muito sentimento dentro de si e é capaz de vários sacrifícios pelo bem-estar daqueles que ama. O seu temperamento agressivo e nada convencional acabou despertando muito inimigos ao longo de sua vida, porém a forma como ele sabe lidar com as situações e driblar os obstáculos, concederam uma inteligência nata e admirável para a sua persona. O seu romance com Helen é rico de beleza, charme e encanto e faz transbordar o que existe de melhor em cada um dos protagonistas.

"Meu último pensamento a cada noite é que você deveria estar em meus braços. Não há paz e nem prazer em minha cama vazia, onde durmo com você só em sonhos e acordo amaldiçoando a aurora. Se eu tivesse esse direito, eu a proibiria de ir a qualquer lugar sem mim. Não por egoísmo, mas porque estar longe de você é como tentar viver sem respirar."

Em suma, Uma Noiva para Winterborne se mostrou um livro romântico, elegantemente escrito e com um casal heterogêneo entre si, mas que se completa de uma forma mágica e misteriosa. O romance foi muito bem conduzido por Lisa Kleypas, mesclando amor e sensualidade de modo sincronizado e culminando em uma história articulada, divertida e charmosa. A capa nos traz uma noiva  admirando uma bela e velha mansão e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

Confira resenha do volume anterior de Os Ravenels:

►UM SEDUTOR SEM CORAÇÃO


9 comentários:

  1. Olá,
    Tenho quase certeza que não lembro de ter lido os livros da Lisa Kleypas em ordem, quer dizer, eu quase nunca percebo que são séries... sempre vejo como livros independentes. Mas de uma forma ou de outra, eles meio que são, né?
    enfim, faz um tempo que não leio romances.. também não cheguei a ler esse... é novo?
    se bem que faz umas semanas que minhas próprias leituras estão paradas.. kkk
    gostei da história, parece divertida.. aprecio mais quando os personagens tem personalidades um tanto opostas. A mocinha não pareceu ser "ingênua demais" ou "sem personalidade" também... não gosto quando isso acontece nos romances...
    Enfim, se surgir oportunidade irei lê-lo.

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, já tinha visto uma outra resenha desse livro e confesso que me fisgou muito. Ele já está na minha lista!

    https://www.kailagarcia.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu só li a série dos Hathaways dessa autora, mas foi o suficiente para me apaixonar pelo estilo dela. Essa série está na minha lista de desejados, mas antes preciso ler aquela das 4 estações, hehe!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa, tudo bem? Eu gostei bastante desse livro, na verdade gosto muoto da escrita da Lisa e achei que a Helen teve uma boa elovução na história!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nessa! Não conhecia o livro e confesso que não sou muito fã do gênero. Mas que bom que você curtiu a leitura! É muito bom quando a gente lê uma história bem escrita e que prende a gente :)

    Beijos!
    Estante Bibliográfica > blog novo!

    ResponderExcluir
  6. Olá Nessa, não conhecia o livro e confesso que gostei muito da resenha. A história é bem interessante.

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia esse livro, mas pela sua resenha parece ser interessante.

    Folhas De Netuno


    ResponderExcluir
  8. Oi Nessa,
    Eu só li uma série da Lisa até hoje, preciso continuar pq não foi das melhores e minha mãe vive falando que devo dar mais uma chance a ela. rs
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Nessa,

    Essa também é uma autora que eu preciso conhecer logo, só resenhas positivas, a sua resenha não foi diferente...abraço.

    https://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir