09/09/2019

Resenha: Fraude Legítima - E. Lockhart

Título original: Genuine Fraud
Gênero: Suspense
Páginas: 280
Editora: Seguinte
Classificação: 5/5
Comprar: Saraiva
O livro Fraude Legítima, da americana E. Lockhart, nos traz um suspense repleto de facetas, mistérios e desdobramentos. Com personagens que são verdadeiros anti-heróis mas que ainda assim conseguem causar empatia no leitor, o enredo segue um ritmo quase que cinematográfico e tem um desfecho pra lá de surpreendente.

Jules West Williams não é uma garota nada comum. Tanto no começo quanto no final do livro, ela está hospedada em um hotel de luxo no México, comendo porcarias, praticando atividades físicas e claro, ostentando a sua maior arte: o dom de mentir. Desde que sua melhor amiga, Imogen Sokoloff, se jogou de uma ponte com os bolsos cheios de pedras, ela desconfia de tudo e de todos e prefere se manter afastada. Na verdade, o que ela mais quer é se tornar uma garota diferente, mas o suicídio de Immie insiste em atormentá-la, por onde quer que vá.


Tal como Jules, Imogen também nunca foi uma garota comum. Ela foi adotada ainda criança pelo casal de milionários Patti e Gil Sokoloff e criada para ser alguém à altura do sobrenome deles. Entretanto, o que Immie sempre mais desejou foi uma vida livre, longe de toda e qualquer expectativa - o que a fez abandonar os pais e a faculdade e a se instalar em uma casa em Martha's Vineyard. Ali, ela começa a namorar o aspirante a escritor Forrest Smith-Martin e a levar uma rotina fugaz, recheada de amizades supérfluas e tardes na praia até reencontrar sua amiga de escola, Jules. As duas garotas são órfãs, mas, ao contrário de Immie, Jules não compartilha da mesma vida de luxo e privilégios. Porém, conforme a amizade entre elas vai avançando e se torna mais intensa, Jules  se adapta àquele nova atmosfera sem maiores problemas.

Histórias sobre heróis sempre encantaram Jules, por mais que ela sempre se perguntasse porque garotas nunca eram protagonistas daquele tipo de universo. Ao se aproximar de Imogen, pela primeira vez na sua vida, ela se sente o centro das atenções e, por conseguinte, uma espécie de super-heroína - o que faz com que a partir daí, as duas tomem um caminho sem volta...

Frande Legítima foi um livro que me surpreendeu positivamente, assim como Mentirosos -, lançamento anterior da autora pela Editora Seguinte. O enredo é norteado por um suspense intrigante e extremamente refinado, que vai se descortinando pouco a pouco e tem um desfecho pra lá de impressionante. Narrado em terceira pessoa, de forma ampla e que traça todo o panorama da história e de seus personagens e com uma narrativa ousadamente decrescente - que se inicia do fim da trama até o seu início -, o enredo se mostrou inquietante e muito, muito curioso.

"Ela sempre tinha apenas passado pelas pessoas. Não lhe pertenciam, nunca haviam deixado uma marca nela, não sentia falta de ninguém."

Jules é narcisista, inteligente e tem traços um tanto quanto sociopáticos. O fato dela não se aceitar tal como é faz com que ela busque uma bajulação por parte dos outros, como se a visão deles a seu respeito encobrisse os seus defeitos. Ela ostenta uma personalidade fria, pois acredita que a melhor forma de não se machucar é agir como se não tivesse coração e vive assim tranquilamente, até conhecer Imogen. Assim como ela, Imogen também não é de se agarrar em ninguém e preza muito a sua liberdade, o que faz com que a amizade entre as duas se intensifique cada vez mais. Porém, a intimidade as aproxima em um ponto que torna tudo entre as duas sombrio e perigoso.

"Ela tenta ser fiel a si mesma em vez de ficar agradando os outros o tempo todo."

Imogen, por sua vez, é uma garota rebelde e com anseio de liberdade. Ela foi adotada e criada para ser o espelho de seus pais, mas sempre detestou qualquer tipo de obrigação ou expectativa. Para ela, viver sem rédeas e sem precisar se empenhar em algo era o maior deleite da alma.  A jovem sempre fugiu de homens que tentassem dominá-la e de amizades pegajosas e que exigissem sua atenção de forma exclusiva, o que faz com que a sintonia entre ela e Jules se estabeleça cada vez mais. Porém, uma delas resolve afrouxar as regras do jogo e, é justamente a partir daí, que se instaura o caos em suas vidas.

Resumidamente, Fraude Legítima foi uma grata surpresa e um livro que me fez quebrar a cabeça do início ao fim. Com uma narrativa diferenciada e decrescente, personagens enigmáticos e um desfecho de deixar de queixo caído, a trama de E. Lockhart se mostrou inquietante, sombria e com ares bem vitorianos, no melhor estilo Charles Dickens. A capa nos traz mechas louras cortadas por uma tesoura e a diagramação está ótima, com fonte em bom tamanho e revisão de qualidade. Recomendo ☺

5 comentários:

  1. Oi Nessa, tenho esse livro para ler, porém, quando comecei achei tudo tão confuso que não consegui seguir adiante, fiquei bem intrigada com sua resenha sabia? Acho que vou tentar novamente..

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  2. é sempre bom quando uma leitura nos surpreende positivamente, parece mesmo mt bom pela sua resenha e fiquei curiosa pra ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Sempre fui curiosa por este livro, a trama parece ser bem instigante. Adorei sua resenha.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Nessa!

    Ao contrário de você, eu não consegui me envolver com essa obra. Na verdade sempre brinco que ela é de fato uma "fraude legítima".

    Achei a história uma cópia de o Talentoso Ripley e em nenhum momento consegui me sentir conectada com as protagonistas.

    Mas fico feliz em saber que você teve uma visão diferente da minha e que gostou da história.

    Beijos;***
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  5. Eu já tinha ouvido falar de MENTIROSOS, mas esse aí eu não conhecia. Nossa, esse livro deve ser mesmo muito bom. Fiquei doida pra saber aqui que final é esse de deixar o queixo caído. Ah, e o fato da narração ser feita em terceira pessoa já fez a obra ganhar pontos comigo, hehe!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir